Wellington Feature

Wellington (NZ) com crianças

Wellington é a capital da NZ. Fica na ponta sul da Ilha Norte, e é uma cidade gelada onde venta muito, mas linda, linda!

Estivemos por lá várias vezes (a embaixada do Brasil fica lá), a última sendo em maio de 2016.

Tem muita coisa pra fazer e é difícil ficar entediado.

Um pequeno guia de Wellington, NZ, com crianças

Smaug at the airport - pretty impressive!

Smaug no aeroporto, bem impressionante!

O primeiro lugar quase sempre é o aeroporto. Lá tem o Gandalf e as águias, alguns trolls e tinha o Gollum gigante. O Gollum, infelizmente, foi retirado, mas agora tem o Smaug! Ele é muito legal, apesar de ser só a cabeça. Ele abre, fecha e mexe os olhos! E ainda por cima é permitido encostar nele (só não nos olhos). MUITO legal!

(para quem ficou perdido com esse monte de nomes, haha, são personagens das trilogias ‘O Senhor dos Anéis’ e ‘O Hobbit’)

One of the sections of Te Papa, where the giant squid's body is

Uma das exposições permanentes do Te Papa, onde tem um corpo de lula gigante

O museu Te Papa é provavelmente o melhor museu do mundo. Toda vez que vamos pra Wellington, a gente passa por lá. Da última vez, tinha a exposição Gallipoli, do Weta Workshop. Eu e as crianças não entramos – é sobre a guerra e bem gráfico. Angelo e Josieudes foram e eles amaram! Dá pra ir andando do centro da cidade – ou do parquinho do Waterfront, ou da Cuba Street. O museu é gigantesco, quase tudo sendo interativo, é altamente indicado pra crianças. Também tem as áreas especiais pra crianças em todos os andares (com joguinhos, brinquedos, fantasias, papéis e lápis, etc). Vale muito a visita.

At Gallipoli, Te Papa. The sculptures were around 3 times the size of an adult.

No Gallipoli, cada escultura tem mais ou menos 2,4 vezes o tamanho de um adulto normal

A rua Cuba (ou Cuba Street) também é muito legal. É uma rua só para pedestres, com várias lojas, cafés, esculturas e até parquinhos. A gente quase nunca compra nada, mas sempre vai lá dar uma volta.

Cuba Street, with Tathi and Josieudes, our travel companions

Cuba Street com Tathi e Josieudes, nossas companhias de viagem

O Waterfront é outro lugar maravilhoso. Tem um parquinho muito legal e paisagem maravilhosa. Se o tempo estiver bom, é uma ótima pedida. Compre um fish & chips e vá comer à beira do mar! Se o tempo estiver ruim, nem vá, porque é frio. Ou vá bem empacotado.

Walking towards Te Papa. The waterfront is always beautiful!

Indo para o Te Papa: waterfront é sempre lindo!

O zoológico de Wellington (Wellington Zoo) é um dos lugares que a gente não pretendia visitar, mas estava tendo um “open day” quando fomos (NZ$ 2/pessoa), as crianças queriam muito ir, então fomos. Como a maioria dos zoológicos do mundo, é meio deprimente porque os animais estão enjaulados e não muito felizes. Apesar de tudo, o dia foi bom. Ficamos umas 3-4 horas lá. É um zoológico pequeno, relativamente bem mantido. Quando fomos tinha um bebê chimpanzé, todo encapetado e lindo! Os leões são vistos de pertinho. O engraçado foi ver que o primeiro animal que encontramos foi a capivara. Nós, brasileiros paulistas, começamos a rir porque a gente sempre via capivaras vagando às margens do Tietê ou perto do aeroporto. As crianças nunca tinham visto e elas acharam bem legal. Se você estiver em Wellington em um open day, é um bom negócio. Se for para pagar o preço integral, só se você realmente quiser muito ver os animais.

Continuando com os animais, Zealandia é um santuário de pássaros em Wellington. Fica meio longe de tudo, mas eles oferecem ônibus gratuito de alguns lugares da cidade, vale a pena dar uma conferida. É um parque enorme, com vários pássaros e lagartos nativos da NZ. Eles também têm um pequeno museu que é bem legal! Passamos um tempão lá porque era divertido e protegido do frio. Existe um limite de quanto vento uma pessoa consegue aguentar em um dia. Quando fomos, eu estava super cansada, então não lembro de muito, mas as crianças AMARAM! João amou muito, ele ainda fala dessa visita.

Tem o museu do bonde (Cable Car Museum) e o passeio de bonde. Fomos lá uma vez e ficamos meio desapontados. Pegamos o bonde na Lambton Quay e subimos até o ponto final: foram uns 3 minutos de passeio. O museu em si é pequenininho, mas tem bastante coisa pra ver. Não é um passeio de um dia todo, então, SE tiver tempo sobrando e estiver lá no centro de Wellington, vale a visita. O passeio de bonde é pago mas o museu é gratuito.

The actual size sculpture of Lurtz, the orc. It's amazing

A escultura de Lurtz, o orc. Bem impressionante, em tamanho real – do ator.

A parte nerd de mim fica toda alegrinha quando vai pra Wellignton porque sabe que vai rolar um pulinho do Weta Cave. Dessa vez a gente não fez o passeio guiado pelo estúdio porque a gente já tinha ido, mas ainda assim foi bem divertido: o museu é bem legal e a gente conseguiu ver o filme que não conseguimos das outras vezes. É um documentário bem legal sobre as origens do grupo Weta. Para quem não sabe o que é o Weta Cave, eu vou dizer que é o lugar onde a mágica acontece: eles fazem efeitos especiais, animações, maquiagens especiais e objetos de filmes – como armas, armaduras, carros, etc – e toda essa parte legal. Eles ficaram famosos depois de O Senhor dos Anéis. Precisa visitar!

O que eu mais amo em Wellington é que tudo é perto de tudo. Nunca usamos mais de 20 minutos de trajeto de um lugar até o outro, seja a pé, de ônibus ou de carro. É fácil encontrar o que você quiser porque tudo fica bem juntinho.

A troll encounter at Weta Cave, Wellington, NZ. 3 years ago, it had hair on the head and in the nose. Right now it's all shaved.

Jose encontra um troll no Weta Cave

O lado ruim é o tempo frio e o vento! Eu acho que não conseguiria morar em Wellington por causa do tempo.

Mas mesmo o tempo não impede a cidade de ser linda! Eu amo!

Se você já esteve ou gostaria de algum dia ir para Wellington, deixe aqui suas ideias!

Wellington é a capital da NZ e é uma cidade fascinante! Clique para ver o que fazer com crianças por lá!

7 respostas

Trackbacks & Pingbacks

  1. […] andado menos e isso é um pouco diferente e eu não sei porquê. Z. Eu ia querer ir num avião pra Wellington pra Picton porque se eu vou nuns barcos, eu passo muito […]

  2. […] comemos fora porque estávamos guardando nossa cota para comer fora em Wellington com os nossos amigos, então não vou falar sobre comida dessa […]

  3. […] e João escreveram sobre Wellington, então eu resolvi juntar o que os dois escreveram em um texto, para ficar mais fácil e curto para […]

  4. […] o Interislander para ir de Wellington para Picton em maio e Bluebridge para ir de Picton para Wellington em agosto. Nas duas vezes, de […]

  5. […] (e Queenstown, Arrowtown e Wanaka), os glaciares Franz Josef e Fox (e Whataroa), Blenheim e Picton, Wellington e […]

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta