O melhor da Great Ocean Road com filhos – de Melbourne aos Doze Apóstolos

Um guia com o melhor da Great Ocean Road com filhos - de Melbourne aos Doze Apóstolos. Essa viagem de carro, considerada uma das mais bonitas do país, é imperdível! #australia #oceania #greatoceanroad #viagemdecarro #viajarcomfilhos
Uma imagem prontinha para facilitar um pouco a vida de quem quer deixar para ler depois. Clique no botão vermelho SAVE no topo da imagem para adicionar ao Pinterest!

A Great Ocean Road, em Vitória (Austrália) é uma das estradas mais lindas do mundo. Como poderíamos perder? Aqui está o nosso guia com o melhor da Great Ocean Road com filhos – de Melbourne aos Doze Apóstolos.

De Melbourne à Great Ocean Road

A Great Ocean Road começa em Torquay e termina perto de Warrnambool. É uma estrada longa (243 km), mas a maioria das pessoas não viaja tudo. Vai de Melbourne nos 12 Apóstolos.

Demoramos cerca de uma hora para chegar de Melbourne à Torquay, aonde paramos para aproveitar a vista e começar a viagem com o pé direito.

Viajar a Great Ocean Road sozinho ou em um tour guiado?

É um caminho longo, dá entre 6 e 10 horas de volante, dependendo quanto você pára e quão rápido você vai dirigir e, claro, se vai ou não terminar a viagem nos Doze Apóstolos.

Além do tempo dirigindo, tem também o tempo de todas as paradas – porque são muitas, e todas imperdíveis. A Great Ocean Road é cheia de atrações e você vai ficar tanto tempo fora do carro quanto dentro. Portanto, pense bem qual fica melhor pra você.

É possível fazer tudo em um dia, mas é um dia bem cansativo. Então, tem-se a opção de um passeio com guia. Desse jeito, alguém vai dirigir e você vai ter um guia para te mostrar o que ver, aonde parar, e etc. Você pode dormir a viagem toda, jogar no celular, trabalhar, qualquer coisa – enquanto alguém faz o trabalho pesado.

Veja algumas opções abaixo!

Se você prefere parar só aonde quiser, fazer tudo ao seu passo, melhor alugar um carro. A gente tem as crianças e, com filhos que sofrem com enjôo, a gente queria ter a liberdade de parar e ficar o tempo que quisesse – ao invés de cumprir um itinerário que agradaria à muitas outras pessoas.

Decidimos também ficar uma noite em Port Campbell, para poder ver os Doze Apóstolos de manhã, então, realmente, ir sozinhos seria a melhor opção.

O melhor da Great Ocean Road

Tem muitos lugares para se visitar ao longo da Great Ocean Road, chega a ser problemático. Vale a pena parar ao máximo possível.

Escolha com cuidado se for fazer em um tempo limitado. A gente tinha 2 dias, e mesmo assim, foi corrido.

Abaixo, o nosso itinerário de 2 dias pela Great Ocean Road.

De Melbourne à Torquay

Foi cerca de uma hora, a viagem entre Melbourne e Torquay. Apesar de não ter a necessidade de parar lá, é uma cidade bem fofa, praiana, e um ótimo jeito de começar bem a Great Ocean Road.

A viagem entre Melbourne e o começo da Great Ocean Road é normalzinho, nada demais, mas é uma boa ideia parar para comprar tudo o necessário: lanches, encher garrafas de água, e dar uma esticada nas pernas. Veja mais algumas dicas para se viajar de carro com os filhos aqui!

O que fazer em Torquay com a família

The best of the Great Ocean Road with kids includes this awesome chocolate factory in Anglesea, of course. One of the best road trip snacks is a chocolate (as long as you have air conditioning).
Cuidado com os Oompa Loompas – melhor placa. Esse jardim estava lotado de cocô de canguru! Uma pena que eles só aparecem depois que a loja fecha. Passe por lá o mais tarde possível para vê-los! (É a Great Ocean Road Chocolaterie)

Torquay é uma cidade de surf, aonde nasceram algumas marcas famosas de roupas e acessórios de surf, então espere lojas enormes, praias com ondas maravilhosas e parquinhos de monte!

E, claro, não poderia deixar de ter um Museu do Surf (Surf Museum), né. Se tiver um tempinho, aprenda um pouco sobre o esporte.

O tempo, quando a gente foi, estava bem feio, então só tomamos um café no Bomboras Café, que é bem gostosinho.

Também tem a Great Ocean Road Chocolaterie and Ice Creamery, que é maravilhosa. Fica, na verdade, em Anglesea, mas é a uns 10 minutos de Torquay, então não tem desculpa. Compre alguns suprimentos para a viagem e aproveite! O meu favorito foi a casca de laranja coberta de chocolate! Delícia!

Aireys Inlet Lighthouse (Farol de Aireys Inlet)

The Aireys Inlet Lighthouse has some killer views of the Great Ocean Road. You can go up the lighthouse and enjoy a cup of tea there!
Talvez porque a gente não conseguiu chegar perto do outro farol, mas esse foi o favorito. Encontramos muitos insetos esquisitíssimos em volta dele!

Aproximadamente meia hora depois de Torquay (e uns 20 minutos depois da loja de chocolate), tem o farol Slip Point. É um farol bem bonito, e eles oferecem passeios guiados das 11 da manhã às 2 da tarde. Os passeios duram entre meia hora e 45 minutos. Crianças acima de 5 anos podem participar, e você precisa usar sapatos apropriados (nada de saltos ou chinelos), e conseguir subir a escadaria bem íngreme do farol para participar. Custa AU$ 40 por família (2 adultos + 2 crianças).

Mas mesmo se não for participar do tour, os pontos de observação nos penhascos são incríveis e vale a parada.

O que fazer em Lorne com crianças

Uns 20 minutos depois, chegamos em Lorne, preparados para fazer algumas caminhadas – porque são muitas, muitas trilhas pela cidade, algumas incluindo cachoeiras e pontes. Acabamos não fazendo nada, só sentamos lá do lado da ponte, tentamos conversar com as cacatuas (tinha tantos, mas tantos!), e descansamos um pouco.

Lorne é uma cidade praiana, então tem muitas praias, mas também florestas. Não perca uma trilhazinha, e, se tiver tempo, quem sabe umas linhas de tirolesa?

Lorne is full of awesome walks, from pram friendly walks to multi-day hikes. Full of waterfalls, rivers, and beaches, it's worth a stop!
Só quem viaja com crianças e está desnorteado depois de ouvir uma notícia horrível vai entender essa cabeça no canto da foto. Pior que eu só percebi agora.

O melhor lugar para ver coalas na natureza

Cerca de meia hora depois, chegamos no rio Kennet. Para ver coalas selvagens na Great Ocean Road, essa é, sem dúvida, a melhor parada.

Dá pra andar um pouco pela floresta, mas não precisa. Tem uma lojinha bem na estrada e, logo atrás dela, muitas árvores. Foi lá que vimos os primeiros. Sério, nem precisamos sair do carro. Em menos de um minuto andando, vimos três!

Com certeza, foi uma das melhores coisas para se ver na Great Ocean Road, Austrália. Não perca!

Spotting koalas in the wild was one of the highlights of the Great Ocean Road for us. There were so many, and they're so cute! Find out where!
Se me perguntarem o melhor da Great Ocean Road com filhos, minha resposta é, com certeza, ver coalas selvagens. E esse coala nessa pose sexy? Mas, na verdade, ele só estava coçando a bunda.

Cape Otway para famílias

Bom, a maior atração de Otway é, sem dúvida, o Great Otway National Park (Parque Nacional de Great Otway). Com crianças, a melhor parada é o Cape Otway Lightstation, ou o farol de Cape Otway. Se for querer conhecer o farol por dentro, é bom chegar antes das 4:30 da tarde. Depois disso, só dá pra ver o farol de longe.

Esse parque é ENORME (vai de Torquay à Princetown!) e maravilhoso, e também encontramos vários coalas por lá. Não é difícil de encontrá-los, mas eles ficam, na maioria do tempo, nas árvores. Se encontrar pessoas olhando pras árvores, pode ter certeza de que tem um coala por lá.

Cape Otway Lightstation is the oldest surviving lighthouse in mainland Australia. Make sure you visit it on your drive through the beautiful Great Ocean Road.
A gente não sabia que o farol de Cape Otway era murado. Chegamos lá pouco depois das 4:30 e essa foi a vista mais próxima que pegamos dele. Foi uma caminhadinha gostosa, mas ficamos desapontados com a distância.

Cangurus na Great Ocean Road

Um dos melhores lugares para se ver cangurus na Great Ocean Road é nas margens do rio Gellibrand, em Princetown. MAS eles aparecem mais antes das 9 da manhã ou depois do pôr do sol. Aparentemente, são muitos e muitos cangurus, mas a gente não viu nenhum. E olha que a gente procurou por uma meia hora. Uma pena.

Fica a cerca de meia hora após Cape Otway.

Os Doze Apóstolos, Great Ocean Road

Então, uns 10 minutos depois de Princetown, chega-se no ponto alto: os icônicos 12 Apóstolos. Na verdade, só são 8 hoje em dia, e esses gigantes de calcário estão desaparecendo aos poucos.

The Twelve Apostles are the main reason people do the Great Ocean Road (Australia). And it IS stunning. Make sure you visit as soon as you can - they may not be there for long.
Os Doze Apóstolos no pôr do sol são mágicos, sabe. Apesar das pessoas comendo pizza em volta da gente. E da nossa fome. Mas a gente se controlou e não pediu nenhum pedaço.

Recomendo que se chegue em tempo de ver o pôr do sol, porque é uma cena inesquecível, tão incrivelmente linda que dá vontade de chorar. Fica lotado, sim, mas vale a pena. Confie em mim. E não se preocupe tanto com a multidão, porque são muitos observatórios, dá pra todo mundo ver tranquilamente.

Ali, são duas opções: ver dos observatórios, no alto do penhasco, ou descer os degraus de Gibson (Gibson Steps) e ver da praia. Outra opção é um passeio de helicóptero, se você puder.

A gente viu o pôr do sol dos observatórios, porque estava lindo demais e eu fiquei com medo de perder no caminho da praia. De manhã, acordamos e fomos direto para a praia. Foi ótimo porque a praia estava vazia e vimos o sol se pôr atrás das pedras.

I could brag about this one spot having the best view, but the truth is that the 12 Apostles, Great Ocean Road, are stunning, and all the views are good. You should see them all!
Uma foto 360 de um dos observatórios. Como dá pra ver, tem bastante gente, mas tem espaço suficiente pra todo mundo. São vários lugares aonde se pode parar e ver tudo, todos com vistas incríveis. Passeie por todos eles!

Os Degraus de Gibson (Gibson Steps) são mais de 80 degraus do alto do penhasco à praia. Pode ficar meio escorregadio, mas é maravilhoso. Passamos horas e horas na praia, até começar a encher (lá pras 11 da manhã).

O mar é bem forte e perigoso, não se pode nadar, mas dá pra ficar no rasinho se molhando nas ondas. Essa é a parada principal da viagem, uma das coisas que não se pode perder na Great Ocean Road!

E enquanto estiver por lá, não perca o Loch Ard Gorge, O The Grotto, e o London Bridge!

The Gibson Steps take you to the beach so you can have a different point of view of the Twelve Apostles. It's an awesome different view!
Não perca a melhor parte dos Doze Apóstolos: a praia. Seriamente estonteante, e a escadaria é maravilhosa. Difícil de subir/descer com o monte de gente fazendo a mesma coisa, já que é estreita, mas vale a pena!

Uma dica: cuidado com as formigas gigantes. As picadas dóem muito e elas são muito, muito fortes. Elas literalmente grudam e precisa de força pra tirá-las.

O melhor de tudo é que é tudo gratuito. Depois de pagar uma pequena fortuna para ver Stonehenge, posso dizer que ficamos muito gratos por isso – mas que a gente pagaria, se precisasse, porque vale cada centavo!

O que fazer em Port Campbell

Essa pequena cidade, a cidade mais próxima dos 12 Apóstolos, é linda e famosa pelos restos de naufrágios. Não é pra menos que tem um Museu dos Naufrágios (Shipwreck Museum). Você também encontra o Port Campbell National Park, e uma mini-praia aonde se pode se banhar no mar. Apesar de ter praias por todos os cantos, elas são perigosas e não recomendadas para banho.

Port Campbell is the closes town to the Twelve Apostles. Spend a night there and experience those majestic limestone giants day and night!
E esse pôr do sol australiano de tirar o fôlego, hein? Estava tão lindo que eu poderia ter ficado pra sempre. Se não fosse 9 da noite. E eu não estivesse com tanta fome.

A gente comeu todas as nossas refeições no Waves Café and Restaurant porque a comida estava deliciosa, tinha espaço suficiente pra todo mundo, e estava bem no centro. Assim, a gente tinha tempo pra relaxar, dava pra usar o banheiro e comer uma comidinha boa antes de pegar a estrada de novo.

Acomodação para famílias na Great Ocean Road

Apesar de estar longe de ser barato, os preços dos hotéis, albergues, e afins da região não são mais caros do que o resto da Austrália.

Foi, realmente, uma ideia boa, a de passar a noite em Port Campbell, porque a gente conseguiu ficar a manhã toda na praia, enquanto ela estava vazia, e apesar dos Doze Apóstolos serem muito mais bonitos durante o pôr do sol, a praia fica muito melhor debaixo do sol.

I don't think we can have an idea of the size of the 12 Apostles if you're not there. They're unbelievably tall. It's majestic!
Uma foto ‘normal’ do pôr do sol sobre os Doze Apóstolos. Essa foi do primeiro observatório, o mais próximo do estacionamento. Não é pra menos que foi o mais lotado. Ainda assim, lindo, não?

A gente ficou no Port Campbell Motor Inn, já que ele tem um quarto grande para famílias – 2 quartos, banheiro completo, 4 camas de solteiro e uma cama de casal, além de uma cozinha básica e uma salinha de estar/jantar.

É simples, mas confortável, fácil de encontrar, e tinha tudo o que a gente poderia precisar para uma noite.

Veja os preços aqui!

Outra ótima opção é em Cape Otway. Eles tem uma vilazinha histórica e charmosa lá, que pode ser uma experiência maravilhosa. E daria para tirar uma foto do farol de manhã, sem todos os turistas…

Veja aqui os preços atuais!

Take a moment to climb down the Gibson Steps and see the Twelve Apostles from the beach. It's a whole different experience! The earlier, the better!
Valeu a pena, tudo! Foi uma das nossas viagens de carro mais legais, sem dúvida! Uma pena que a gente não teve tempo suficiente pra ir procurar um ornitorrinco.

Dos 12 Apóstolos à Melbourne

Tem 2 jeitos de se ir aos 12 Apóstolos de Melbourne (ou vice e versa). Um é pela maravilhosa Great Ocean Road, que é o caminho longo, mas cênico. Ele dura umas 5 horas sem paradas. Com todas as paradas, se você for fazer todas as que eu mencionei, vai pra quase 12 horas.

E aí tem também o jeito curto. Dá menos de 3 horas, sem paradas, mas não é nem de perto tão bonito, sabe. MAS não tem a necessidade de ir e voltar pela estrada bonita, tem?

A gente voltou pra ‘casa’ em 2 horas e meia e paramos no Pink Lake (Lago Rosa), em Melbourne.

Se a gente fosse fazer de novo, provavelmente iria aos Doze Apóstolos pela estrada ‘feia’ e voltaria pela bonita. Assim, as paradas estariam bem mais vazias.

The Salt Lake in Melbourne turns pink naturally for part of the year. And it's bright pink.
Uma coisa que depende do clima, em Melbourne, é esse lago. Ele fica nesse super tom de rosa durante o verão, mas também em outras épocas se o tempo colabora…

Para terminar…

Não falta atrações na Great Ocean Road, e para aproveitar ao máximo, é preciso tempo. Daria para ficar uma noite em cada parada, sabe?

A maioria das pessoas faz essa viagem em um ou dois dias, como nós. Mas teria sido ainda melhor se a gente tivesse mais tempo.

Ainda assim, foi uma experiência incrível, lindíssima, e valeu todos os minutos sentados dentro do carro.

É, com certeza, uma das estradas australianas que não se pode perder!

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.