Um Ano de Viagens, por Angelo

 

Talvez um dos posts mais difíceis de escrever e também o mais sentimental. Não é possível fazer uma análise sem ser muito pessoal. Desculpem!

Um ano se passou. Um ano desde que decidimos mudar novamente. Nova Zelândia era a parada final, chega de viagens, mas não por muito tempo, o bichinho da viagem nos picou novamente e dai partimos. Em um ano, visitamos mais lugares quem em todo nossa vida!

Poder ver o mundo tem sido uma experiência incrível. Visitar lugares como o Salar de Uyuni ou o Machu Picchu e até mesmo se apaixonar por outra cidade, Montevideu, foi simplesmente animal! Da mesma maneira que viajar te leva a sonhar e as alturas, existiram momentos que a instabilidade e incerteza tomam conta.

No começo
Os primeiros meses de viagem foram muitos diferentes do que são hoje. Rotinas, trabalho, temperamento, sentimentos e relacionamento, tudo mudou e continuam em constante mudanças. Do bom ao ruim ao bom novamente e nossa energia vai no mesmo caminho.

Um Ano – De um carro cheio para um carrinho de bagagem

Ninguém disse que seria fácil
Bem… não foi e estou feliz por isso. Nunca pensei que viajar pudesse ser tão cansativo. Fazer as malas, aeroportos, esperar, segurança, papelada, acomodação, o que fazer, o que comer e onde ir. Estar juntos 24×7 é a tarefa mais difícil. Saber o momento de cada um e respeitá-lo. Confesso que ainda estou aprendendo como fazer. Mas o melhor foi poder mais e mais sobre as crianças, sobre a Thais e sobre eu mesmo e com certeza em casa, não teria essa oportunidade e me arrependo de não ter aprendido mais sobre eles antes.

Planos. Quem precisa deles, certo? O planejado nunca acontece como deveria. E eu pensava que visitar lugares, família e amigos seria incrível. Nem sempre.

Viajar não é fácil. Nosso ônibus atolado na ida até Oruro, Bolívia

Lugares
Não são como nas fotos ou guias de viagem, mas são todos incríveis e valem a pena ser visitados.

Places we’ve been. So many to go!

Amigos
Sinto muito a falta deles. Dos amigos de infância e da vida que deixamos pelo mundo. Gostaria de poder ficar mais com eles. Obrigado por estar sempre conosco!

Família
Estar longe da família por muitos e muitos anos cria uma certa expectativa e momentos de tensão no momento do reencontro ou convívio. Não fui a pessoa que eles esperavam e nem eles foram o que eu esperava.

Nós!

Crianças
Amos vocês um monte! Obrigado por estar sempre ao meu lado quem precisei e desculpe por ser sempre um chato ou quase sempre um chato.

Thais
Você é a base desta família. Desculpe as vezes que te deixei na mão e obrigado por me ajudar sempre. Amo você.

sunset uyuni bolivia

Amor

E agora?
Nesse ano que quero é mais! Falar e aprender mais. Conhecer mais lugares, mais pessoal. Ter mais primeiras vezes. Ser mais paciente e um melhor parceiro e pai.

Obrigado a todos que nos acompanharam durante esse ano. Espero estar aqui escrevendo pouco e sempre por mais alguns anos!

 

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta