Tokyo Trick Art Museum, Tóquio, por João

tokyo trick art museum

A sala de sumô

Oi, é o João e hoje eu estou fazendo um post sobre o Tokyo Trick Art Museum!
Eu gostei muito, então vai ser legal!!!
Ok, você começa viajando no tempo pra a era Edo.
Nota: quase tudo é na era Edo.
Começa com uma mulher em um Kimono rosa.  Ela pode parecer verdadeira, mas olha de uma direção diferente. Ela é baixa, e tem um braço muito longo. Isso é arte ilusionista.

tokyo trick art museum shark

José sendo comido por um tubarão

Tem uma cadeira e algumas pessoas e um guarda sol. Você finge que esta sentando na cadeira. A mãe fez isso. Ficou demais!!!  Na mesma parede tem uma mulher com um Kimono cor de ouro. Ela tem um dedo pra cima então a mulher mostrando um pouco do lugar (guia) fez um examplo de fotos! Ela fez parecer que a mulher com o Kimono pegou a roupa dela!!!!
Nota: depois de isso você pode ir qualquer lugar então divirta-se!
Agora, você está na vila Edo. Nessa área tem a casa de sumô e a mansão ninja.
A casa sumo é uma confusão de tamanhos.

tokyo trick art museum vampire

O vampiro vai comer um João de jantar

Em um lado do quarto você parece bem maior que o seu tamanho normal. No outro, você fica bem menor. O Zé foi no lado pequeno e a Coral foi no lado grande. Eles tem quatro anos de idade diferença e mesmo assim eles ficão do mesmo tamanho!
Na casa ninja você está sendo atacado por ninjas. Tem três ninjas e dois deles são parte de uma foto, o outro é uma outra foto. As duas fotos são pra rodar e ficar parecendo melhor.
Na vila tem um desenho no chão em que você está sendo atacado por Kappas (demônios da água). E tem um espelho pra você ficar meio a meio e eu fiquei muito medonho.
Continuando pelo a vila você chega num quarto com um quarto refletido. Na verdade são dois quartos. Uma pessoa entra em um quarto e a outra no outro quarto. É pra você fazer parecer que é um espelho de verdade.

tokyo trick art museum head

José aprendeu a fazer mágica e fez a cabeça do João aparecer na caixa!

O Zé fez com a mãe, a Melissa com a Coral, e eu com o pai. Depois de isso é o quarto dos monstros Japoneses. Não fica com medo, não é assustador!
Antes de entrar tem um monstro guarda-chuva (Kasa-obake). É pra você parecer que está segurando ele na suas costas. Você entra e tem um fantasma que saiu do desenho dele pra falar com você… e você pode falar com ele ou fugir! Muahahahaha!!!
Depois disso tem um monte de outros monstros incluindo tomando sakê com o Nuppepo e o monge com três olhos, uma mão sangrenta saindo da parede, um demônio do pescoço longo (rokurobi), o monstro da roda (Wanyudo), um outro Kasa-obake, uma aranha demônio(orōgumo) e o demônio da lanterna (chochin-obake).
Ok, isso demorou. Agora a última parte. A parte mais legal. A galeria de arte ilusionista.

tokyo trick art museum umbrela

João puxando o mosntro guardachuva

Vou começar com o desenho de um tubarão. Você deita no chão e faz parecer que está caindo, e roda a foto e fica parecendo muito legal!! Um dos meus favoritos foi a comida do vampiro. Você senta pra fazer parecer que você ta em uma jarra e ele vai te comer… muahahahaha!!!! Um bonitinho foi o urso polar. Você faz parecer que você ta segurando o bebê do urso na costas. Só não derruba se não a mãe fica brava! A Melissa fez esse e ficou muito bonitinho!!!!
Tem um de um gorila que vai te pegar, então cuidado!
Tinha uma mesa com espelhos em volta e uma caixa em cima. Você entra em baixo e coloca sua cabeça no buraco da caixa. Ficou muito legal!!!!
Tinha um remix do “The source” que tinha um menino na frente e ele tava com um copo pegando água. Eu achei esse muito legal pra ver não tirar fotos.  Tinha mais um {remix} que eu esqueci então nem vou falar…
No fim tinha uma loja que tinha um dinheiro no chão que parece muito verdadeiro mas é só um desenho!!! Eu cai nessa…

tokyo trick art museum dinosaur

Consegue ver o dinossauro refletido na lata de alumínio?

Obrigado pra vocês lerem, espero que gostarão e te vejo na próxima!!!
Tchauuuu!!!!

1 responder

Trackbacks & Pingbacks

  1. […] – Museu de Arte Ilusionista, por João […]

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta