Quantos países dá para conhecer em um ou dois anos viajando? E com crianças!

Quanto dá para viajar com a família em 1 ano? E em 2? Clique para ver quanto a gente viajou em pouco mais de 2 anos! #viagem #família

Uma imagem prontinha para facilitar um pouco a vida de quem quer deixar para ler depois. Clique no botão vermelho SAVE no topo da imagem para adicionar ao Pinterest!

Um ano viajando com as crianças!!! Alguém acredita que já faz um ano? Um ano nomádico, viajando com crianças, direto! Eu não acredito!

Mesmo assim, vou tentar fazer um resumo desse ano.

Alguns meses na Ilha Norte da Nova Zelândia…

Faz um ano Fazem dois anos que deixamos nossa casa em Auckland e passamos 3 incríveis semanas no parque nacional de Tongariro. A gente teve muitas primeiras-vezes lá, como não ter casa, fazer caminhadas, ter muito pouco. Foram tempos incríveis nos ajustando à nova vida. Foi ali também que a gente descobriu que tênis de trilha fazem falta. O Angelo também fez o Tongariro Alpine Crossing, uma trilha que sobe e desce a montanha Tongariro (de tênis de corrida). A gente visitou Taupo e Whangarei enquanto esteve lá, ambos lugares maravilhosos.

De Tongariro, a gente voltou pra Auckland e passou 2 semanas. A gente tinha um monte de burocracia, o nosso cubículo do armazém pra arrumar, a caixa postal, compras e tantas coisas a mais que nem aproveitou muito. Foi bom só porque tiramos um tempinho pra ver os amigos e comer as comidas que fariam muita falta nos meses seguintes.

Dois meninos olhando pelos binóculos para o horizonte, em Auckland, Nova Zelândia.

Os meninos tentando enxergar a Sky Tower com os binóculos. Você consegue encontrar?

Mount Maunganui (ou Monte Maunganui) foi a nossa terceira parada. É uma cidadezinha praiana linda na Ilha Norte da NZ, valeu muito a parada. Passamos por Hobbiton para um jantar maravilhoso no Green Dragon Inn (Pousada do Dragão Verde). Foi um dos jantares mais caros que a gente teve, mas valeu cada centavo!

A viagem de Mount Maunganui até Wellington foi longa e cansativa, mas todo mundo conseguiu ficar muito bem. Encontramos a Tathi e o Josieudes lá. Tivemos alguns dias pela capital da NZ até a nossa viagem para a Ilha Sul.

Usamos a balsa Interislander para ir de Wellington até Picton e foi terrível. Passamos todos mal, eu fiquei horrível por dias. Sério.

Passeio Noturno em Hobbiton, com Jantar - Matamata, Nova Zelândia. Nós levamos as crianças para jantar em Hobbiton. Foi caro, mas valeu muito a pena!

Jantar em Hobbiton, alguém? Se eu pudesse escolher um lugar incrível para jantar agora, eu iria para lá. Que delícia!

 

Na Ilha Sul da Nova Zelândia…

Por sorte, a gente tinha uma estadia longa em Pohara, Golden Bay. É um lugar incrível! A praia de Totaranui foi a nossa favorita na área e já estamos planejando uma passada por lá no verão.

Kaikoura é um lugar incrível! Foi aonde vimos os lobos marinhos e as baleias de perto. É uma cidadezinha super pequena, mas que vale a visita! A gente precisa voltar lá, porque muita coisa mudou depois do terremoto de 2016.

Christchurch foi uma grata surpresa, a gente não estava esperando a prova de resiliência que a gente viu lá. Que lugar mais lindo e enorme! A gente não viu metade da cidade e se apaixonou! Com certeza é um lugar pra voltar várias vezes!

Uma das praias mais lindas da Nova Zelândia é a de Totaranui, em Golden Bay. Clique para saber mais!

Na praia maravilhosa de Totaranui, em Golden Bay, que deve ser ainda mais maravilhosa no verão. Está nos planos!

Por outro lado, Dunedin foi um dos lugares que a gente estava esperando amar e acabou não aproveitando nada. Por parte, foi por causa da chuva persistente a semana toda, mas a gente também teve o banheiro externo, os ratos e a falta de comodidade. Não foi nossa melhor semana, mas a gente viu leões marinhos na praia e foi uma coisa divertida e legal.

No caminho para Omaui, paramos em Moeraki Boulders. São umas pedras gigantes e redondinhas em uma praia na NZ, que foram meio decepcionantes porque eram bem poucas, mas mesmo assim não deixam de ser incríveis.
Em compensação, Omaui foi maravilhosa! A gente ficou em uma casa linda, o tempo ficou maravilhoso toda a semana, a gente encontrou caminhadas maravilhosas, parques, parquinhos e até visitamos o ponto mais ao sul da Ilha Sul. O céu lá é incrível. As cores são de outro mundo.

Moeraki boulders - ou as pedras de Moeraki, na Ilha Sul da Nova Zelândia, são assim, pedras redondinhas e enormes, espalhadas pela praia de Moeraki. Vale a pena visitar! Minhas crianças adoraram!

Em cima das pedras redondas de Moeraki – bem legais. Uma pena que eram tão poucas…

E aí, porque a gente não é impulsivo, resolvemos conhecer Milford Sounds. OK, é bonito, mas a maré estava baixa e não foi nada do que a gente estava esperando. Nos divertimos no caminho, apesar de tudo. Na volta, tivemos um encontro bem legal com um kea – um papagaio neozelandês.

Kingston foi outra surpresa maravilhosa. Eu amei. É uma cidade minúscula, linda, e ainda passamos os dias em frente ao lago. Foi demais. Visitamos Queenstown e Arrowtown enquanto estávamos lá, mas apesar de ter adorado Arrowtown, Queenstown não foi uma das nossas cidades favoritas.

Paramos por Wanaka no caminho para os glaciares, e a cidade merece a glória que tem: é lindíssima. A gente precisa parar por lá com mais tempo algum dia.
Nossos dias nos glaciares incluíram uma noite em Whataroa e uma semana no Fox Glacier, mas a gente também visitou o Franz Josef Glacier. Foi a nossa primeira experiência glaciar e, apesar de meio decepcionante (por causa da distância até o glaciar), a gente se divertiu, fez caminhadas maravilhosas e viu lugares lindos!

Ver um glaciar ao vivo é emocionante, sim, mas a caminhada que leva ao ponto de observação do glaciar Franz Josef, na Nova Zelândia, é muito mais linda que o glaciar em si. Saiba mais!

A caminhada lindíssima que leva ao glaciar de Franz Josef, NZ. Foi uma das mais lindas que a gente fez até hoje.

 

Blenheim foi nossa última parada na nossa viagem de carro pela Ilha Sul e a gente amou! A semana foi ensolarada, a casa era uma das melhores que a gente já teve, tinha caminhadas lindas, praias maravilhosas! Foi o fechamento perfeito para a Ilha Sul.

Cruzamos o Marlborough Sounds com a balsa Bluebird na volta para a Ilha Norte e foi, de novo, terrível. Enjôo de mar é uma praga.

De volta para o norte…

Tivemos uma noite em Wellington antes de ir pra Rotorua.

Pegamos umas obras gigantescas bem na frente da casa que a gente estava ficando e não foi nossa melhor semana. O cheiro sulfúrico fez as crianças ficarem mais reclamonas do que nunca.

Mas vimos nosso primeiro gêiser no Te Puia e visitamos também o ‘The Buried Village‘, então foi uma semana cheia de aprendizados.

Wellington é a capital da Nova Zelândia. Esse é o letreiro dela, com as letras T, O e N sendo levadas pelo vento. Perfeito!

Adoro esse letreiro em Wellington, NZ. Ele captura o espírito (e o vento) da cidade perfeitamente.

Auckland foi a nossa última parada da NZ e, dessa vez, foi mais longa. Passamos os dias bem no centro da cidade e foi ótimo! Turistamos pela nossa cidade, comemos muito no Burger Fuel que fez tanta falta na Ilha Sul (e no resto do mundo). Foi maravilhoso.

Japão!

Nossa primeira parada internacional foi o Japão. Visitamos Tokyo, Osaka, e Suzuka. Foi um mês tão legal que as crianças não param de falar em voltar. Teve um pouco de tudo, desde templos, comidas deliciosas, praia, robôs altamente tecnológicos dançando, Godzilla, Pokémons, Hello Kitty, Disneyland e Universal Studios (com uma visita ao Mundo Mágico de Harry Potter e zumbis).

Um quiosque de feijões no Japão, com recipientes variados, cada um contendo um tipo de feijão diferente. Das lindezas que só o Japão tem!

Um dos estandes de feijão de Asakusa, Japão. Até as barracas de feijão são arrumadinhas e lindas.

Depois de anos, de volta ao Brasil!

Brasil foi o nosso terceiro país, e a gente ficou bastante por lá porque a gente queria aproveitar nossos amigos e família. Comemos muito, ficamos bastante tempo com a galera que a gente ama, visitamos Salvador e Ilha Comprida. O resto dos nossos dias foi passado entre Mogi das Cruzes (da onde a gente ia para São Paulo) e Itanhaém, uma cidadezinha praiana no litoral Sul de SP aonde meu tio tem uma casa. Passamos o Natal e o Ano Novo por lá e foi ótimo, mas acho que ficamos tempo demais.

Pelourinho, em Salvador, é conhecida pelo clipe do Michael Jackson e pelas casinhas coloridas em tons pastéis, como na foto. Para as minhas crianças, é o bairro dos gatos. Eles só lembram disso.

Adoro essa foto da Coral brincando com o gato em Pelourinho, Bahia. Acho que passamos mais tempo brincando com os gatos do que passeando. #realidade

 

Maravilhoso Uruguai….

Uruguai foi o primeiro país que a gente nunca tinha visitado antes e foi maravilhoso. Montevideo é um dos lugares mais legais que eu já visitei e agora mora no meu coração. Colonia del Sacramento também é linda! Merece o título de Patrimônio Histórico da Humanidade da UNESCO que tem. Mas foi bem caro, então tivemos que deixar nossa visita à Punta del Este para outra vez. Mal posso esperar o que esse lugar lindo tem a mais para oferecer!

Essa feira, no Uruguai, é uma das maiores que a gente já viu na vida. Tinha de tudo, até cobras. Clique para saber mais!

Essa é a feira de Tristan Narvajo, em Montevideu. Enorme, praticamente infinita! Tinha de tudo por lá!

Lindo, mas conturbado… Chile!

Chile foi o nosso quinto país, e é novo aqui no blog, então vou deixar curtinho. Santiago é linda, com lugares que não parecem reais de tão maravilhosos, mas as pessoas são sempre apressadas e tem a poluição. Viña del Mar é uma cidade linda, mas as praias não são boas para se nadar, a comida não é boa, e ainda teve um incêndio na floresta que nos deixou trancados em casa. Visitamos também Valparaíso, que é colorida e fofa, mas a gente não estava em um bom dia e não curtiu.

O Chile é lindo, sem dúvidas, mas não foi o nosso país favorito. Tivemos muito problema com a comida e com a poluição por lá...

Andando sem rumo pelo Cerro San Cristóval, em Santiago, Chile. Esse morro tem a vista mais linda de Santiago MAS, por causa da poluição, fica difícil ver. Blergh. Visite em algum dia depois de chuva forte.

Surpreendente e única: Bolívia

E chegamos na Bolívia! É a nossa última parada nesse primeiro ano! Passamos a maior parte dos dias em La Paz, mas também visitamos o inacreditável Salar de Uyuni e Tiahuanaco (Tiwanaku). Ficamos a maior parte do tempo em casa, seja por causa da altitude, seja por causa de gripe, ou até de uma batida de cabeça que me levou ao hospital. Foram dias tenebrosos, mas a Bolívia é lindíssima!

The four kids walking on the stunning Uyuni Salt Flats, in Bolivia. It was one of the greatest moments of our lives! Click for more!

Andando nas nuvens do Salar de Uyuni, Bolivia. A gente nunca adivinharia que as nuvens são pontiagudas hahaha. Leve chinelos

 

No total, no primeiro ano…

No total, visitamos 6 países (contando a NZ, porque viajamos bastante por lá), a maior parte na América do Sul. Visitamos o hospital algumas vezes (Mel – 1, Angelo – 2, Thais – 1). Acidentes acontecem, assim como doenças.

Começamos a aprender espanhol (que é muito difícil, então acho que vamos ficar aprendendo até morrer), experimentamos comidas diferentes, vimos muitos lugares, usamos muitos métodos de transporte diferentes, tivemos vários problemas (como ratos, banheiros externos, problemas de saúde, bloqueios na estrada e muito mais!).

Também descobrimos o que a gente realmente precisa, então jogamos muita coisa fora e compramos outras (prometo atualizar esse post em breve!).

A close-up of a white llama looking straight at the camera on a green field in Tiwanaku, Bolivia. They are friendly animals, as long as they don't feel threatened.

Uma das lhamas, que até sorriu para a foto. Super carismática. A gente adora lhamas.

E aí veio o Peru

O Peru foi o nosso primeiro país do segundo ano de viagem e foi perfeito! Comida maravilhosa em todos os lugares, chocolate incrível e, claro, Machu Picchu! 

Se você gosta de História ou de comer bem, o Peru é o seu país, amigos. Cusco, Lima e o Vale Sagrado estão cheios de ruínas que vão satisfazer qualquer historiador! 

The classic view of Machu Picchu. It's the first view of it from the entrance and it's exciting! Machu Picchu is great for kids, we took ours! Click for more!

Essa é a foto dos cartões postais de Machu Picchu. Todo mundo tem igual. haha. Claro, fica pertinho da entrada

Colômbia, a maravilhosa Colômbia!

Se você está procurando um lugar que vai agradar a todos, a Colômbia é a sua escolha. Tem as melhores praias nas Ilhas Rosário, em Cartagena; o clima perfeito na linda cidade de Medellin, e o geladinho gostoso que só a altitude proporciona em Bogotá. 

A Colômbia foi o nosso país favorito na América do Sul – não perca!

The square of El Poblado, Medellín, Colombia. It's full of trees and a few painters selling and painting their art right there. It's pretty neat! Click for more!

Uma das melhores coisas de Medellín: andar pelas ruas lindas no clima maravilhoso e aproveitar a vida. Só maravilha!

 

Canadá, oh, Canadá

Não existe outro lugar na América do Norte que a gente queria visitar mais do que o Canadá. Infelizmente, a gente só teve 2 meses e, como é um país enorme, só conseguimos ver uma partezinha dele.

Visitamos Toronto, Ottawa, Montreal e a Cidade de Quebec. Amamos todas! 

O melhor do Canadá, no entando, é a comida. E as pessoas. E a paisagem. Ah, é tudo! 

Ok, as crianças disseram que são as Cataratas do Niágara. 

The Horseshoe Niagara Falls, one impressive sight

O negócio é gigante. Assim, muito, muito absurdo! Precisa ver ao vivo. A força da água é tão grande que chega a molhar a rua!

Costa Rica e América Central!

A Costa Rica foi a nossa primeira vez na América Central e foi… diferente. Cara (no preço, não  o meu paulistês), com mais turistas do que locais, o dólar americano usado normalmente e… chuveiros gelados. 

Mas é linda. Tão linda! Não vimos tanta vida selvagem assim em nenhum outro lugar do mundo! Muitos lagartos diferentes, peixes, macacos, preguiças, morceguinhos minúsculos e gigantes e lindas aranhas! 

A gente sabia que amaria Manuel Antonio e Punta Uva, mas a gente amou San Jose também! Foi demais! 

Manuel Antonio (Costa Rica) is also home to a number of hummingbirds! It's highly family friendly!

Esse beija-flor devia ter entre 2 e 3 cm de comprimento. Essas cores, minha gente, como dá para ser tão maravilhoso?

Linda e barata: Nicarágua!

Amamos a Nicarágua. Tem vulcões, é quente o ano todo, tem tartarugas, e é super barata! Talvez a gente só estava feliz em sair para comer e gastar menos de R$100 para a família toda ou comprar um algodão doce por R$0,50, mas a gente se esbaldou. 

Amamos muito a esse país!

The drive from Managua to Leon (Nicaragua) was beautiful all the way but this view was just too stunning to be true.

A Nicarágua é assim, maravilhosa. Sem mais. OK, tem mais. Maravilhosa e barata. E quente! Dá para visitar o ano todo!

 

Nova Zelândia de novo

Tivemos algumas coisas para resolver na NZ, então voltamos e aproveitamos para passear um pouco. 

Conhecemos Wanaka direito e até visitamos o Lago Tekapo enquanto estava todo florido com as flores maravilhosas lupinas!

Water sports like SUP are great to practice in Wanaka: the calm waters of the lake offer the perfect starting point for anyone. Click to know more things to do in Wanaka, New Zealand, with kids

A gente brincou de SUP pela primeira vez na vida em Wanaka e foi excelente porque  um lago (enorme, mas um lago) limpo, no verão maravilhoso, e estava cheio de gente aprendendo também – nem dava vergonha cair

E Japão de novo!

Só porque os vôos para o Japão da NZ são tão baratos, a gente teve que parar por lá, claro. Dessa vez, ficamos mais de 2 meses divididos entre Tóquio, Osaka, Yokohama e Nagóia. 

Até conseguimos abusar e passar 3 dias no Tokyo Disney Resorts! 

A gente amou – mas a gente ama o Japão, essa é a verdade! 

Osaka combines both the traditional and the modern parts of Japan. It's definitely worth a visit! Click here to know more!

O Japo  surpreendente. Quando a gente acha que não vai aguentar mais tanto barulho, tanta gente, tanta luz e cor e movimento, entra em um parque e fica tudo calmo, quieto, parece outro mundo.

Uma paradinha em Abu Dhabi

Depois de quase 3 meses no frio do inverno japonês, eu precisava de calor e Abu Dhabi foi perfeita! Foram 3 dias maravilhosos! 

É uma parada excelente entre a Europa e a Ásia, não perca! 

Teve camelos, deserto, dunas, praias, uma mesquita e shoppings enormes! 

We highly recommend a visit to the Grand Mosque Sheikh Zayed for every family. It's one of the most beautiful buildings we've had the chance to visit - and it's free!

Ver uma mesquita islâmica por dentro, com um guia nos explicando mais sobre a mesquita e sobre a religião foi iluminador. Recomendo para todo mundo! O melhor: é tudo gratuito.

 

E veio a Escócia

Se a Coral (5) pudesse renomear a Escócia, ela seria chamada de A Terra do Harry Potter. Ela não se aguentava como tudo parecia alguma cena dos filmes da saga. 

A gente amou! Mesmo tendo que passar alguns dias trancados dentro de casa por causa da neve em Edimburgo, a gente amou! 

Visitamos todos os lugares relacionados a Harry Potter que encontramos e ainda alguns outros sítios turísticos, incluindo o Lago Ness e Glasgow. E tantos castelos! 

Edinburgh is a lovely place, and when it snows, it's even prettier. Find out the best in Edinburgh (Scotland) with kids by clicking here!

Como disse a Melissa, ‘Hogwarts, é você?’. É tudo muito Harry Potter em Edimburgo, que maravilhoso!

A Irlanda do Norte

Nenhum país me surpreendeu tanto quando a Irlanda do Norte. Foi apaixonante, eu poderia morar lá. Se não chovesse tanto, claro. 

O Giant’s causeway foi o meu lugar favorito do mundo (junto com o Salar de Uyuni na Bolívia) e visitar Winterfell foi demais! Pode parecer um país pequeno e desinteressante, mas não é! Vá!

The Giants Causeway is a must-do in Northern Ireland. It's a perfect day-trip from Belfast, and it's great for families! Click for more!

Sinceramente, todo mundo pode falar que é um evento natural que causa essas pedras hexagonais perfeitamente encaixadas umas nas outras, mas eu acreito na teoria do gigante Finn McCool.

E Nova Zelândia, quero dizer, Irlanda!

A Irlanda também foi uma surpresa porque a gente se sentiu em casa. Era tão Nova Zelândia que a gente se acostumou rapidinho. Choveu uns 70% do tempo e foi absurdamente caro, mas a gente adorou! 

Uma pena que a gente esteve por lá na época errada. Um mês depois (isso quer dizer entre maio e outubro) e a gente poderia ter visitado o Michael Skellig, a vila do Luke em Star Wars. 

The Cliffs of Moher are one of the most iconic places in Ireland. It's truly majestic - and, as one thing leads to another, very crowded. Click here to know more!

A visão clássica dos inacreditáveis Penhascos de Moher! O negócio é tão enorme que aposto que você não tinha reparado na filha de gente andando por cima do penhasco. Há!

 

E chegamos ao TERCEIRO ANO! Para comemorar, Londres!

Essa parada foi o propósito da nossa visita ao Reino Unido, para ser sincera. A gente tinha comprado os ingressos para ver Harry Potter and the Cused Child, a peça, e simplesmente não podia perder. 

E Londres foi maravilhosa! 

* Aqui estamos falando de Londres porque só visitamos Londres da Inglaterra toda. Tem tanto para se fazer que foi mais que o suficiente!

Apesar da chuva, foi maravilhoso. 

(link em breve)

The Cursed Child and Platform 9 3/4 done! We’re truly enjoying London! It’s not even that cold anymore – we managed to go out not wearing our down jackets yesterday!!! ———— The Cursed Child e a Plataforma 9 3/4 feitas! A gente está se divertindo em Londres. Nem está tão frio mais! Ontem conseguimos sair sem a jaqueta de frio!!! ————- Obrigada, @moduque_br ! Thanks @familytravellife ! . . . #worldtripdiaries #travel #travelblog #travelblogger #travelphoto #travelphotography #travelpic #worldcaptures #travelfamily #familytravel #travelwithkids #kidstravel #instatravel #instapassport #travelgram #traveltheworld #worldtravel #iphonephoto #iphonephotography #iphonepic #uk #england #inglaterra #reinounido #london #londres #thecursedchild #harrypotter

A post shared by World Trip Diaries (@wtripdiaries) on

Para terminar o Reino Unido, visitamos também o País de Gales!

Gales é um país negligenciado turisticamente, mas não entendo. É super Reino Unido e mais barato do que os seus vizinhos, além de ser maravilhoso, ter muitos castelos, e pessoas incríveis!

Quem visitar, não vai se arrepender!

E a nossa última parada dessa viagem é… Hong Kong!

Ainda não fomos, então vou manter curtinho: é a promessa que a gente fez pras crianças: Disney Hong Kong. Vou atualizar aqui quando tivermos o post! 

E já fomos para Hong Kong e postamos sobre a Disneylândia de lá! Clique para ver!

E é basicamente isso! Foi tudo o que fizemos (ou vamos fazer) nos pouco mais de 2 anos viajando com 4 crianças! Ah, foi divertidíssimo!

Estamos no Instagram também, compartilhando nossas fotos! Segue a gente por lá!

SaveSave

 

SaveSaveSaveSaveSaveSave

SaveSave

1 responder

Trackbacks & Pingbacks

  1. […] gente está na estrada há um ano, e nos últimos meses, a coisa foi complicada. Eu fiquei doente, a gente estava meio cansado de […]

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.