Visitar a casa da Satsuki e da Mei e outras experiências Ghibli no Japão com crianças 

Visitamos a casa da Satsuki e da Mei, do filme Meu Vizinho Totoro, em Nagoia, Japão. Clique para saber mais sobre essa visita - para quem tem e quem não tem crianças!

Um pin prontinho para facilitar um pouco a sua vida. Clique no botão ‘Save’ no topo da imagem para salvar no Pinterest!

Os fãs Ghibli têm mais uma razão para visitar o Japão. Nós somos fãs, e tentamos fazer tudo que era ligado ao estúdio Ghibli durante a nossa viagem para lá. Nesse post, você vai encontrar todas as coisas relacionadas às experiências Ghibli que a gente testou – e que você também pode! Continue lendo para saber mais sobre visitar a casa da Satsuki e da Mei, e as outras experiências Ghibli no Japão com crianças!

Clique aqui para encontrar acomodação em Nagoia, no Japão! (link afiliado)

 

 

Casa da Satsuki e da Mei, em Nagoya, Japão

Se existe uma boa razão para se visitar Nagoya, é essa. Eu nunca nem soube que eles existiam – até agora. Visitamos em 2018 e foi um sonho!

Aonde é e como chegar lá

A casa fica no Parque Moricoro, também chamado de Ai Chikyu-Haku Rinen Koen. Eu sei, é um nome comprido e complicado, mas também é o nome da estação de trem, então é melhor aprender. Fica em Nagoya, no Japão. É um pouco afastado do centro, mas não tem problema, já que é fácil chegar lá.

The little house from the movie My Neighbor Totoro, with its white walls and red roof, with trees on the back and grass on the front. The house really exists in Nagoya, Japan. Incredibly perfect!

Ok, então se você nunca viu o filme Meu Vizinho Totoro, pare tudo e vá ver. Depois disso, volte aqui e veja o quão fantástica essa casa é.

Eu sugiro que você use o Hyperdia (só para transporte público) ou o Google maps para chegar lá, a não ser que você vá de taxi.

Se for de trem, precisa pegar a linha Linimo. Essa linha é mais cara, mas também mais confortável e vazia que as outras linhas locais. Desça na estação Ai Chikyuu-Haku Kõen e já é o parque.

Têm muitas placas espalhadas pelo parque indicando o caminho para a casa da Satsuki e da Mei.

A gente chegou ao centro de informações e logo ali estava o ônibus do parque, então pegamos. É gratuito e uma linha circular, então fácil. A maioria das pessoas desde na casa da Satsuki e da Mei, mas se você ainda estiver em dúvida, pergunte para o guia do ônibus, eles são super prestativos.

Depois do ônibus, ainda tem uma caminhadazinha de uns 5 minutos para chegar ao centro de vendas de entrada. Têm placas, então não tem como errar. É uma caminhada bem bonita, aproveite!

(No caminho entre o ponto de ônibus e a casa tem uma loja de chá e doces japoneses, aonde você experimenta matchá (o chá verde de verdade) e wagashi (o doce tradicional japonês) por ¥500!)

The view from a French door to the dad's study, cluttered with books, paper, pens, and more. It's exactly the same as it was in the movie My Neighbor Totoro. Ghibli Studios is great, really! Click for more!

Esse é o escritório do pai das meninas: a cadeira, a bagunça, os livros, as cartas… tudo está lá!

Como comprar ingressos para a casa da Satsuki e da Mei

Você tem duas opções: as máquinas Loppi das lojas de conveniência Lawson ou comprar na hora.

A máquina é complicada para quem não fala inglês, já que essa visita fica bem escondida e só em japonês, mas é legal para ter certeza de que vai ter vaga na hora que você quer. Bom para quem tem um itinerário corrido.

Comprar na hora é mais fácil, e como tem passeios a cada meia hora, não é difícil conseguir uma vaga. Na pior das hipóteses, você vai ter que chegar lá, comprar e aproveitar o parque enquanto não dá a sua hora.

Os passeios têm hora marcada, e você deve chegar uns 10 minutos antes da sua hora para receber as instruções.

Custa ¥510 por adulto e ¥250 por criança (até 15 anos) (preço de 2017-2018).

The outside deck with sandals on a rock and a tea set + gardening tools under the deck. It was a great day to also learn how the Japanese in the 80's lived. A visit to Satsuki and Mei's house is a must!

O conjunto de cha, as ferramentas de jardinagem, os chinelos? Tao japonês e maravilhoso! Amei muito essa atenção aos detalhes!

A visita à casa do filme Meu Vizinho Totoro

A gente comprou nossas entradas na loja Lawson, então fomos com os nossos ingressos até o balcão de vendas. A atendente deu um crachá para cada um, que mostrava que a gente era grupo A – são 2 grupos, A e B – e nos disse para ir para a fila do grupo certo na área coberta (bem do lado). Também ganhamos um mapa da casa com instruções e curiosidades, e um outro papel com alguns itens para as crianças encontrarem dentro da casa.

Depois de alguns minutos, um homem chegou e começou a das as instruções e falar as regras – em japonês. O grupo A ia ver dentro da casa primeiro, enquanto o grupo B olharia o quintal. Depois de 15 minutos, a gente trocaria. Nada de fotos dentro da casa, nada de subir as escadas para o segundo andar, e nada de entrar no escritório do pai. Basicamente isso.

Ele, então, foi guiando a gente para a casa enquanto contava curiosidades. Quando chegou na casa, eu não consegui ouvir mais nada. Estava besta.

A casa foi montada como a história de um ano depois do filme em si, então a mãe estava em casa, o que é legal.

É um passeio livre, você pode fazer o que quiser nos seus 15 minutos que você tem ou dentro, ou fora da casa.

2 little hands holding the classic bucket with the hole from the movie My Neighbor Totoro. It was just a lot of fun to find all the little details from the movie in the house. Superb work on Satsuki and Mei's house - Nagoya.

Como não? Desde o pilar podre até o balde furado, tinha tudo por lá! Simplesmente AMOR. Que visita incrível!

Dentro da casa

– primeira regra do Japão, TIRE OS SAPATOS QUANDO FOR ENTRAR EM UMA CASA. É uma casa, então a gente precisou tirar os sapatos também. Use sapatos que sejam fáceis de tirar e colocar! –

O que eu posso dizer? É tão linda e real! É de tirar o fôlego. Eu não tinha palavras, a não ser UAU e OIN.

Todo detalhe está lá.

Dá para abrir as gavetas, armários, portas, dá para bombar a pia da cozinha, dá para entrar na área de banho, e dá para ver o banheiro. Têm coisas de casa de verdade, como pratos, copos, roupas, kits de costura, escovas de dentes, jogos de tabuleiro, sapatos, livros, e todos esses detalhes.

Abrir a mochila de escola da Satsuki e as gavetas de roupas me fez sentir como se eu estivesse invadindo a privacidade deles, mas gente, como não? Sério, vai. Tinha os chapéus da Mei e do pai, os sapatos das meninas, igualzinho aos do filme – sandálias e botas de chuva!

kid #4 pumping water into a pail while kid #3 watched. It's also a bit part of the movies. The family did laundry there, and it's exactly the same thing! Click for more!

Assim, olha quanta diversão! Durante o verão deve ser um lugar maravilhoso para se refrescar! As crianças se divertiram horrores lá!

Vou parar por aqui porque não quero estragar a sua experiência, mas VALE MUITO A PENA!

* Uma coisa para se tomar cuidado é que você só tem 15 minutos dentro da casa. Do momento em que eles abrem as portas, o relógio já está rodando, então, não enrole, porque 15 minutos é pouquíssimo tempo.

O quintal da casa da Satsuki e da Mei

Se o interior era perfeito, claro que o quintal também seria!

Do lado de fora dava para ver melhor o escritório do pai, e como pode tirar fotos de fora, aproveite! Tem um calendário com os desenhos da Mei, muitos livros, uma folha meio escrita, tudo perfeito.

A landscape full of trees and nature and the bus stop sign from the movie My Neighbor Totoro. Oh, what a dream it was to visit Satsuki and Mei's house with the kids!

Sério, o PONTO DE ÔNIBUS! (aliás, quase todas as lojas Donguri Republic têm um desses) Com até a placa de notícias!

 

Até debaixo da casa tem surpresas. Você precisa olhar em todos os cantos!

Sabe aquela parte do lado de fora da casa, aonde elas lavam roupa? Existe, funciona, e tem até o balde com o buraco embaixo.

Tem também a bicicleta, e o lugar aonde as meninas plantaram as sementes que ganharam do Totoro. E, claro, não poderia faltar o ponto de ônibus. Que lindeza!

Não esqueça de fazer a dança do Totoro para ver se as árvores crescem!

Só para constar, a parte depois do lado, aonde fica o quintal mágico, é o melhor lugar para se tirar fotos da casa.

* E você só tem 15 minutos também. Depois disso, os funcionários vão tirando todo mundo de todos os lugares, educadamente, até ter certeza de que não sobrou ninguém.

2 kids in front of a garden, with the house from My Neighbor Totoro at the back, trying to grow trees.

Sim, bem, as crianças estavam tentando fazer as árvores crescerem, mas aparentemente, o Totoro precisa estar presente para funcionar.

Nossa opinião da visita à casa da Satsuki e da Mei

Sério, 15 minutos é pouco demais. Eles deveriam aumentar esse tempo um pouco. A gente queria, mas não conseguiu abrir todas as gavetas nem encontrar todos os itens da lista, muito menos olhar cada livro de dentro da mala da Satsuki. Nem consegui absorver o lugar do jeito que eu gosto.

A gente precisou andar e fazer tudo rápido e eficientemente – e tem muita gente, então se você fica esperando até alguém terminar de ver uma gaveta para você ter a sua vez, o tempo acaba. Olha junto ou vá ver alguma outra coisa.

Nem para a parte de fora 15 minutos foram o suficiente.

Mas como é barato, dá para fazer 2 tours no mesmo dia e explorar com calma.

Tem muito funcionário espalhado pelo local para manter a ordem e o respeito, mas eles também são ótimos em apontar coisas que a gente deveria olhar, coisinhas escondidas, etc. Eles são ótimos com crianças, mesmo com os problemas de linguagem.

Satsuki and Mei's house, in Nagoya (Japan), is an incredible place to visit. If you like My Neighbor Totoro, even more! Click to know more!

A casa vista do quintal – lembra de como era no filme?

Foi, definitivamente, um dos meus momentos favoritos do Japão.

Até as crianças, que em geral só vão passando, ficaram bestas com a perfeição de tudo por lá. A gente se sentiu dentro do filme, mesmo.

Então, no final das contas, vale MUITO a pena, todo o trabalho e dinheiro. Não perca!

A barraquinha vendendo coisinhas do Totoro foi um pouco pequena e sem graça, mas a gente estava lá para ver a casa, não para fazer compras. Acho.

  • O quê / Aonde
  • Duração do passeio
  • $ ~ $$$
  • Para crianças…
  • Melhor transporte local
  • Segurança
  • Recomendamos?
  • Casa da Satsuki e da Mei / Nagoya, Japão
  • Meia hora – 15 minutos dentro da casa, 15 minutos no quintal
  • $
  • MARAVILHOSO!
  • Trem para chegar ao parque, ônibus ou a pé dentro do parque
  • PERFEITO
  • MUITO MUITO MUITO!

Ah, e não se esqueça de rever o filme Meu vizinho Totoro antes de ir, é ótimo ver tudo tomar vida enquanto se tem as memórias fresquinhas!

The entrance to Ghibli Museum, the yard full of snow, and a big line of people waiting to enter. It's worth every single trouble.

Tinha neve no jardim do maravilhoso Museu Ghibli. Estava lindo. Mas dá uma olhada na fila de gente tentando entrar no museu…

 

Museu Ghibli, Tóquio

Visitamos o museu duas vezes – uma durante o verão de 2016, e uma agora, no inverno de 2018. Simplesmente não cansa! Se você quer saber de todos os detalhes, clique aqui!

É lindo, tão lindo! Todo detalhe foi super bem pensado, e executado à perfeição!

Os vitrais das janelas são todos lindos, as pinturas, o parquinho de crianças, o restaurante, as exposições, tudo, absolutamente tudo, é perfeito.

Têm as exposições permanentes, como a mágica da animação e as salas de artes, e as exposições temporárias. Você pode visitar o museu quantas vezes quiser que sempre vai ter uma coisa nova para se ver!

Na nossa primeira visita, teve o Neko-bus (ônibus gato) tamanho ‘real’, e dava para entrar e sentar, sentir o pelo fofinho, e até apertar o nariz dele. Sério, foi mágico. Teve também uma réplica do castelo do filme O Castelo Animado (Howl’s Moving Castle), com as janelas abertas, da onde dava para ver a lavanderia, o banheiro, a biblioteca, e muito mais. Era tão lindo que ficamos olhando lá por muito tempo!

The giant guardian robot from Castle in The Sky on the courtyard of Ghibli Museum, in Tokyo, Japan. If you like any Ghibli movie, go visit it!

Nenhum post Ghibli estaria completo sem a foto desse gentil e lindo gigante, estaria?

Na segunda visita, a exibição era sobre comida. Se você não percebeu ou não viu filmes o suficiente, eles todos têm comidas, que são maravilhosas. A exibição foi de dar água na boca e tudo era tão detalhado que a gente foi embora sabendo que nunca vai pode trabalhar lá, a não ser que desenvolta altas doses de paciência.

A melhor parte é o quintal do último andar, aonde fica o gigante do filme O Castelo no Céu. Ele é perfeito, gigante, e tão, tão incrível!

Tem a regra de não tirar fotos dentro do museu, mas pode-se tirar quantas quiser do lado de fora, então todo mundo faz fila para tirar foto com o gigante. É demais.

E aí tem um filme de curta metragem para todo mundo. Cada mês é um filme diferente, e todos são lindos.

Para fãs dos estúdios Ghibli, não só do Totoro, esse é o melhor lugar para se visitar com certeza!

E, para os menores de 12 anos, tem uma área com um Neko-bus (o ônibus-gato) para brincar. Sim, por favor!

 

 

Exposição de arquitetura Ghibli, em Osaka

No final de 2017, a gente teve a chance de visitar uma exposição incrível em Osaka, que mostrava detalhes da arquitetura dos filmes Ghibli. É de cair o queixo a quantidade de detalhes que vão na construção de cada cômodo, casa, vila, escola e loja de cada filme Ghibli.

A exposição estava dividida em áreas, então tinha um cômodo (ou uma parte de um cômodo) para cada filme.

Filmes mais famosos, como Heidi, Chiriro e Totoro tinham réplicas, mais detalhes e várias pinturas e fotos. Outros tinham só rascunhos, desenhos e explicações (em japonês).

Tinha um guia em áudio, mas eram só em japonês e a gente não pegou.

As crianças estavam muito cansadas no final, mas eu amei e quis muito comprar um dos rascunhos para pendurar na parede da minha casa, mas eles não estavam a venda.

E a gente também viu o quão a sério eles levam cada filme que fazem. É muito trabalho em cada detalhe que a gente nem percebe.

The engraved block also from Castle in The Sky, and my 3 younger kids during our summer visit. It was beautiful and every detail is so perfect! Ghibli Museum is definitely worth a stop!

Esse bloco, também do filme Castelo no Céu, e as crianças na nossa visita de verão. Tudo  lindo. 

Ah, e a regra de não tirar fotos também valia.

Tem sempre uma exposição Ghibli acontecendo no Japão, então procure uma! Nós vimos na máquina Loppi (que vendem os ingressos para o Museu Ghibli), mas tinha placas em alguns trens também, então fique de olho! Acredito que todas são maravilhosas.

Comida Ghibli

No Japão, tem muitos lugares que vendem comida com o tema Ghibli.

Tem o restaurante do Museu Ghibli, o Mugiwara Boushi, que é o principal.

Mas tem muitas padarias e doceiras que vendem coisas dos personagens, e são maravilhosos!

A gente foi também no Shiro-hige (Tóquio) só para comer o bolinho com creme do Totoro e descobrimos que eles vendem muito mais coisas, como cookies e tal com o tema. Para os fãs sérios, vale a parada!

totoro cream puff

Os bolinhos recheados do Shiro-Higuê. Não são maravilhosos? Os enfeites indicam o recheio. Tinha morango, custard, e chocolate. 

Coisas Ghibli

A gente tem um post aqui sobre todas as lojas Ghibli que a gente visitou e, gente, tem muitas! Por todo o Japão! Clique para ver!

Não perca.

Mas, sério, a maioria das lojas de departamento tem uma área Ghibli, então é só procurar.

E não se esqueça de comprar o que você quer muito na hora que encontrar, porque tirando o Totoro e o Jiji (do filme O Serviço de Entregas da Kiki) de pelúcia, você não vai encontrar tudo em todos os lugares. Eu queria ter sabido disso quando a gente encontrou o vaso do gigante do filme O Castelo no Céu várias cidades atrás.

O museu Ghibli tem a loja mais linda e mais variada, mas as lojas Donguri no Mori também são maravilhosas.

Todas as exposições costumam ter uma loja com muita variedade também.

village vanguard

Dentro de uma Village Vanguard, na parte Ghibli. Já marcou sua viagem? Eu quero tudo!

Para terminar…

Tem muito mais experiências para se ter, mas essas foram as que a gente encontrou, visitou, e pôde babar em cima.

Para os fãs Ghibli, ou só do Totoro, uma visita à casa da Satsuki e da Mei é necessária. Não perca!

Não se esqueça de clicar aqui para encontrar hospedagem no Japão! (link afiliado)

 

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.