Shinkansen – trem bala – com crianças

Veja como foi viajar de trem bala com crianças no Japão!

Um pin prontinho para facilitar a sua vida!

A gente saiu da casa pouco depois das 9 da manhã, depois de dar uma ajeitada em tudo. Era um dia quente e úmido em Tóquio e a gente estava suando horrores. Andamos os quase 10 minutos até a estação de trem carregando nossas malas, mas ainda felizes, porque seria a primeira viagem de trem bala das crianças.

Apesar da gente ter feito duas baldeações, sem conseguir sentar em nenhuma das vezes (e nem tirar as malas das costas), a gente ainda estava feliz.

A plataforma do shinkansen era igual a todas as outras em Tóquio, com uma única diferença: só tinha trem bala por todos os lados. Vários tipos de trem bala, desde o simples Kodama ao chiquetoso trem tipo EVA. As crianças se divertiram.

Quando o nosso trem chegou, ele precisou ser limpado. Demorou menos de 5 minutos, mas pareceu uma eternidade e a gente estava muito ansioso. Éramos os primeiros da fila porque a gente queria pegar os assentos do fundo: lá depois do último assento tem um lugarzinho para deixar as malas. A gente também comprou os assentos não numerados.

Foi meio decepcionante. Os assentos (apesar de serem mais espaçosos), eram iguais aos de avião. E era isso.

Foi rápido, confortável, tinha tomadas para carregar celulares e computadores, tinha uma pessoa vendendo comes e bebes.

De dentro, não dava pra sentir a diferença entre o trem bala e o trem normal. Mesmo a paisagem parecia se mover na mesma velocidade.

O comentário das crianças foi de que parecia um trem por fora e um avião por dentro. E que não parecia rápido.

Mas era.

lunch in the bullet train

Coral and Angelo, having lunch at the train

Então decidimos não usar mais o trem bala durante nossa viagem. Mas a vida sempre apronta e a gente acabou pagando os tickets de mais de JPY 10 000/pessoa de novo.

O que aconteceu foi que a gente foi pro parque da Universal de Osaka no dia anterior à viagem. Tivemos que ir nesse dia, porque no primeiro dia marcado teve um tufão, e no nosso outro dia livre, era feriado. Esse foi o único dia livre, mesmo, e a gente aproveitou muito, mas chegou em casa depois da meia noite. As crianças estavam super cansadas (ou melhor, impacientes, irritadiços, briguentos e tudo o mais) no dia da viagem e ter 4 desses (mais 2 adultos em estado semelhante) em uma viagem de 10 horas de ônibus, que era o planejado, não pareceu muito boa ideia. Dirigir seria nossa melhor opção, mas demoraria 6 horas e o preço seria só um pouco mais barato que o shinkansen. O trem bala demorou 3 horas, e foi devagar devido à chuva forte do dia, já que a viagem normal demora pouco mais de 2 horas. Ainda foi o melhor custo-benefício.

Aqui vão algumas dicas para quem está planejando viajar de trem bala no Japão com crianças:

– Evite segundas de manhã e sextas de tarde, quando os trens ficam mais cheios.

– Tem um espaço no fundo de todos os vagões aonde você pode deixar suas malas, só fique de olho porque eles acham que qualquer bagagem não-atendida é terrorismo.

– Use o Hyperdia para checar preços, rotas e horários de trens do Japão em inglês!

– Crianças com menos de 6 anos não pagam (mas precisam sentar no colo se o trem estiver cheio) e crianças com menos de 12 anos pagam metade.

– Você pode levar comida à vontade, então compre antes e leve, porque no trem, a variedade é pequena e sai bem carinho.

– Tem muitos trens, o tempo todo, então não se estresse, porque perder um trem ou escolher não entrar porque está cheio não vai acabar com a sua viagem.

– Leve alguma coisa pra entreter durante a viagem, porque depois dos primeiros minutos, cansa e fica chato.

– Tem wifi de graça (os míseros 200~250 Mb) em alguns trens. Tente!

– Tem banheiros em todos os vagões e eles são mais limpos que os das estações.

– Não se esqueça de comprar ticket para o vagão de não fumantes, se você não fuma!

nozomi shinkansen

From the inside of the Nozomi train

É isso! Deixe um comentário falando se você já andou de trem bala e aonde!

1 responder

Trackbacks & Pingbacks

  1. […] Depois disso, usamos muitos trens, fossem eles trens comuns, metrôs ou trens bala. […]

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta