Tokyo Disney Sea, Japão

Visitamos a Disney Sea, em Tóquio, no Japão, com os nossos filhos! Clique para ler como foi!

Um pin pronto para facilitar vidas!

A gente já tinha ido nos parques da Disney de Tokyo quando as crianças eram pequenas (entre 2 e 6 anos) e eles odiaram o Disney Sea. Estava frio, chovendo (era novembro, começo de inverno) e eles eram, realmente, muito pequenos para andar na maioria dos brinquedos.
Dessa vez, a gente só tinha dinheiro para um parque, então demos a escolha pra eles e eles decidiram pelo Disney Sea. Eu fiquei super preocupada, por causa da experiência anterior, mas resolvi aceitar mesmo assim.
E foi DEMAIS!
(A gente postou várias fotos no Instagram)
Dessa vez, apesar da Coral ser pequena (4 anos), os outros 3 estavam grandes o suficiente para fazer tudo (9, 11 e 12 anos). O Ragins Spirits estava fechado, mas todo o resto que estava na lista deles foi feito.
A gente escolheu um dia que estava marcado verde em todos os calendários que prevêem o quanto o parque estaria cheio (verde é o mais vazio) e estava cheio. Tipo a Disney de Orlando em maio.
toyville, tokyo disney sea

Toyville de noite. A cabeça do Woody é a entrada de Toy Story Mania

Acordamos às 6 para pegar o ônibus às 7. Não sei exatamente como aconteceu, mas demoramos demais pra chegar no ponto de ônibus e, quando chegamos, só tinha vaga no ônibus das 8:10. Se a intenção é pegar Fastpass para Toy Story Mania, Tower of Terror e Journey to the Center of the Earth, é preciso chegar cedo, de preferência antes do parque abrir.
A gente decidiu, então, ir de trem e foi uma péssima escolha. Fizemos 4 baldeações, incluindo o Monorail da Disney (pago separadamente), todos os trens lotados, e só chegamos no parque às 9, o mesmo horário do ônibus das 8:10. A gente devia ter checado o transporte direito e feito reservas antecipadamente.
Mas ainda assim valeu a pena.
Nos trens, a gente sabia exatamente quem estava indo para a Disney porque eles vão caracterizados. Era divertido ver. Tinha grupos, famílias, casais, todos com roupas combinando: fofo!
Quando chegamos lá, a gente estava muito feliz e excitado, não conseguia parar de rir, correr e fazer bobeiras.
Eu tinha um plano meticuloso e a gente seguiu (apesar de fazer do fim pro começo) e foi ótimo, conseguimos até andar no Toy Story Mania 2 vezes.
A Coral era muito pequena para ir no Journey to the Center of the Earth (montanha russa que simula a viagem de um cientista ao centro da terra) e Indiana Jones (leve montanha russa que te leva pra dentro dos filmes do Indiana Jones), mas ela esperou pacientemente do lado de fora: peça pelo ticket para quem tem criança pequena, porque eles levam o segundo grupo para o começo da fila, não só na fila de Fastpass.
Ela amou o Mermaid Lagoon, aonde fica a Ariel, apesar de que a gente nem encontrou a princesa (fizemos o encontro com as princesas na Disney de Orlando e ela não curiu muito). Brincamos em tudo por lá e a Coral amou. Ela também se divertiu no Arabian Coast, com o carrossel de 2 andares e o Sindbad’s Storybook Voyage (um barco devagar que vai passando pelas cenas da história do Sindbad, como a Montanha Encantada do falecido Play Center).
Se você tem crianças pequenas, esses 2 lugares são os melhores. Dá pra se divertir no passeio de barco e de trem, e no Toy Story Mania (brinquedo 3-D aonde você atira nos alvos), mas eles ficam meio separados do resto.
mermaid lagoon, disney sea

Dentro do Mermaid Lagoon

A gente foi em tudo o que a gente quis, pegou 2 Fastpasses importantes para as 2 atrações com filas longas (acima de 1 hora e meia). Toy Story Mania e Tower of Terror (simulação de um hotel mal assombrado aonde o elevador cai com você dentro) esgotaram os Fastpasses antes do almoçø, então pegamos a fila normal mesmo (uns 70 minutos). Pulamos todos os Fastpasses de filas com menos de meia hora de espera, assim a gente se concentrava em Fastpasses importantes.
A Mel e o Angelo foram no Tower of Terror enquanto eu ia com os pequenos no passeio de trem e de barco. Foi uma boa escolha, porque eles disseram que o Tower of Terror do Japão foi bem pior do que o de Orlando.
Reservem um tempo várias vezes ao dia para descansar, assim dá pra evitar a fadiga e todo mundo se mantém bem humorado até o final do dia.
Mermaid Lagoon

Fora do Mermaid Lagoon

Paramos para almoçar às 11 da manhã. Estávamos no Arabian Coast, então comemos curry. A Coral só quis pipoca. Não foi uma comida excelente, mas deu para encher a barriga. Comam antes ou depois do horário das refeições, porque tudo fica lotado.
Falando em comida, a gente comeu o mochi de alien do Toy Story, picolé do Mickey e um pão da padaria antes de ir embora. O sorvete derreteu muito rápido e estava bem doce. O pão também não foi dos melhores, mas o mochi de alien foi muito bom! Experimente!
A pipoca merece um outro capítulo só pra ela. Compramos um balde do Olaf e enchemos várias vezes durante o dia. A maioria estava bem gostosa e foi mais barato do que as outras opções. Apesar de tudo, a comida da Disney Tokyo não é muito cara (se comprada às de Tokyo). Se você não quer ficar beliscando muito durante o dia, talvez não precise de pipoca, mas elas são divertidas!
Às 6 da tarde, a Coral já estava com muito sono. Resolvemos comer alguma coisa e ir mais uma vez no Toy Story Mania. Quando saímos do brinquedo, já tinha passado das 8 da noite. Os fogos tinham sido cancelados por causa do vento e a gente decidiu ir embora. Peguei a Coral no colo e ela dormiu em um minuto. Pegamos o ônibus para ir até Shinjuku e o trem para casa. Ela dormiu o tempo todo e não acordou nem quando foi colocada na cama.
Leve uma garrafa de água e encha quando acabar. Os restaurantes te dão gelo, se você pedir, então dá pra encher a garrafa de gelo e manter uma água bem geladinha.
Era final de verão, e muito quente. Chapéus são necessários!
Outra coisa: não tem internet gratuita nos parques, então leve um modem portátil ou aproveite o dia e use a internet em casa.
tokyo disney resort

O barco da celebração do 15° aniversário da Disney Tóquio

Confiram!
A gente tem todos os posts no Pinterest! Você pode salvá-los lá pra ler depois!
5 respostas

Trackbacks & Pingbacks

  1. […] Japão, a gente quer ir pra Tóquio (Disneyland e Sea, Museu Ghibli e a cidade de Tóquio, mesmo), Osaka (comer, eu quero comer. As crianças querem ver […]

  2. […] segunda coisa que a gente fez foi escolher as atividades direito. Eu sei que a Disney é muito legal, mas é extremamente cara e dá pra fazer tanta coisa com esse dinheiro… Então a […]

  3. […] posts da minha mãe são bem maiores que o meu. Na verdade, seriam 12 coisas porque eu ia falar da Disney, mas ela e igual a todas as outras […]

  4. […] É o único lugar do parque aonde eles liberam o Yoyakunori, que é o equivalente aos Fastpasses da Disney, de graça. Yoyakunori são os tíquetes que dão direito a ‘furar a fila’ no horário marcado. […]

  5. […] gente tem 2 posts sobre isso, já: um da Melissa e um meu. Eu só vou dizer que é muito legal! Bem diferente dos outros parques da Disney (pelo menos, é o […]

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta