Um pequeno guia de Toronto, Canada, com crianças

Toronto, Canadá, é uma cidade incrível! É perfeita para crianças, adolescentes e adultos. Tem de tudo, para todos! Clique para ler mais!

Pine para depois!

*esse post foi parcialmente patrocinado – recebemos alguns descontos, mas as opiniões são 100% nossas. 

Passamos 2 semanas em Toronto, em junho de 2017.
Tivemos 2 semanas cheias, aonde conseguimos fazer e ver muita coisa e foi incrível. Esse guia vai ficar meio longo.

Era verão. A gente chegou pouco depois dos alagamentos, então ficamos com um pouco de medo. As ilhas estavam fechadas. Isso nos limitou um pouco, mas não o suficiente. Nas áreas aonde passamos o nosso tempo, tudo estava perfeitamente normal, os dias foram quentes e ensolarados. Choveu por uns 2 dias, mas em todo o resto, foi perfeito. Que verão delicioso que se tem nessa cidade!

 

Ficamos nessa casa. A gente tinha o primeiro andar e o porão, enquanto alguém morava no andar de cima. As entradas são separadas, e a gente nunca viu a pessoa nem ouviu nenhum barulho nas duas semanas. A gente encontrou o Steve e os pais dele, que moram na casa ao lado e foram sempre muito fofos e prestativos. A gente tinha que entrar no quintal deles para usar a lavanderia, então nos encontramos algumas vezes.
A casa é bonita, limpa, confortável. O Steve tem um estoque enorme de coisas para os hóspedes, o que foi maravilhoso, incluindo café de cápsula (primeira vez para nós) e Nutella. Tinha também muitas toalhas e lençóis – super legal saber que tem extras, apesar da gente não ter precisado já que tinha uma secadora de roupas.
Fica em High Park, que é uma vizinhança incrível, com o maior parque de Toronto, a rua Dundas com mil restaurantes, trens, ônibus, mercados e tudo o mais que você queira, bem perto. É quieto, calmo e super legal para crianças.

(Se você é novo no Airbnb, clique aqui para receber um desconto no seu primeiro agendamento – e a gente recebe um também, sem custo nenhum pra você)

High Park, Toronto, Ontario, Canada

High Park, como eu não vi, em toda a sua glória!

O que fazer em Toronto com a família

O bonde Streetcar

A gente usou não para dar uma volta, mas para ir a um destino, mas foi bem legal mesmo assim. Você precisa ter o dinheiro trocado porque o condutor não carrega dinheiro. A gente não tinha, custava uns CAD$6 para nós (só adultos pagam) a gente tinha só notas de $20. ele deixou a gente ir de graça, o que foi bem legal. A Coral (5) amou mais e não reclamou nenhuma vez nos 40 minutos de viagem.

Streetcar in Toronto, Canada

Esse é o bonde Streetcar: fofos, úteis e turísticos

Casa Loma

É o único castelo em completo nas Américas e é enorme! Tem muitas coisas legais sobre ele, vale a visita! A gente recebeu uns walkie-talkies informativos, que tocavam as informações gravadas em cada lugar do castelo. Foi divertido, interessante, e muito informativo. Alguns cômodos estão decorados como eram antigamente, mas outros são usados como salas de exibições. É cheio de escadas, então vá preparado e deixe o carrinho em casa.
A gente não sabia que era tão grande. Tem um túnel subterrâneo que leva até a segunda parte do castelo, do outro lado da rua.
Eles até têm jogos de Escape lá, uma pena que a gente não conseguiu uma hora porque deve ser demais!
As torres oferecem uma vista linda de Toronto.
A gente tinha planejado almoçar no restaurante, mas acabamos comendo no café porque estava mais perto (a gente não encontrou o restaurante em tempo, hahaha, porque logo depois que comemos, encontramos). A comida foi boa e não foi absurdamente cara. Foi uma tarde divertida. Acho que dá para passar o dia todo, mas meio período é suficiente para quem tem crianças pequenas.

Casa Loma, Toronto, Canada

Essa  a vista da lateral do castelo Casa Loma. Incrível, né?

Ripley’s Aquariums

As crianças queriam ver o aquário, então fomos. É um aquário grande, com muita coisa para ver e fazer. Eles têm tanques de toque (de camarões, de caranguejo ferradura, arraias e tubarões), parquinho, um café, muitas áreas de brincar e muitos, mas muitos tanques.
A gente sempre gosta do túnel dos tubarões, mas é bem parecido com o da NZ, então não foi nada de novo. O Rainbow Reef (Coral Colorido) é lindo, mas 2 lugares nos prenderam mais: a área das águas vivas e o tanque de anêmonas. Tão lindos! O aquários das anêmonas é pequeno, mas é tão colorido e único! Eu fiquei olhando por muito tempo. Até as crianças amaram, apesar de não fazer nada. As águas vivas são sempre lindas, tão diferentes uma das outras, e tem um tanque enorme excelente para fotos.
Tem o suficiente para entreter todo mundo o dia todo, mas abre cedo e fica até tarde da noite. A gente foi informado que da hora do almoço até às 5 da tarde é o horário mais cheio. Chegamos às 4:30 e ficamos até às 8!

Stingray, Ripleys Aquarium, Toronto, Canada

A Coral e a arraia. Criaturas incrveis!

ROM + Mostra da Baleia Azul 

ROM é um museu enorme e incrível. Tem muita coisa lá e a gente nem conseguiu ver tudo. Amamos a parte dos dinossauros (são MUITOS) e a parte da história canadense. As outras partes eram bem parecidas com outros museus pelo mundo.
Na parte dos animais, tem umas mesas cheias de objetos estranhos e umas pessoas super conhecedoras do assunto lá para explicar tudo. Foi, provavelmente, a parte favorita do João (12). Ele e o cara de uma das mesas bateram um papão.
A melhor parte do museu, aonde a gente passou a maior parte do nosso tempo, foi a exposição da Baleia Azul, chamada Out of the Depths. É sobre as 2 baleias encontradas mortas em Newfound e Labrador, no Canadá. A mostra inteira é excelente, linda e interativa, super triste, mas real e cheia de fatos. Tem também o coração de uma das baleias lá – o real. Vale pagar a diferença, é uma experiência maravilhosa.
Só fica lá até o dia 4 de setembro de 2017, então vá correndo!
Lá dentro do museu estava bem frio e mesmo com uma blusa, a gente estava tremendo. Tentamos comer alguma coisa no café às 4:30 e ele estava fechado, o que foi estranho, já que o museu ainda ficaria aberto por mais uma hora.
Ah, a parte favorita da Coral foi na área de tanque de areia em que ela podia escavar ossos de dinossauros. Tinha uma moça lá explicando as partes do dinossauro descobertas.

Blue Whale Heart, ROM, Toronto, Canada

Esse é o coração real da baleia. É mais alto que eu – não que isso seja difícil

As letras de Toronto

Fica na praça Nathan Philips. Era verão, então não deu para patinar no gelo, infelizmente. Ainda assim, passamos algumas horas lá. As letras mudam de cor de tempos em tempos e às 8 da noite, teve um showzinho com as cores das letras – veja o vídeo!. As letras são grandes o suficiente para a gente entrar dentro e descansar.
A piscina, infelizmente, tinha uma fonte ligada que ficava atrapalhando o reflexo das letras. Foi impossível tirar uma foto das letras e do reflexo sem as águas atrapalhando.

Toronto Letters Sign, Toronto, Canada

Essas sao as letras. Se olhar direito, dá pra er um pouco das minhas crianças nos Os.

Cataratas de Niágara

Vou falar mais sobre isso semana que vem!

Parques e parquinhos de Toronto

Waterfront playground

Foi bem burro a gente deixar para o último dia, justo quando choveu. Estava nublado quando a gente chegou, e começou a chover bem forte mais ou menos uma hora depois que chegamos. É um parquinho legal, tem algumas pistas de caminhada na redondeza, uma pista de ciclismo e alguns quiosques vendendo comida. Não era perto de nada que a gente foi visitar, então deixamos mesmo para o último dia, quando a gente teria carro.
É um lugar legal para passar o dia, tinha gente fazendo festas de aniversário, famílias com seus pique-niques, pessoas se exercitando, crianças brincando. Apesar da chuva, foi um dia bom!

Malta Park

A gente parou lá só porque a Coral estava tendo um dia ruim. É um parquinho pequeno, mas tem mesas de tênis de mesa, várias árvores, bancos e uma boa área gramada. Estava cheio de crianças, e muitos brinquedos – brinquedinhos, mesmo, como pianinhos, Lego Duplo, caminhões de plástico, etc – que deixaram a Coral feliz. Passamos uma hora por lá que foi uma hora boa, mas os filhos mais velhos ficaram entediados.

High Park

É o maior parque de Toronto, e bem perto da casa. Eu só passei por ele indo de um lugar para o outro, mas enquanto eu estava no cabeleireiro com a Melissa (13), o Angelo levou as crianças menores para passear. Tem parquinhos, árvores, áreas gramadas, até um zoológico pequenininho. Era começo de verão, então tinha muitos bebês. Como não se encantar com um bebê capivara?

Baby Capybara, High Park, Toronto, Canada

Ai, gente olha que fofuras, esses bebês capivara!

Aonde comer em Toronto

Eaton Centre

É um shopping com uma praça de alimentação enorme. Tantas opções! Comemos sushi, poutine e sorvete. Haha. Não foi a melhor comida do mundo, mas foi um lugar fácil de encontrar alguma coisa que deixasse todo mundo feliz.

Dundas St

É uma rua bem legal, cheia de restaurantes. A gente andou para um lado e para o outro sempre que não sentia vontade de cozinhar (sempre). Tem opções mais em conta e opções bem caras. Dá uma volta, ou só entra no primeiro lugar que encontrar! Divertido, pelo menos!

Galaxy Donuts

Não foi o lugar mais bonito nem o mais gostoso, mas os donuts estavam OK e foi muito barato. Compramos uns 4 donuts e um refri e paramos coisa de 3 dólares.

Wahlburgers

Hambúrger e atendimento bom. Gostamos, mas não é uma coisa que a gente precisa comer de novo.

High Park, Toronto, Ontario, Canada

Andar pela vizinhança é sempre gostoso – e High Park não podia ser diferente!

Chocolateria

Eu não conheço ninguém que não goste de chocolate, e não acho que seja fácil fazer um chocolate ruim (apesar de já ter encontrado alguns). Esse era gostoso, caro, mas valeu o dinheiro. Não foi o melhor chocolate do mundo, mas foi melhor do que os dos mercados.

Ed’s Real Scoop

Eu não experimentei, mas o Angelo foi com os 3 filhos menores. O lugar é divertido, o sorvete é bom, mas o atendimento deixou a desejar.

Potbelly soup & sandwiches

É um restaurante tipo Subway, mas melhorado. A sopa de tomate é deliciosa. É um dos lugares que a gente vai querer aproveitar de novo quando encontrar.

Five Guys burger

Paramos nesse porque a gente tinha a opção de Nando’s ou lá. Escolhemos o restaurante local. O hambúrger foi gostoso, as opções são enormes, o atendimento foi tranquilo. É meio fast-food, mas eles oferecem amendoim de graça. Hahaha, amei. O que a gente descobriu depois é que é uma cadeia americana.

Compras

No Frills

Era o mercado mais perto de casa. Pequeno, mas tinha de tudo. No primeiro dia de compras, a gente não tinha nenhuma moeda de 25 centavos para pegar um carrinho, mas a moça do caixa nos deu uma. Foi uma ótima primeira impressão. Voltamos lá várias vezes. Não é o lugar mais barato, mas não foi super caro também.

Casa Loma Tunnel, Toronto, Ontario, Canada

Esse túnel é da Casa Loma – legal e meio medonho

Wallmart

Passamos umas 3 horas lá dentro – tanta coisa! A gente só tinha que comprar umas roupas debaixo para as crianças e umas camisetas para o Angelo, mas acabamos comprando vários doces, bolinhas de sabão e giz de chão. Ainda bem que a gente não pode comprar muita coisa por causa do limite das malas.

Downtown Camera

Eu queria uma câmera menor e a gente decidiu experimentar uma mirrorless. Visitamos a loja, conversamos com um atendente super entendedor e decidimos pela nova câmera. Eles são bem legais lá e até responderam às perguntas das crianças. O preço era o mesmo da Amazon.

Ikea

A gente só queria ver. A última vez que fomos em uma Ikea, foi em Madri em 2006. As crianças ficaram impressionadas com o tamanho da loja e a variedade de coisas.

Transport

Metro

A gente usou muito o metrô de Toronto. Foi tranquilo, a gente pagava direto em uma caixinha (que ninguém conferia) e entrava. As crianças não pagaram nunca, o que facilita a nossa vida e faz com que o transporte público seja mais barato do que taxis.
Foi fácil de usar, e a gente ganhou um mapa do metrô pequenininho. Bem legal.

ROM, Royal Ontario Museum, Toronto, Canada

A parte de fora do ROM é assim. As crianças disseram que parecia que tinha caído um meteoro ali e eles construram o museu dentro.

Uber

A gente usou o Uber só para ir da casa até a estação de trem no último dia. Foi tranquilo.

Taxis

Usamos o taxi para ir do aeroporto até a casa. Eles cobram mais para os usuários dos carros grandes, mas o taxista foi bem legal, falou da vizinhança, aonde comer, como chegar no metrô, e etc. Gostamos!

Aluguel de Carro

Alugamos o carro por um final de semana para ir para as Cataratas de Niágara. Foi bom ter um carro e só dirigir por aí, sem se preocupar com a hora e tal. A gente alugou na Budget, que foi a mais barata e tinha a promoção do final de semana.

Cabeleireiro

Grateful Head

A Melissa (13) pintou o cabelo nesse salão. A gente foi, conversou com uma menina, gostou dela e marcou. Quando chegou no dia, veio outra moça atender. Ela é mais experiente, fez um trabalho lindo, mas cobrou $100 a mais do que a outra menina. A Mel tem o cabelo comprido, precisou descolorir e quis pintar com 3 cores, então acho que sairia caro de qualquer jeito, mas foi muito mais do que a gente estava disposto a pagar.

Os esquilos!

Gente, é muito esquilo! Eles estão em todos os lugares, atravessando a rua, correndo nos cabos, tentando abrir latas de lixo, nos telhados, nas árvores, em todos os lugares!
São extremamente fofos! Vimos marrons, pretos e cinzas, todos lindos!
Com a exceção do zoológico miniatura do High Park, não vimos nenhum outro bicho – tá, vimos cachorros.

Squirrel, Toronto, Ontario, Canada

Olha pra isso, gente! Claro, eles ficam mais lindos fora do lixo, mas aí eles também ficam mais rápidos e impossíveis de fotografar – para mim, pelo menos

A gente se divertiu em Toronto e acho que é uma das nossas cidades canadenses favoritas!
Tinha tanta coisa para se ver e fazer!
É uma pena que as ilhas estavam fechadas, mas a gente se divertiu e conseguiu encher quase todos os dias com alguma coisa.

Se você quer ver uma lista com tudo o que se tem para fazer em Toronto com crianças, se cadastre para receber nossa newsletter e ganhe acesso a tudo isso!

SaveSave

1 responder

Trackbacks & Pingbacks

  1. […] gente estava em Toronto e decidiu ir conhecer as Cataratas de Niágara. Fomos na nossa última sexta-feira porque […]

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta