O melhor de Shirakawago para famílias

Shirakawa-go ou a vila de Shirakawa é uma das mais bonitas do Japão. Junto com Gokayama, são patrimônios da humanidade declarados pela UNESCO. As casas estilo gassho, com os telhados super inclinados de palha e a localização (entre montanhas e rios) deixam o lugar único. Continue lendo para saber mais sobre o melhor de Shirakawago para famílias!

Uma imagem prontinha para facilitar um pouco a vida de quem quer deixar para ler depois. Clique no botão vermelho SAVE no topo da imagem para adicionar ao Pinterest!

* esse post contém links afiliados – eles não custam nada para você e nos dão uma pequena comissão

Aonde fica Shirakawago?

Fica na região de Chubu, no centro da ilha principal do Japão. Perto de Nagoya (mais ou menos uma hora) e de Takayama (a uns 20 minutos). 

Você não pode chegar lá de trem. Precisa ir de ônibus ou de carro. Nós fomos de carro, já que costuma sair mais barato quando a família é grande. 

Mas de qualquer jeito, você pode ver algumas opções aqui!

Uma casa estilo gassho de QUATRO andares! Não é demais? Essa era um restaurante de sobá.

O que torna Shirakawa go tão especial?

A vila é sempre citada como uma das mais pitorescas do Japão. Quando neva, fica ainda mais linda (não que a gente tenha visto ao vivo, mas enfim). 

As casas estilo gassho, com seus telhados de palha super inclinados e todas naturais – mas ainda assim, enormes, algumas até com 2 ou mais andares! 

O fato de ser uma vila com arquitetura super antiga, mas habitada normalmente, viva, e funcional – e o melhor, integrada à natureza, às tradições, e as inovações – é um grande ponto, não? E ainda tem o fato de ser extremamente fotogênica. 

Aliás, as casas em estilo gassho estão tanto em Shirakawa-go quanto em Gokayama, então você pode escolher qual vai visitar! Ou pode conhecer ambas, né, por que não?

Talvez interesse: o melhor do Japão para famílias

Uma das coisas mais legais que a gente fez em Shirakawa foi visitar o museu externo, que é uma vila completa! Dá para imaginar como era viver no período Edo.

O que fazer em Shirakawago para crianças

OK, vou começar avisando que a gente não fez muito além de andar. Decidimos assim porque, gente, é lindo demais! E porque tudo é pago, e seria caro demais conhecer tudo. Outro motivo é que a gente só tinha algumas horas e não daria, mesmo pra fazer tudo. 

Mas a maior razão é que tudo, todas as casas e museus tinham praticamente as mesmas exibições: coisas de uso diário do período Edo. 

Mas enfim, abaixo são as atrações de Shirakawa para famílias. Para mais detalhes, veja mais no site oficial

  • Jiba Studio Gallery: uma lojinha vendendo artesanato e itens tradicionais da vila. Não é, infelizmente, em uma casinha estilo gassho. Fica aberto entre as 9 e as 17, e é fechado às segundas. 
  • Gasshozukuri Minkaen Outdoor Museum: esse museu foi o único que visitamos e foi o suficiente. A gente passeou pelo museu (que é uma vila inteira, a céu aberto), entrou em casas, encontrou vários lagartos, brincou com brinquedos tradicionais e até comeu algumas guloseimas tradicionais. Fica aberto entre as 9 e as 4 ou 5, dependendo da estação. Custa ¥600 por adulto e ¥400 por criança. http://www.shirakawago-minkaen.jp/english/admin/
  • Wada House: a maior casa da região. Tem objetos caseiros tradicionais, coisas que as pessoas usavam na vida normal na era Edo. Fica aberto entre as 9 e as 17, e custa ¥300 por adulto e ¥150 por criança. 
  • Myozenji Temple Museum: a antiga residência dos monges da área hoje exibe os artigos usados pelos monges que moravam lá. Com a torre aonde fica o sino e estátua do Buddha, ainda tem uma das árvores mais lindas da região. Fica aberto entre as 9 e as 16 ou 17, dependendo da estação, e custa ¥300 por adulto e ¥100 por criança. 

Só uma dica: é uma vila real, com pessoas morando de verdade. Respeite, não entre nos quintais ou tente ver dentro das casas. E cuidado com os carros, que apesar de irem bem devagar, podem causar uma acidente  especialmente com crianças pequenas. 

Achei super legal que dá para ver a estrutura das casas quando se entra. É tudo tão cru, tão natural, e tão perfeito! Essa era uma casa de emergência. Quando uma casa da vila queimava, os habitantes da casa queimada ficavam nessa até conseguirem reconstruir a casa própria.

Um dia em Shirakawago com os filhos

Algumas pessoas passam uma noite ou outra em Shirakawa. Tem acomodação por lá (clique aqui para ver algumas opções!), mas a maioria passa só o dia por lá.

Entre as muitas opções, duas das mais populares cidades de origem são Nagoya ou Takayama. 

A gente resolveu ir de Takayama porque a distância é bem menor. Entre Takayama e Shirakawago, a viagem não dá nem uma hora, enquanto entre Nagoya e Shirakawago, dá pouco mais de 2 horas. Não é nada absurdo, mas se ainda se tem a chance de conhecer uma cidade tão linda como Takayama, conheça! E também ainda dá para aproveitar e conhecer Gokayama, a outra vila estilo gassho da região. 

Tinha várias flores coloridas e lindas no verão também. Não era aquela coisa cor de rosa maravilhosa das cerejeiras, mas estava lindo também.

Acho que é um passeio excelente para um dia, a não ser que você tenha a chance de ficar em uma das casas estilo gassho. Aí vale ficar por lá. 

Mas como não é uma vila enorme, dá para ver tudo em um dia. E, sinceramente, não acho que as crianças (nem nós, na verdade) ia querer ficar andando pelas casas iguaizinhas por 2 dias seguidos. 

Quem não está de carro pode sempre ir com um grupo de turismo ou em um ônibus de viagem. Eles existem, basta perguntar no seu hotel! Ou você também pode ver algumas opções aqui!

A melhor época para conhecer Shirakawa com os filhos

Apesar da vila ficar mais linda no inverno (especialmente quando tem neve), não é muito agradável ficar andando no gelo ou na neve o dia todo. Como é uma vila a céu aberto, quem vai no inverno com filhos (principalmente os pequenos) costuma preferir passar só algumas horas por lá ou pular.

A não ser que você esteja acostumado com o frio. Nesse caso, vá no inverno, porque é um cenário de contos de fadas. Para ver a vila coberta em neve, visite entre o final de dezembro e o começo de março. 

Outra opção ótima é o outono. As árvores estão todas mudando de cor e fica tudo lindo. Também deve ser gostoso andar – nada muito frio, ainda, nem muito quente. Entre outubro e começo de dezembro. 

Cada coisinha e móvel das casas tinha essa plaquinha com a descrição. Uma pena que a maioria era só em japonês. Fuén.

Na primavera, as cerejeiras estão todas floridas e lindas, deixando tudo mais fofo e romântico. Mas também fica mais cheio, já que é alta temporada. Para ver as árvores todas rosinhas, visite entre o meio de abril e o começo de maio (depende das árvores, tá?). 

O verão é, definitivamente, a época menos bonita. É quente, é chuvosa, e tudo está só verde. Adivinhe quando a gente foi para lá? No verão, claro. Mas deixe-me dizer: ainda assim, é deslumbrante. Foi bom porque, como não é a melhor época, tinha menos gente (mas ainda tinha bastante gente).

Estava meio quente demais para ficar andando – tanto que abandonamos a ideia de subir a montanha até o observatório – mas dentro das casas e das áreas de descanso, tudo estava gostosinho. Então, se você não gosta de multidões, visite no verão – mas evite agosto, já que é férias nas nas escolas. 

Para terminar: o melhor de Shirakawa com os filhos

Shirakawa é uma vila historica e arquiteturalmente incrível. Perfeita para umas aulas sobre ciências sociais, história, e meio ambiente. Também é tão linda que é de tirar o fôlego. 

As crianças, apesar disso tudo, disseram que foi legal nas primeiras 2 horas. Depois disso, tudo começou a parecer igual (e foi, mesmo, mesmo para os adultos). E olha que a gente fez várias paradas para sorvete, lagartos, borboletas, e brincadeiras. 

Então, no final das contas, acho que um dia por lá é mais do que suficiente. 

Mas, sim, vale a pena visitar, já que é lindo, lindo, lindo! 

  • Cidade / País
  • Estadia Mínima
  • $ ~ $$$
  • Para crianças…
  • Melhor transporte local
  • Segurança
  • Recomendamos?
  • Shirakawa go / Japão
  • Algumas horas
  • $$
  • OK para crianças
  • carro ou ônibus
  • tranquilo!
  • sim!
Mesmo a parte aonde as pessoas ainda moram é linda. Aliás, acho que essa é a parte mais linda da vila. Ah, esses humanos com suas cores e seus toques pessoais…

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.