O que fazer em Kobe com os filhos

Quando se ouve falar de Kobe, Japão, a primeira coisa que vêm a cabeça é a carne bovina de Kobe. Apesar da carne macia ser super boa, a cidade é muito, muito mais do que isso. Veja abaixo o que fazer em Kobe com os filhos – e muito mais!

Use essa imagem para salvar o artigo no Pinterest e deixar para ler mais tarde!
Uma imagem prontinha para facilitar um pouco a vida de quem quer deixar para ler depois. Clique no botão vermelho SAVE no topo da imagem para adicionar ao Pinterest!

* esse post contém links afiliados – eles não custam nada para você e nos dão uma pequena comissão

Aonde fica a cidade de Kobe, Japão?

A cidade de Kobe fica em Hyogo-ken e é pertinho de Osaka (menos de uma hora de trem), mas também pertinho da ilha de Shikoku. É na região de Kansai e é famosa pela comida. 

O Kobe-gyu (carne bovina de Kobe) é aclamada internacionalmente como uma das melhores carnes do mundo, mas Kobe também é famosa pelos seus pães! 

Teve esse terremoto gigante (Grande Terremoto de Hanshin) que, além de forte, durou muito e destruiu a cidade toda. Hoje em dia, a cidade está completamente reconstruída e mal dá pra acreditar que tal coisa aconteceu.


Talvez você queira ler: o melhor do Japão para famílias!


O que fazer em Kobe, no Japão

Kobe é uma cidade grande, o que significa que tem tudo o que se pode imaginar, incluindo muito trânsito e muita gente. Ainda bem que o transporte público no Japão é maravilhoso e ninguém tem muito problema para chegar aonde quer. Veja nossa lista com as melhores atrações de Kobe! 

~ Tetsujin 28

Esse robô gigante simboliza a força da comunidade na reconstrução da cidade depois do terremoto. Ele tem 18m de altura e fica no Parque Wakamatsu, pertinho da estação de Shin-Nagata. 

É um lugar muito legal para se tirar algumas fotos e fica entre vários shoppings e ruas comerciais (não as melhores do país, mas ainda assim vivas). Dá pra comprar alguma coisa e comer lá. 

O melhor de Kobe para crianças é, com certeza, esse gigante. Quanto menor a criança, mais feliz ela fica. Tinha um bebê de uns 2 anos que estava tão maravilhado com ele que não parava de gargalhar e correr ao redor das pernas do robô. Dá até pra ver ele nessa foto.

~ Planetário Municipal de Akashi

Se você tem um tempinho, por que não visitar o planetário? Os shows são só em japonês e duram mais ou menos 50 minutos. Durante os finais de semana, têm shows para crianças e bebês. Dê uma olhada no site para saber os horários certinhos! 

Custa ¥700 por adulto (acima de 18 anos) e crianças são grátis. O estacionamento é pago. 


Talvez interesse: a melhor internet móvel para turistas do Japão!

~ Ponte Akashi Kaikyo 

Ligando Shikoku a Honshu (a ilha principal do Japão), essa ponte suspensa é a mais longa do mundo. 

Na explanada da ponte. Dá pra tirar umas fotos bem legais por lá, especialmente se você for quando o sol estiver um pouco mais baixo (aprendam com a tia, queridinhos, apesar dela não seguir os próprios conselhos)

Por isso, existe o Centro de Exibição da Ponte com informações sobre a construção e a manutenção da ponte. Infelizmente, ele é fechado às segundas (exatamente quando a gente visitou). Custa ¥310 para pessoas acima de 15 anos, ¥150 para crianças entre 7 e 15 anos, e crianças com 6 ou menos anos entram gratuitamente. 

Tem também o Maiko Marine Promenade, ou a passagem por debaixo da ponte suspensa (NA ponte, mas abaixo da passagem de veículos). A vista é linda. Custa ¥250 nos dias de semana e ¥300 nos finais de semana para adultos (18+). Crianças entram de graça. 

Ambos ficam no Parque Maiko, que é enorme e cheio de surpresas, então vá com tempo. É um lugar legal para se fazer um piquenique em um dia ensolarado. 

Veja como a gente queria ir ver o centro de exibição sobre a ponte. Uma pena que não conseguimos. Mas enfim, essa é a parte da ponte que chega em Kobe.

~ Kobe Harborland

Um distrito de entretenimento em Kobe, à beira do mar. Tem o Museu do Anpanman (para os pequenininhos – eu diria abaixo de 5 anos), vários shoppings, passeios de barco e mais.

É lindo, e a gente se divertiu andando por lá tirando fotos com as estátuas dos personagens do Anpanman (um desenho japonês que passa há décadas na TV, aonde os personagens são pãos ou bactérias), uma pena que só encontramos 3 personagens (Anpanman, Baikinman e Baikinchan). Também compramos uns pães na padaria do Anpanman porque eu sou uma criancinha. Estava ruim. 

É uma área totalmente feita para o turismo, cheia de restaurantes caros, e lugares para gastar o dinheiro, mas é divertido mesmo assim. É um dia gostoso ao ar livre em Kobe com as crianças.

Fica na região central da cidade, em Higashikawasaki-cho. 

Eu sei que o Anpanman não é muito famoso pelo mundo, mas no Japão, ele é. Esse herói com cabeça de pão (sim) está na TV há 50 anos! Tem muita coisa Anpanman pelo país!

~ Kobe Port Tower

Com 5 andares de observação e 3 andares de lojas, a torre é um dos pontos turísticos mais famosos de Kobe. A gente quase nunca sobe nas torres porque a gente gosta de ver a cidade COM a torre, não DA torre. Também achamos que não era alta o suficiente para oferecer uma visão muito boa. 

Custa ¥700 (15+) e ¥300 (7~15). Os andares de lojas são gratuitos, mas os andares de observação não.  

Fica em Hatoba-cho, no centro de Kobe. 

A torre de Kobe é esse negócio vermelho. Tudo bem que a torre em si deixou a desejar, mas lá no andar térreo, na parte gratuita, tinha uma caixa de Pocky (os palitinhos de biscoito cobertos com chocolate) tamanho gigante para tirar fotos. As crianças adoraram se fingir de Pockys.

~ Meriken Park

Um dos melhores lugares para se tirar fotos da torre, esse parque é basicamente isso. Tem as letras BE KOBE, o hotel, e fica a 5 minutos da torre, então dá pra fazer tudo em uma parada. De noite, quando a torre está acesa, a vista é ainda melhor. 

A entrada é gratuita e fica cheia de crianças de escola durante o dia. Também tem lá o Museu Marítimo, para quem tem interesse. 

Essa era a fila de gente pra tirar as fotos com as letras de Kobe. Seria rapidinho se cada um tirasse 300 fotos e saísse, mas não. Cada um tirava uma foto, olhava pra ver se estava boa, ia de novo, via de novo. Quando ficava satisfeito, ia pra segunda letra e repetia tudo. Deu nervoso.

~ Parque no Memorial do Terremoto no Porto de Kobe

Em Hatobacho, esse memorial do terremoto de 1995 de Kobe é uma das atrações mais famosas da cidade. É uma pequena área no porto que foi mantida como ficou depois do terremoto, como um memorial. Dá para ver os postes de luz tortos, o chão quebrado, e imaginar como ficou toda aquela região. 

Pertinho tem umas fotos da cidade antes, logo depois do terremoto, e depois. 

A entrada é gratuita e fica no centrinho de Kobe, a alguns minutos do Meriken Park. 

Esse é o memorial. Eles deixaram uma área pequena, mas dá até medo, sabe. Um país como o Japão, que constrói tudo preparado para terremotos, ficar destruído nesse nível…

~ Prédio da prefeitura de Kobe

Você pode subir até o 24º andar e ver a cidade de cima. 

É gratuito, o que é sempre bom, e as vistas são lindas – de noite, especialmente. Fica em um prédio ao lado da prefeitura, mas eles são interligados. A gente achou que estava fechado, mas vimos o guarda nos chamando, dizendo que a entrada para o Observation Lobby era ali. Obrigada, senhor. 

Fica convenientemente localizada no centro de Kobe, rodeada por restaurantes e bares maravilhosos. É fácil de ir antes e/ou depois de comer. 

Fica aberto até às 10 da noite. 

Vimos um pôr do sol lindo da prefeitura. E estava super vazio, tinha umas 10 pessoas (contando com nós 6). Quando a gente estava indo embora, depois de escuro, estava começando a chegar mais pessoas. Então, gente, chegue antes do pôr do sol, assista essa maravilha da natureza e só depois vá embora.

~ Monte Rokko

Uma das melhores vistas noturnas do Japão, o Monte Rokko é maravilhoso. Dizem que dá pra subir de teleférico, andando ou de carro. Tem até um ponto de observação especial (Rokko Shidare) que parece um iglu (é uma escultura famosa). É pago, custa ¥300 por pessoa acima de 11 e ¥200 por criança entre 4 e 11 anos), mas tem o Observatório Tenran, que é gratuito. Eles ficam pertinho um do outro, então a gente ficou na área gratuita. 

Lá na montanha tem muita coisa, como o Museu da Caixa de Música, o teleférico, o jardim botânico, a casa de campo, e o Snow Park (parque de neve). Tudo cobrado separadamente. Veja os preços no site.

Veja mais atrações de Kobe aqui.

Tinha uma camada de poluição quando a gente resolveu subir a montanha, mas a vista foi linda. E ainda tomamos um café e comemos um pudim lá na lanchonete.

Um dia em Kobe

Se você só tem um dia em Kobe (é um passeio excelente de Osaka ou Kyoto), dá para adaptar esse itinerário ao seu gosto, mas eu imaginei algo assim:

  • Chega antes das 10 e vai direto para o Meriken Park. Vê a torre (Kobe Tower), o memorial do terremoto e a região. Não esqueça de tirar uma foto nas letras BE KOBE, claro. 
  • Vai para o Harborland, aonde você pode ou não visitar o Anpanman Museum e almoçar em algum dos restaurantes de lá (não na padaria do Anpanman, sério).
  • Visite o Centro de Exibição da ponte, a ponte Akashi Kaikyo, e a Maiko Marine Promenade (a passagem abaixo da ponte). Aí deve ser no meio da tarde. 
  • Visite o Tetsujin (robô gigante) e coma um lanche lá (Mister Donut é sempre uma festa com as minhas crianças).
  • Aí você tem 2 opções: vai ao Monte Rokko ou à prefeitura para ver a cidade de cima. A prefeitura é gratuita, mas a vista é através de vidros (é bom para dias chuvosos, mas reflete um pouco). O Monte Rokko é ao ar livre, no topo da montanha. Você precisa subir de teleférico, de carro, ou a pé. 
  • E volta pra casa. 
Para os pequenininhos, uma visita à padaria do Anpanman é divertida, mesmo para quem não vai comprar nada. As filas são pequenas se não for hora do almoço. Não é lá muito gostoso, mas é barato e dá pra fazer um picnic à beira do mar.

Hospedagem em Kobe para famílias

Ficamos no Daiichi Grand Hotel Kobe Sannomiya. Bom, não sei se eu gostei ou não. Foi um hotel mais ou menos. O estacionamento é longe to hotel (dá uns 5 minutos andando) e é pago.

O café da manhã foi bom, o que é excelente. 

Nós ficamos em 2 andares diferentes, o que não é muito prático quando a gente está dividindo a pasta de dentes e tal, mas é ok. 

Fica perto de lojas de conveniência e muitos restaurantes. É uma área altamente turística, então é fácil andar por lá. Eles têm uma lavanderia no primeiro andar e a recepção fica no segundo andar (achei estranho). 

Perto do hotel, essa era uma das ruas pouco turísticas. As ruas turísticas eram cheias de restaurantes de carne de Kobe para todos os lados. Tinha gente distribuindo menus e chamando os transeuntes para os restaurantes. Uma coisa bem Cusco.

As crianças não gostaram muito, já que tudo pareceu antigo e nada foi muito diferente. 

Estava limpo, pelo menos, e os colchões estavam bons – que é o que importa, não? 

Veja os preços deles aqui!

E a carne de Kobe, é a melhor? E o que mais comer por lá! 

Em Kobe, você precisa experimentar a carne de Kobe. A não ser que você seja vegetariano, claro. A carne é macia e deveria derreter na boa, mas a gente achou só OK. 

Esse foi o meu prato de carne de Kobe. Estava bom, mas não foi a melhor carne que eu já comi. Talvez a gente tenha sido enganado. Nunca vamos saber. 😀

Fomos em um restaurante de carne que estava no nosso caminho e pedimos cortes variados para experimentar. Tudo menos o corte mais caro, que tinha acabado (sério). A gente achou OK. Estava bom, mas não foi aquela maravilha do universo, e foi caro pra chuchu. 

Bom, teria sido melhor se a gente tivesse pesquisado uns restaurantes melhores antes de ir. Experimente esse, se você quiser, que dizem ser bom!

Para terminar: o melhor de se conhecer em Kobe

Kobe é uma cidade grande, mas não é assustadora. Tem de tudo, mas parece mais calma e tem até um ar de cidade pequena dependendo da onde você está. Alguns lugares da cidade são lindos e bem mantidos, enquanto outros parecem bem abandonados. 

No geral, achamos uma cidade fácil de se visitar, e pequena o suficiente para ser um bom bate-e-volta. 

É um destino altamente culinário, não deixe de comer muito! 

Nós gostamos, mas não é um lugar aonde a gente ia querer ficar muito tempo de novo. 

  • Cidade / País
  • Estadia Mínima
  • $ ~ $$$
  • Para crianças…
  • Melhor transporte local
  • Segurança
  • Recomendamos?
  • Kobe / Japão
  • 1 dia
  • $$$
  • Super bom
  • Carro
  • Super seguro!
  • Sim, é um excelente passeio!
0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.