Um guia sobre Bogotá, Colômbia, com crianças

Bogotá, Colômbia, é um destino maravilhoso para se viajar com crianças! Veja mais no site!

Bogotá traz sentimentos contraditórios para nós. É uma cidade linda, muito silenciosa (comparando com Lima, haha) mas estava fria e chuvosa. Fica em altitude bem acima do nível do mar, o que explica muita coisa.

A gente não fez muita coisa enquanto esteve lá porque teve alguns problemas. Primeiro, eu tive dias bem ruins com a minha cabeça. Depois tivemos problemas de taxi – os taxis comuns reclamam para levar 4 passageiros, quem dirá 6. A gente precisava pegar Ubers, mas tinha dias em que eles não vinham – por problemas com taxistas. Estivemos lá em maio de 2017.

Alerta de altitude! 

Bogotá fica a 2644 m acima do nível do mar

Bogotá é uma cidade estonteante e, no momento em que você consegue ver alguma coisa, você se apaixona. Que lugar lindo!
Os colombianos, no geral, são excelentes, ótimos com crianças, todos os lugares que visitamos estão super preparados para receber os pequenos. É um lugar incrível.

Passamos nossas 2 semanas nesse apartamento. Tinha espaço suficiente para 6 pessoas, as máquinas de lavar e secar roupas mais incríveis do mundo, e tinha tudo. Tudo, absolutamente tudo. Tinha até pilhas de guardanapos, lenços de papel, papel higiênico, xampú, condicionador, pasta de dentes e escovas novas, algodão, até pacote de absorventes menstruais, tudo novinho. Foi a primeira (e única) casa em que tivemos tudo, assim. É perto de 2 mercados, um ponto de ônibus, e restaurantes.

Fica em um condomínio, então é seguro o suficiente. Nosso problema foi o barulho. Uma noite, algum vizinho de cima ou do lado (não conseguimos descobrir) deu uma festa que durou umas 20 horas. Super alto, pessoas gritando (ainda bem que era em espanhol e bem bêbado – impossível entender), arrastando móveis, dançando. Por sorte, as crianças tinham dormido pouco antes de começar a festa. Por azar, era nosso dia de filme e a gente não conseguiu ouvir nada. Tirando esse dia, foram 2 semanas sem problemas.
(Se você é novo no Airbnb, clique aqui para receber um desconto no seu primeiro agendamento – e a gente recebe um também, sem custo nenhum pra você)

Zona Rosa, Bogotá, Colombia

Zona Rosa, logo depois de uma tempestade. Em geral fica bem mais cheia!

A gente primeiro se apaixonou pela beleza de Bogotá, mas logo a gente descobriu coisa melhor: a comida. Hoje vou começar pela comida, claro.

Para comer em Bogotá

Tem uma coisa que vou avisar: as empanadas colombianas não são boas. A massa é amarela, dura, ruim. Sério.
Por outro lado, os buñuelos são amor. São bolas grandonas de um pão com queijo, fritas. Pura gostosura! Minha comida de rua colombiana favorita!
A gente também não visitou muitos restaurantes porque a gente ficava voltando pros mesmos. Tão bom comer em um lugar que você sabe que é bom!

Andres DC

Esse foi o nosso favorito, de longe. Foi um dos mais caros, mas a gente ficava voltando milhares de vezes. Acho que fomos umas 2 vezes por semana.
Nos sábados, eles oferecem umas atividades para crianças que não são gratuitas, mas são baratas o suficiente. Fica bem barulhento também. Tem uns caras que vão de mesa em mesa tocando violão, cantando e jogando confeti – foi divertido. A Coral e o Angelo receberam faixas nas cores colombianas nessa hora, e foram embora usando.
Voltando à comida, o cardápio é enorme e a gente demorou horas pra escolher. Eles servem frutas de couvert – maravilhoso! E toda comida que a gente pediu é uma delícia. Eles têm várias unidades em Bogotá, vale procurar o mais próximo e ir visitar. O Andres DC, que a gente amou, fica na Zona Rosa. Você não vai se arrepender.

Andres Carne de Res, one of the best restaurants in Bogotá, Colombia

Dentro do Andrés DC, que saudades desse lugar!

Arte Y Pasión

Esse foi outro dos nossos favoritos. A gente foi algumas vezes. Fica bem cheio na hora do almoço, mas ainda assim vale visitar. As crianças AMARAM os desenhos nas bebidas, feitos ali, na frente deles, com os baristas agaixados para eles conseguirem ver direito. O Angelo experimentou 2 cafés diferentes, feitos de maneiras diferentes, e amou os dois. Eles traziam uma parafernália para a mesa, acendiam uma vela e faziam tudo, inclusive ferver a água, ali mesmo. Muito, muito legal.

Candelaria Café

Paramos ali rapidinho porque eu comecei a passar mal e precisava dar uma descansada. Fica bem no coração da Candelaria, um café bonitinho com umas comidas boas. As mesas da frente eram de vidro, e tinham grãos de café dentro. Os salgados eram bem gostosos e o café era ótimo. Tudo bem que é Colômbia e 99% dos cafés são bons por lá. Eu nem gosto de café, mas tomei lá e gostei.

Andte Y Pasión, Candelaria, Bogota, Colombia

Esse café foi o mais legal do mundo! Foi o segundo café ‘estranho’ que o Angelo tomou lá, e apesar de ser forte e amargo, ele gostou. O que todo mundo amou foi a aula de física e química que aconteceu naquela hora!

Atividades para a família em Bogotá, Colômbia

A altitude pegou a gente de surpresa – outra falha no planejamento. A Melissa e o Angelo ficaram meio mal nos primeiros dias, mas logo melhoraram. Eu, por outro lado, fiquei mal durante quase uma semana, mas depois melhorei.

Catedral de Sal

Nosso primeiro passeio acabou sendo para a Catedral de Sal. A gente ia para a Candelária, mas nosso motorista do Uber disse que estava tendo um protesto lá na Candelária, então desistimos e acabamos indo para a Catedral de Sal.
A primeira coisa que todo mundo PRECISA saber antes de ir é que é uma igreja em uma mina de sal, enterrada. São túneis e mais túneis subterrâneos e escuros para chegar até à catedral. É bem bonito, impressionante o que eles fizeram lá. Mesmo a gente, que não é religioso, gostou.
Vale visitar – apesar de ser meio longe de Bogotá. Fica em Zipaquira, a 30~50 minutos de carro.
Tem a catedral, o espelho d’água, um  show de luzes e milhares de túneis. A lojinha de souvenir é feita para imitar uma mini cidade mineradora.

Salt Mirror in the Salt Cathedral, Zipaquira, Colombia

Esse é o espelho d’água da Catedral de Sal. Ele só tem 10 cm de profundidade, e reflete tudo perfeitamente!

Museo Botero

Como eu disse no post anterior. Botero é um artista colombiano. Ele doou muitas das obras dele, e muitas obras da coleção pessoal dele, para museus da Colômbia. É bem legal, e as crianças amaram o estilo dele. Até os objetos, como violões e garfos, são gorduchos! Coisa linda! A mão exposta na entrada é super Botero, enorme!

Zona Rosa

A gente passeou um bocado por lá porque a gente sempre ia comer no Andres DC. Bom, a gente foi uma vez para conhecer e caiu uma tempestade logo que a gente chegou. Tivemos que entrar no primeiro shopping que encontramos e ficamos lá umas 4 horas inúteis. A gente nem podia ir ao cinema porque os filmes todos eram dublados em espanhol.
De qualquer jeito, a Zona Rosa é uma vizinhança bem bonita, com restaurantes incríveis e umas lojas muito legais. Tem uma rua de pedestres bem gostosa.
O trânsito nessa área é o pior da cidade.

Plaza de Bolívar, Bogotá, Colombia

Plaza de Bolívar é rodeada por prédios históricos incríveis, e é a casa para milhares de pombos e vendedores de milho. Lugar incrível!

 

Candelaria

Esse foi meu lugar predileto em Bogotá. Candelaria é o centro, aonde ficam os museus e os prédios históricos. A gente foi lá pela primeira vez em uma quarta-feira e estava LOTADO, com muitas ruas só para pedestres. Os prédios são lindos (apesar de ter alguns tão velhos que estavam caindo aos pedaços, literalmente), a energia lá é ótima e é um lugar feito para ser andado. Revisitamos várias vezes só para andar e tomar um café no Arte Y Pasión.

Supermarkets

Fizemos nossas compras em 2 mercados: Exito e Jumbo. Os dois ficavam perto do apartamento.

Exito

Foi o primeiro que a gente viu. Compramos várias coisas e a mulher do caixa fazia tudo, incluindo empacotar as compras. Ela enfiou tanta coisa em todas as sacolas que mais da metade rasgou. Ela nem ligou e continuou enfiando mais e mais coisas. A gente pediu mais sacolas para re-empacotar e ela reclamou, falou que não podia porque eles estão reduzindo o plástico. Deu 3 depois da gente brigar. Andamos os 10 minutos até o apartamento com sacolas rasgadas.
A gente tem uma sacola reutilizável, mas não é nem o suficiente para as compras de uma semana da nossa família e os mercados lá não oferecem caixas.

Candelaria, Bogota, Colombia, with kids

Candelária e 3 das 4 crianças sendo elas.

Jumbo

Esse é maior, mais longe, mas tem mais variedade e ninguém recusou sacolas, então a gente preferiu esse. Fica dentro de um shopping meio esquisito.
O preço é o mesmo nos dois, então a gente preferia andar mais mas não ter problemas no caixa. Apesar de que, depois daquele dia, a gente aprendeu a levar a mochila para o mercado e encher com as compras – mais fácil de carregar e mais seguro.

Tattoo

Dr. Calavera Tattoo

Escolhemos aleatoreamente. A gente estava passeando e entrou em uma rua com 5 estúdios, um atrás do outro. O Angelo entrou nesse e nós fomos atrás (eu não sei falar espanhol, gente. hahaha). Fizemos nossa tatuagem ali e naquela hora mesmo, rápido e lindo. A minha foi até desenhada na hora. Amamos. Foi o lugar mais caro da América do Sul, tirando o Brasil, mas valeu a pena. O pessoal foi incrível o tempo todo. Amamos.

Picaso and Miro, Museo Botero, Bogota, Colombia

Esses somos nós, discutindo as obras do Picaso e do Miró. Coisinhas estranhas….

Hospital

Fundación Cardioinfantil 

Eu achei que era um hospital de crianças cardíacas, mas o Angelo leu o site e falou que atendia todo mundo, então fomos. Eu estava tendo um dos piores dias desde que bati a cabeça.
Fomos levados para uma fila enorme, daonde a gente via pessoas no chão tomando soro. Fiquei com medo. Na hora que fomos mostrar os passaportes, fomos levados para outra sala, com sofás, TV, um carrinho de vendas e tudo o mais. Foi o momento perfeito para falar com as crianças sobre a diferença social. Passamos 4 horas lá, eu fiz outra tomografia, exames de sangue, uma consulta com um plantonista esquisito e depois, com 2 neurologistas novinhos, mas bem legais. Eles me perguntaram milhões de perguntas, fizeram vários exames, foi bem completo. Saí com recomendação de terapia vestibular e uma ressonância. Não fiz nenhum dos dois. Foi bem mais caro do que na Bolívia, mas ainda bem que a gente tem seguro viagem.
O ruim foi o Angelo ter que voltar 2 vezes para pegar os resultados. Ele foi uma vez às 5 da tarde e estava fechado. Ele também precisou da minha autorização por escrito para conseguir retirar os exames.

Candelaria, Bogota, Colombia

Olha como é linda, a Candelaria! Não tem como não amar!

Problemas com o Uber

Quando tinha protestos, os motoristas do Uber não trabalham. Não tem um taxi que leve a gente – a maioria ainda limita em 3 pessoas, então a gente não tinha outra opção. Aconteceu uma vez, em um domingo, da gente ficar em casa porque os Ubers ficavam cancelando todos os nossos pedidos. Quando um aceitou, ele ficou rodando a vizinhança por MAIS DE UMA HORA. A gente mandava mensagem, ligava, e ele nem respondia. Só ficava rodando. Cancelamos e o Uber ainda cobrou a taxa de cancelamento. Ainda bem que foi só reclamar que eles devolveram.

Acontece, então se você precisa de um carro maior, vai precisar de Uber. Tenha paciência, a maioria dos motoristas que pegamos foi gente finíssima, mas tinha horas em que dava vontade de quebrar o celular.
O ideal, acho, seria contratar um motorista por um ou dois dias e marcar tudo direto com eles, ou através de uma agência de viagens.

Clima

Chove muito. Era época de chuva, e choveu todos os dias. Alguns dias, foi só uma chuvinha fraquinha por algumas horas, mas em outros, dava medo. E é frio na maioria do tempo – menos quando faz muito sol, aí fica quente e gostoso.

Sunset from Candelaria, Bogotá, Colombia

O pôr do sol e sempre um momento mágico, e esse visto da Candelaria não seria diferente…

Esse foi o nosso tempo em Bogotá, Colômbia, com crianças.
Espero poder voltar pra lá algum dia e aproveitar mais – e comer muito!
A gente adorou, apesar da chuva e do frio.

SaveSave

1 responder

Trackbacks & Pingbacks

  1. […] Se for para Bogotá, leve capa de chuva e um sapato a prova de água, como Crocs – feios, mas confortáveis e […]

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta