Um guia de Montreal, Quebec, Canadá, com crianças

Montreal, no Canadá, é uma cidade incrível, que oferece de tudo para todos! É um destino incrível para quem quer viajar. Clique para ler mais!

Um pin para facilitar a vida de quem quer deixar para ler depois

A gente teve 3 semanas em Montreal, Canadá, com as nossas 4 crianças, entre junho e julho de 2017.
Estava quente e ensolarado, das 5 da manhã às 9 da noite, e a gente se divertiu um monte. A gente não fez muita coisa, mas o que a gente fez, amou.

Montreal é uma cidade linda, a gente simplesmente não conseguiu se cansar dela.
Foi também a nossa primeira experiência com o francês – difícil. Por sorte, o Canadá tem 2 línguas oficiais, e a maioria das pessoas fala as duas línguas. Se não fosse isso, a gente estaria perdido.

Tudo sobre Montreal com crianças

Passamos nossos dias nesse apartamento. É um estúdio, na verdade. A primeira coisa que deixou a gente impressionado foi o elevador. É daqueles antigos, de filme de terror. Sabe, aqueles em que você fecha a porta manualmente, aí fecha a grande, e só assim ele mexe? Também cheirava a xixi.
Eu usei as escadas, na maioria das vezes, mas as crianças se divertiram.

Walking is fun for all day long in Montreal, even for the kids!

Montreal de noite fica divina! As crianças se divertiram andando tanto quanto os adultos

O estúdio é grande, mas é um estúdio: sem paredes, sem portas. Tem uma janela enorme que cobre toda uma parede do estúdio, indo do teto até a metade da parede, sem cortina. Isso significava que o lugar ficava super claro às 5 da manhã.

A localização é excelente, mas isso também significa que a avenida é bem movimentada e barulhenta. Muito barulho. Começava lá pra 1 da manhã e ficava até amanhecer. Terrível para quem precisava descansar o máximo possível entre o trabalho de madrugada e o amanhecer.

Tem um lagarto lindo na casa, e foi muito legal ter um bebê pelo tempo que estivemos lá. Tinha também uma gatinha que vinha todo dia para dormir e brincar um pouco. As crianças amaram ter os bichos para brincar.
Ah, e não se esqueça do poste de pole dance e os bambolês, que também fizeram a alegria da família.

(Se você é novo no Airbnb, clique aqui para receber um desconto no seu primeiro agendamento – e a gente recebe um também, sem custo nenhum pra você)

É um lugar excelente se você está em um grupo pequeno, que pode dormir nos ‘quartos’. As crianças dormiram lá, que não são nada além de uns quartinhos improvisados com biombos, que fica mais escuro. A gente dormiu no aberto e sentiu muito a falta do sono no nosso corpo.
Se você vai ficar por pouco tempo, também recomendo. Por 3 semanas, acho muito.
A internet também é lenta, e pode ser por causa das instalações do prédio que são muito velhas, ou porque é dividida com os vizinhos.

Old Montreal's beauty is obvious for every member of the family. Amazing place!

A cidade velha é lindíssima, até as crianças acharam!

O que fazer com crianças em Montreal

– Cinema
A gente foi 2 vezes, para ver Carros 3 e Meu Malvado Favorito 3. Fazia muito tempo que a gente não assistia desenhos no cinema porque era sempre dublado em espanhol. Foi muito gostoso ter a opção de inglês. É mais caro do que pela América do Sul, claro, mas já era esperado. A pipoca é caríssima – mas é o mesmo preço da NZ. Só foi barato mesmo pela América do Sul.

A gente usou o Cineplex, do Forum Mall. É OK, e tem um jogo de estourar pipocas na entrada que fez a alegria das crianças por um tempão. Eles também tem um jogos interativos na sala, antes do filme começar. Quem participa ganha pontos que podem trocar por entradas de cinema. A gente não jogou.

Insectatium e o Jardim Botânico no Espace Pour La Vie
A gente recebeu as entradas gratuitamente, mas as opiniões são 100% nossas.

Entramos pelo Jardim Botânico, e é lindo, como todos os outros jardins botânicos pelo mundo. Nunca vimos um feio.
Então passeamos um pouco por entre as flores até encontrar o Insectarium.
Era feriado, férias, e estava lotado. A gente conseguiu ver tudo, mas não foi fácil. Portanto, evitem feriados.
Tinha muita gente lá dentro, foi difícil conseguir ficar de olho nas crianças E ver tudo o que tinha por lá.

The Botanic Gardens has a lot to offer to all the family!

Esse é o Monumental Dougherty. Diversão garantida para crianças de todas as idades!

Para ser bem honesta, na metade do caminho eu já queria ir embora. As pessoas estavam empurrando as crianças para ver as coisas, eu estava cansada de proteger as crianças, empurrar as pessoas de volta, distribuir os olhares de mãe-louca, e ainda ouvir o que as crianças estavam falando.
Mas eles estavam se divertindo tanto que eu persisti.
Passamos pouco mais de 2 horas lá dentro.
As crianças pequenas se divertiram. O quadro com os besouros coloridos é lindo, e as crianças se arrepiaram com a quantidade de insetos estranhos da Costa Rica (nosso próximo destino)

Depois que saímos, perguntamos quem ia ter coragem de experimentar as comidas feitas com insetos e, claro, ninguém quis. Mas a Coral quis o sorvete, então fomos para a fila. Tinha umas 15 pessoas na nossa frente, mas a fila demorou uns 20 minutos. Quando foi, finalmente, a nossa vez, o Angelo tinha tomado coragem e resolveu experimentar o sorvete de cupim. Acho que eles fazem de propósito, isso.

Ele acabou com o sorvete sob os olhares de nojo da família.
Enquanto ele terminava o sorvete com cupim, as pessoas em volta tiram selfies com os insetos das comidas deles.

Insect tasting is a big thing at the Insectarium. The kids had fun watching people eating them.

Sorvete de cupim, servidos? As minhas crianças não quiseram. Nem eu.

Então, recomendo a visita, mas escolha um dia de semana e vá durante o horário escolar para o Insectarium.

O Jardim Botânico, no entanto, foi lindo, e pode ser visitado a qualquer momento. Apesar de ter muita gente, o lugar é enorme e não parece estar cheio.
Depois que saímos do Insectarium, fomos andar um pouco mais pelo lugar e visitamos o Monumental Dougherty, que é um mini labirinto feito de galhos, bem legal.
Também comemos umas frutinhas direto das árvores, visitamos o Jardim Japonês, e brincamos em uma trilha de obstáculos para crianças.

O Jardim Botânico foi incrível para todos nós. O Insectarium é legal, mas precisa escolher um dia bom para se visitar e evitar a lotação.

Insects tasting can be fun for the whole family. Maybe just watching, though.

Esse é o menu. Agora me diga, alguém na sua família comeria alguma coisa?

Tirolesa MTL Zipline
Recebemos 2 entradas gratuitas para essa tirolesa, mas as opniões são 100% nossas.

Passamos por lá um dia, conversamos com uma pessoa de lá e eles nos falaram que pessoas entre 3 e 92 anos podem ir. As crianças ficaram todas felizes, mas quando descobriram que teriam que ir sozinhos, desistiram. Só eu e a Melissa queríamos ir, então acabamos indo embora.

Da segunda vez que passamos por lá, a gente tinha um propósito. A Mel e eu iríamos, mesmo se ninguém mais fosse. E fomos mesmo.
Assinamos a ficha de responsabilidade, recebemos um porta celular, e fomos nos equipar. Um cara nos mostrou como colocar os negócios nas pernas, enquanto o outro ajustava os capacetes nas nossas cabeças.

De lá, nos falaram para subir os 3000 degraus até o topo da torre. Claro, não eram 3000 degraus, mas pareceu.
Uma moça nos deu as instruções de segurança e lá fomos nós. A Mel foi primeiro porque eu queria filmar.

Montreal Tyrolienne is highly family friendly: anyone who can climb stairs can zip line!

Você já experimentou uma tirolesa? Essa é perfeita para iniciantes.

Enquanto ela voava, foi a minha vez de me preparar e receber as instruções de novo. Quando eu ouvi o ‘Ready’ (pronto), entrei em pânico.
Eu estava segurando a câmera, mas também queria segurar o cabo para não morrer, então soltei a câmera. Ainda bem que ela estava pendurada no meu pescoço. Quando eu senti que não ia morrer, tentei filmar alguma coisa direito, mas não consegui. Já estava quase no fim. Hahaha.

Bom, eu tenho medo de altura, sabe. Espero que vocês gostem do video do céu que eu fiz enquanto brincava na tirolesa. Brincadeira, o Angelo falou que não dá pra usar nada e ele que faz os vídeos…

De qualquer jeito, foi bem legal, é bom pra crianças, e vale a pena! É uma tirolesa perfeita para iniciantes!

– Apple Camp
Se você estiver em Montreal durante as férias escolares, matricule suas crianças (entre 8 e 12 anos) no Apple Camp. São gratuitos, bem legais e as crianças ganham uma camiseta. Até o Angelo ganhou. Eles fizeram o curso de filmagem, aprenderam um pouco sobre composição, como fazer um vídeo interessante, socializaram, e ainda ganharam um certificado de conclusão de curso. Como não amar?

Street art is serious business in Montreal - the kids loved finding new and different, or weird art everywhere

A arte de rua de Montreal é levada super a sério. Esse mural foi um dos favoritos das crianças

– Andar pela Velha Montreal e o Porto Velho
Montreal é incrivelmente linda, mas a parte velha da cidade, incluindo o porto velho, é mágica! Tem muita coisa pra fazer, é linda, com muitas opções de restaurantes, lojas e museus. Dá pra morar lá. Eu conseguiria.

Festivais

Durante o nosso tempo lá, tivemos sorte de estar bem no meio de 3 festivais. Foi, provavelmente, muito mais do que a gente já viu na vida.

– A Nous La Rue
Não entendi muito bem o que era, mas foi divertido. A gente estava andando pela Velha Montreal quando viu alguma coisa acontecendo e resolveu parar. Tinha música ao vivo, acrobatas, projeções de video nos prédios, pessoas verdes (não conseguimos entender esses) andando. Foi legal, mesmo chovendo um pouco.

The festivals in Montreal were incredible! Maybe we were just lucky, but we could find one every single day!

Parte do festival A Nous La Rue. Divertido!

– Feira na Sainte Catherine
Também não entendi muito bem o que era, mas vimos um monte de barracas quando saímos do Apple Camp um dia, e resolvemos olhar. Muitas barracas, ruas fechadas para os carros, pessoas, música, xadrez, batalha naval e pebolim gigantes, muito legal. Paramos, andamos um pouco, brincamos um pouco, e nos divertimos – apesar de não comprar nada por lá.

– Just for Laugh
Aí, quando estávamos indo embora da feira da Sainte Catherine, passamos por esse. Tinha teatros abertos, artistas fazendo performances na rua, muitas barracas de comida, um lugar para assar marshmallows gigantes, e coisas que a gente não tem a mínima ideia do que eram porque a Coral estava cansada e queria ir pra casa. Esse foi o lugar mais lotado que a gente viu em Montreal, até mais que o insectarium.
Mas foi legal.

– Festival de Arte de Rua
Quando a gente chegou, ele tinha acabado, mas deixou vários prédios cobertos com murais incríveis pela cidade. Vale a pena andar com a câmera pronta!

The Botanic Gardens in Montreal seems made for kids. Perfect day out for all ages, though!

Isso é parte do desafio ‘Herói da Floresta’ do Jardim Botânico. Muito legal!

Para Comer

O atendimento em todos os lugares de Montreal foi super bom. Nos sentimos bem em todos os lugares e a comida foi ótima quase sempre.

– Royal Burger
Foi o primeiro restaurante que a gente experimentou e foi bom. Voltamos lá algumas vezes. O poutine é delicioso e os hambúrgeres também. O hambúrger vegetariano estava meio seco.

– Juliette et Chocolat
Meu preferido. Algumas vezes, demorava para a gente ser atendido, ou para a comida vir, mas tinha 1 ou 2 garçons atendendo todo o restaurante enorme – claro que ia demorar. Mesmo assim, amamos e voltamos muitas vezes. O POP Fondue é maravilhoso, um fondue de mini picolés. O Angelo amou o Chocolate Fondant. A salada com molho de chocolate também é boa, mas é grande e fica enjoativa no final. Vá com calma e aproveite. Delícia!

– Kurobuta
É um restaurante estilo japonês. A comida é gostosa, mas não é japonesa autêntica. O atendimento foi OK. Derrubaram uma xícara de molho gelado (ainda bem) em cima do João (12), foi engraçado. Até ele achou engraçado. Sempre tem uma primeira vez.

The Harbour in Montreal is beautiful in any weather

O porto é lindo, mas todas as vezes em que passamos por lá, o tempo estava fechado.

– La Diperie
Pegue um sorvete pequeno. A gente pediu um grande cada porque tem o olho maior que a boca, mas foi demais. Nenhum de nós conseguiu terminar. Foi tanto sorvete que eu até fiquei passando mal. Eca.
A ideia é divertida: você escolhe o tamanho, o recipiente, a cobertura de chocolate e a cobertura que vai por cima do chocolate. Não escolha o de limão, não combinou.

– The Keg Steakhouse
Comida muito boa. Foi meio caro, mas valeu a pena. Tudo estava perfeito! O queijo brie assado estava dos céus!

– Big in Japan
Experimentamos esse porque ficava bem em frente ao apartamento. Deveria ser um restaurante japonês, mas não é. É comida inspirada na japonesa, mas não é japonesa. A gente não gostou. Também estava cheirando a peixe muito forte lá dentro.

– Dirty Dog
Hambúrger bom, porções enormes de fritas e poutine. É bom, vale a pena. Aproveite o passeio pra apreciar o grafite na lateral do prédio.

Montreal is also full of churches and cathedrals.

Igrejas e catedrais fazem parte de toda cidade histórica e Montreal não poderia ser diferente.

– The Cage
Comida gostosa, mas o lugar é aberto e um passarinho fez cocô no Zé. Hahahah. O menu infantil vem em um livrinho de atividades que manteve a Coral entretida por um bom tempo.

– Delice
Se você gosta de xarope de bordo, visite. Se não, nem vá.

A gente só foi para comer a geleia de bordo na neve (é no gelo, não na neve – era verão). Que delícia! Derrete bem rápido no verão, então enfie inteiro na boca.

– Reuben’s
Entramos depois de passar o dia todo fazendo compras. As escadas eram velhas e encarpetadas. O carpete vermelho e estava todo desbotado. Deu um pouco de medo, mas a comida foi excelente, tanto quanto o atendimento. Amamos!

Compras

– Segal
Esse supermercado era muito mais barato do que os em volta. Eles não oferecem sacola, mas têm várias caixas para uso. É bem pequeno e lotado. Vale a pena ir se o seu orçamento é apertado. Leve sua sacola ou use uma das caixas disponíveis no lugar.
Só preste atenção porque não tem nenhuma placa na entrada, só um monte de gente entrando e saindo.

– B&Y
Fomos lá milhares de vezes também porque era muito perto do apartamento e fica aberto direto. Não é barato como o Segal, mas tem o mesmo preço dos outros mercados da região.

– Charcuterie
Na Sainte Laurent, tem várias dessas. Eles vendem carnes curadas, na maioria. Alguns vendem sanduíches, e uma tem uma fila enorme. A gente foi na menorzinha e amou.

– As farmácias Pharmaprix e Jean Coutu
Farmácias enorme, me lembrou muito as japonesas, aonde dá pra fazer as compras do mês. Tem de tudo, desde remédios à comida, brinquedos, até roupas. A gente se divertiu passeando.

The Botanic Gardens is incredibly beautiful and it offers endless fun for all ages

E flores para quem conseguiu ler até aqui! – no Jardim Botânico Espace Pour La Vie

 

Tattoo

Fizemos as nossas na Mandrika. Amamos! Desenho feito para nós, rápido, limpo. Super recomendamos.

Essas foram as nossas 3 semanas em Montreal.
É uma cidade que merece ser visitada por todos, tão linda e cheia de coisas para se ver e fazer! É um destino perfeito para umas férias em família!

Você segue a gente no Facebook? Postamos todas as nossas novidades por lá também!

1 responder

Trackbacks & Pingbacks

  1. […] de trem, de novo, de Montreal para a cidade de Quebec. Foi uma viagem longa, de mais de 4 horas, mas foi […]

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta