Um ano de viagens: o que você precisa de verdade

Pin it!

Nós estamos viajando há mais de um ano. Veja aqui quais são os itens necessários e os nem tanto.

A gente está viajando há mais de um ano e a gente já se sente capaz de avaliar as coisas que a gente tem usado. Então, vamos falar sobre o que você precisa, o que você não precisa e tudo o mais.
Pra começar, a lista com as coisas que a gente carrega está aqui, atualizada.

E agora, vou contar o que tem sido extremamente útil na nossa viagem, e uma avaliação rapidinha das nossas malas.

O que todo mundo precisa

– Uma boa mochila ou mala. A gente gosta de mochilas porque a gente pode colocar nas costas e subir escadas sem se preocupar em puxar malas. Só que, de vez em quando, eu fico com vontade de trocar por uma mochila com rodinhas. Isso é ainda mais verdade quando se tratam das crianças. Quando a gente precisa andar por 20, 30 minutos carregando tudo nas costas, eu fico com peso na consciência deles terem que carregar tanto peso nas costas. Então, talvez, quando chegar a hora de trocar as malas, a gente troque por uma mochila com rodinhas se eles quiserem.
Cubos ou sacos organizadores. Ajudam a enfiar muita coisa em um espaço limitado E manter tudo organizado. A gente comprou em tamanhos variados, mas acabou usando muito mais os tamanhos médios e pequenos. O Angelo é o único que usa os grandes.
– Roupas, obviamente. O que você precisa levar depende muito de vários fatores. Vamos falar mais sobre isso depois.
– Uma câmera fotográfica, seja ela uma DSLR, um celular, uma GoPro, qualquer coisa. Você precisa de uma câmera. Não imagino viajar sem poder tirar fotos e gravar filmes. Não se esqueça dos carregadores.
– Um smartphone, pra tirar fotos, pra guardar cópias de documentos, mapas, manter família e amigos sabendo da sua localização, Facebook, ouvir mísica, ver filmes, etc etc etc. E não esqueça do carregador.
Álcool em gel pra limpar as mãos, todos os lugares que você encosta em um avião ou ônibus, e até pra limpar banheiros públicos quando necessário.
– Lencinhos de papel ou baby wipes, pra limpar tudo. Super necessário.
Garrafa de água, pra não ter que comprar água por aí. Carregue vazia até passar pelo raio X e encha depois.
– Remédios – pra dor, alergia, colírios, spray de nariz, qualquer coisa. Cada um sabe o que sempre usa, então carregue o que você usa.
– Uma caneta pra preencher formulários nos aviões, desenhar, prender o cabelo. Mil e uma utilidades.
– Documentos: passaporte, carteira de motorista, prova de saída do país, vistos, carteira de vacinação. Tudo depende do que você precisa e para onde está indo, mas não se esqueça dos documentos. Tenha os originais, fotos deles no celular e cópias em papel pra não precisar passear com os originais.
– Cartões de crédito e dinheiro. Tenha sempre um pouco de dinheiro porque alguns aeroportos cobram uma taxa de saída depois que você passou por todos os caixas eletrônicos – e o dinheiro precisa ser em dólares americanos ou o dinheiro local.
– Todos os cabos, tomadas, carregadores. Tome cuidado extra porque é muito fácil esquecê-los.

E é isso.

kid bored store

Aqui você pode ver a Coral bem animada durante nossas buscas pela mochila ideal

Legal ter, mas não é essencial

– Um computador – eu não consigo viver sem o meu. Eu preciso dele pra muitas coisas, mas se você está viajando a lazer e por pouco tempo, muito provavelmente não precise.
Óleo de coco é mágico. Funciona como hidratante, óleo pra cozinhar, tratamento para cabelos, remédio pra queimadura de pele leve, pomada de tatuagem, e dá pra tomar pra aumentar a imunidade. Ah, e fazer oil pulling.
Silver tape também tem milhares de utilidades, como tapar furos pequenos nas mochilas, sapatos e barracas (de vez em quando, até roupa), arrumar cabos, até pra tratamento de verrugas e algumas outras coisinhas. Sério.
– Um adaptador de tomada universal, porque aí você só precisa de UM pra usar no mundo inteiro. Não é muito útil se você fica em hotéis, já que eles geralmente dispõem de adaptadores para os clientes.
– Itens de uso pessoal, como pinças, cortadores de unha, escovas de cabelo, lâminas de barbear, maquiagem, porque quando a gente tem um bom em casa, fica difícil usar um porcaria, então leve se sua viagem é de mais de 1 semana. Se for menos, não acho que precisa – eu consigo viver sem.
Toalhas de viagens, porque elas são muito pequenas, ocupam pouquíssimo espaço, secam muito rápido e podem ser usadas como toalhas, lençóis, cobertor, esteira. A gente não usou muito, mas quando a gente precisou, foi uma mão na roda. Uma por pessoa é o suficiente!
– Um leitor de livros eletrônico. Tão maravilhoso!
– Capas de chuva. A gente carrega, mas usou muito pouco até agora, porque a gente não gosta de ficar com os pés molhados e elas não protegem os pés. Quando chove, em geral, ficamos em casa.
– Um xale fininho. Eu tenho 2 e uso muito, como xale, como esteira de praia, toalha, chapéu, pra brincar com as crianças… Muita coisa.

boarding time santiago airport

No aeroporto. Nessa foto, dá pra ver as malas da Mel e do Zé

Dá pra levar, mas dá pra comprar no local

– Itens de higiene pessoal e comida. Não é necessário levar nada a não ser que você só use uma certa marca ou tenha um orçamento muito limitado. Essas coisas não costumam ser caras. Também veja se vai ter tempo para ir comprar em um mercado, porque em hotéis, acaba ficando bem mais caro. A gente geralmente vai ao mercado no primeiro dia, mas ainda levamos nossos xampús e cremes se têm mais da metade, ainda.

Para as crianças – se a nossa viagem fosse de 1 mês ou menos, não levaríamos nada disso

– Brinquedos. Eu não sei os seus, mas os meus gostam de ter as coisinhas deles. Metade das malas deles é cheia de brinquedos, jogos, cadernos de desenho, lápis de cor e etc. É uma viagem longa, então eu acho importante que eles tenham sempre as coisas que eles mais amam. O Angelo costumava levar a maior parte na mala dele, mas agora cada criança carrega o seu. O Angelo só carrega o que é de todo mundo, como papéis de origami, sulfite, elásticos e etc.
Blu-tac porque a gente usa como massinha e pra colar coisas nas paredes e fazer as casas ficarem mais com a nossa cara. Também é útil quando tem alguém ansioso. A gente não carregaria se não tivesse criança.
– Elásticos de cabelo também são usados para deixar os brinquedos organizados.

Pesos mortos

– Pijamas, sério. Use qualquer uma das suas roupas, ou melhor ainda, durma pelada/o.
– Livro de guia. A gente adora os centros de informação ao turista pelo mundo e os mapas deles. Se você pedir, eles até te falam os melhores lugares pra comer. Além do mais, existe o Google, Pinterest e internet em quase todos os lugares.

Os extras

A gente carrega muito mais do que isso, e você pode ver o que aqui. Está atualizado, com as coisas que a gente largou pelo mundo deletadas e as coisas que a gente comprou adicionadas.

Uma coisa que a gente está pensando seriamente em comprar e levar pelo mundo

Uma faca boa. A gente teria que despachar a mala, mas acho que vale a pena. Quando a gente fica 2 semanas ou mais em uma casa e a única faca é cega, eu tenho vontade de sair quebrando tudo. A maioria das casas que a gente pegou só tem faca cega. Sério.
Mas claro, se você não cozinha ou não pretende cozinhar (apesar da minha sugestão), não vai precisar.

Roupas

O que levar depende de muitos fatores, mas eu posso te dizer que você NÃO precisa de mais de 7 trocas. A gente carrega 7 trocas por pessoa e nunca precisou de mais.  Em um ano. Com 4 crianças. Claro, a gente lava a roupa pelo menos uma vez por semana, mas isso é fácil. A maioria das casas de aluguel tem máquina de lavar e lavanderias existem em todos os lugares. A gente precisou trocar algumas roupas, porque as crianças crescem, roupas furam, mancham ou encolhem, mas nunca precisamos comprar mais só pra adicionar à coleção.

A gente carrega basicamente 7 camisetas, 5~7 partes de baixo (calça, shorts, saias), 7 roupas íntimas, uns 5 pares de meia e 2 blusas. A gente tem um tênis de caminhada, um chinelo e um Crocs ou sandália por pessoa. A gente quase nunca usa os chinelos, a não ser em casa ou na praia.

packing, loading

As nossas malas durante a viagem de carro pela NZ – era MUITA coisa! Hoje carregamos muito menos!

Para as mulheres

Um copo menstrual é super importante, útil e legal! Se você já experimentou um e não se adaptou, tente outras marcas. Eu uso há 10 anos e não imagino a vida sem um. Eu nunca mais precisei de absorventes.

Mala de mão ou malas despachadas

A gente faz os dois. Quando o vôo é direto, eu quase sempre despacho a minha mala, mas quando temos conexões, eu prefiro levar comigo. Minha mochila é uma Osprey Farpoint 55 e eu nunca tive nenhum problema pra levar como mala de mão. Pesa entre 7 e 9 kg, dependendo do vôo. Eu amo essa mala, apesar da cor azul, da falta de bolsos externos e do tamanho ser um pouco maior do que a maioria das companias aéreas aceita como mala de mão.

As crianças sempre levam com eles. A mala da Coral (5) é uma infantil com rodinhas. O Zé tem uma júnior de uma marca neozelandeza chamada MacPac, de 30 L, mas eu não gosto porque só tem abertura em cima. Cabem todas as coisas dele lá. O João (12) tem uma mala Kathmandu de 35L que é ótima, se não fosse pela abertura que é só por cima também. A Mel (13) tem uma mala de 40L da Kathmandu que abre inteira, como se fosse uma dessas malas de viagem comuns, mas ela tem uns elásticos na frente que atrapalham muito na hora de abrir o zíper, então não gosto. Eles sempre carregam com eles porque não querem perder os itens preciosos deles. Pesam entre 6 e 7 kg.

O Angelo tem uma mochila Macpac de 65L que abre inteira, mas o zíper é bem duro e ruim de abrir e fechar. Além disso, tem tantos ajustes pela mala toda que eu não tenho paciência. A gente está pensando em trocar por uma mala menor e melhor pra ele, mas ele nunca poderia levar como mala de mão porque vai com canivete, ferramentas de computador, xampús e etc. Essa mala começou a viagem lotada, pesando mais do que os 23 kg, mas agora está meio vazia e pesando menos de 20 kg.

Eletrônicos

Aqui está o nosso maior problema, já que temos muitos e são muito pesados e volumosos, mas não podemos deixar nada pra trás. O Angelo carrega uma mochila de 30L com computador, HD externo, pen drives, cabos e a câmera.
Eu carrego o meu computador em uma mochila de 15L (que veio com a minha mochila grande) com o meu computador, tablet, e o Kobo da Coral.
A Mel carrega o computador dela e o Kindle em uma mochilinha qualquer.
O João carrega o computador dos meninos na mochila pequena que veio com a mala do Angelo e o Zé carrega o tablet dos meninos na bolsa dele, e cada um deles tem um leitor de livros.
A Coral tem o tablet dela, e ela carrega com ela.
E os celulares, todos têm celulares. Eu não imagino que a gente consiga diminuir em nada, já que usamos muito e tudo pra brincar, estudar, aprender, manter contato com as pessoas queridas.
É o maior volume que a gente carrega – ocupa mais ou menos o mesmo espaço que as roupas, e é 3 vezes mais pesado.

hobbiton nz

As capas de chuva, em uma das poucas vezes que eles precisaram – Hobbiton, NZ

É basicamente isso. Se você tem alguma pergunta, deixe nos comentários!

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta