Os efeitos da altitude e como prevenir, remediar e sobreviver a eles

Pin it!

Um guia de como sobreviver aos efeitos da altitude

Sentimos os efeitos da altitude pela primeira vez em La Paz, Bolívia. Não foi tranquilo e leve como a gente estava esperando. Sentimos em La Paz, depois em Cusco (Peru) e em Bogotá (Colombia).
A gente sentiu falta de ar, que foi terrível. A gente inspirava, inspirava e não enchia os pulmões. Isso trouxe tontura e alguma dor de cabeça também. E aí, depois de qualquer esforço físico, náusea – algumas vezes com vômitos.

Em geral, acontece em lugares a mais de 2500 metros acima do nível do mar e quando se sobe muito rápido, como a gente, vindo de Santiago (Chile – nível do mar) pra La Paz (Bolívia – 3600 metros), como a gente fez.

Mas não tenha medo, para a maioria das pessoas, os efeitos passam rápido.

Como evitar

A primeira coisa que se deve fazer é aclimatizar. Isso significa subir devagar, deixando o seu corpo se acostumar com a falta de oxigênio aos poucos.
Por exemplo, ao invés de ir direto pra La Paz, a gente deveria ter ido primeiro pra Santa Cruz de la Sierra (416 metros), depois pra Sucre (2810 metros) e, por último, La Paz (3656 metros).
Passando alguns dias em cada lugar antes de ir para o próximo daria ao corpo a chance de se acostumar aos poucos, evitando os sintomas comuns (e os graves) da altitude.

Se você não tem como fazer isso, então, talvez você tenha sorte e seja uma das poucas pessoas que nem vêm a sentir, ou talvez se sinta mal por alguns dias.

Como tratar

Descansar é o melhor remédio. Evite todo esforço físico desnecessário. Tome taxis e descanse o máximo possível. Tire alguns dias para descansar, que é a melhor coisa. Eu só não posso te dizer quantos dias você vai precisar.
Tome muita água, porque o corpo desidrata muito tentando se aclmatizar. Água, suco, chá. Tome muitos líquidos!
Mas evite álcool, porque ele desidrata.

altitude sickness la paz bolivia

Eu ficava deitada na cama vendo as crianças descansando no primeiro andar antes de continuar subindo

Existe também um remédio chamado Sorojchi Pills, que são pílulas de aspirina e cafeína, basicamente (e não são recomendados pra menores de 13 anos), mas dizem que ajuda. A gente não experimentou. Eles são vendidos por unidade nas farmácias e são bem baratinhos.

Mastigar folhas de coca ajuda, elas dão um boost de energia momentâneo. Aliás, existem muitas formas de usar as folhas de coca: pode mastigar, tomar em chá, mas existem chicletes, balas e várias outras coisas pra você experimentar.

A maioria dos hotéis e hostéis tem um cilindro de oxigênio para os turistas passando mal, mas eu acho que eles tiram a chance que o corpo tem de se aclimatizar direito, então pense direito.
Você também pode comprar o seu cilindro, spray de oxigênio ou até oxigênio líquido (existe, gente!) antes de chegar em La Paz, porque é bem difícil encontrar na Bolívia.

Mas, sim, descanso e líquidos devem fazer o truque.

Se os sintomas piorarem depois de 1~2 dias, procure um médico porque é um problema que pode levar à morte.

Como sobreviver

A minha família demorou 3 dias pra melhorar. Isso não quis dizer que eles podiam sair pra correr, mas que eles podiam andar por 20 minutos sem sentir a morte chegando.
Eu, por outro lado, não melhorei até o fim. Fiquei mal o tempo todo (menos enquanto a gente esteve em Uyuni, não sei porque, já que lá é ainda mais alto). Eu podia andar por 10 minutos, mas precisava descansar por 20 pra poder continuar. E fiquei assim até o fim.

Senti em La Paz, depois em Cusco (só por um dia), e em Bogotá. Eu realmente não fui feita pra altitude.

Mas não é tão ruim depois que se acostuma. Sempre lembre de procurar assistência médica caso os sintomas não melhorem ou piorem com o tempo. Tirando isso, dê ao seu corpo o descanso que ele precisa. Não é muito legal ficar confinado em casa, então use taxis, descanse sempre, coma refeições saudáveis e leves e sempre tenha água com você.

Eu precisava sentar e esperar minha tontura passar direto, então a gente sabia que não ia conseguir fazer muita coisa. A gente andava, sentava, tomava alguma coisa, conversava, andava um pouco mais. Se eu piorava, a gente precisava ir pra casa.

Também percebi que, se eu estou ansiosa, nervosa, agitada, eu fico pior. Quando estou calma e relaxada, tenho dias melhores. Tente respirar fundo (apesar de que pouco oxigênio vai entrar nos pulmões) e relaxar. Ouça ao seu corpo e tudo deve ficar bem.

altitude sickness

Eu precisei sentar e não consegui nem gritar – vi a família indo embora enquanto eu fiquei sentada esperando passar

Você já teve esse problema? Conta pra gente nos comentários!

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta