O que fazer em Nagoya com crianças (Japão para famílias)

Nagoya é uma cidade no centro do Japão. Convenientemente localizada e perto de Osaka, é um lugar legal de se visitar. Continue lendo para descobrir o que fazer em Nagoya com crianças.

Use essa imagem para salvar o artigo no Pinterest!
Um pin prontinho para ajudar um pouco. Clique no botão PIN para adicionar ao Pinterest!

Clique aqui para fazer o cadastro e receber nossas newsletters: você pode ser sorteado para receber um cartão postal e ainda ganha acesso à área só para leitores VIP! 

* esse post contém links afiliados – eles não custam nada para você e nos dão uma pequena comissão

O melhor de nagoya para quem tem filhos

Nagoya é uma cidade grande aonde não faltam opções do que se fazer. É um lugar cheio de vida, e é mais fácil você cansar do que ficar sem ter o que fazer.

Visitar a casa da Satsuki e da Mei (do filme Meu vizinho Totoro)

Era a única coisa que eu queria muito fazer, e ainda bem que conseguimos! Fica no lindíssimo parque Moricoro, também conhecido como Ai Chikyu-Haku Rinen Koen.

A casa é maravilhosa, linda, fofa, e perfeita. Exatamente como no filme. Tem o balde furado, as sementes, as roupas, coisas de casas normais, como pratos, copos, e até os sapatos (os sapatos que as meninas usam no filme, gente, igualzinho!!!), e tudo o mais.

Satsuki and Mei's house, from the movie My neighbor Totoro (Ghibli Studios). It really exists and it's perfect! A great day out for those who love the movie! Click to know more!
Essa é *A* casa. Sabe… Sério. Meu coração estava até batendo mais rápido do que o normal. Pode me chamar de nerd. Ou melhor, OTAKU.

Clique aqui para comprar os ingressos para a casa antecipadamente!

É meio longe da cidade de Nagoya em si, precisa pegar a linha Linimo de trem, que é um pouco mais cara (e confortável) que os trens comuns, mas o parque é muito legal e merece a visita. A entrada para a casa é barata, custa ¥510 por adulto e ¥250 por criança de até 15 anos.

Claro que tem o lado ruim, que é a duração da visita: meia hora. Você fica dentro da casa por 15 minutos, depois tem 15 minutos fora da casa. E fim.

Dá para comprar as entradas nas lojas Lawson, direto no local ou online. Se for visitar fora de período de férias escolares (maio, agosto, final de ano) ou finais de semana, dá para comprar direto no local. Se for visitar em períodos de férias, feriados ou finais de semana, melhor comprar online!

Moricoro Park

Esse parque é aonde fica a casa citada acima, e é lindo e enorme. A gente ama muito. Tem bastante estacionamento, é fácil de ir também de trem (linha Linimo). Tem museu, piscina interna, lagos, pista de bicicleta, parquinhos, uma das rodasgigantes mais altas do Japão e muito mais.

A vista do meu assento da casa de chás do parque. Apesar de não ter ar condicionado, estava geladinho e gostoso lá dentro. Tão quieto e tranquilo, amamos!

Minha parte favorita do parque é a casa de chás perto da casa do Totoro. A moça que trabalha lá é tão fofa, e o chá verde com o docinho (é tudo o que eles servem, matcha e wagashi) são deliciosos. Da última vez que a gente foi, ganhou uns Totoros de origami lindos.

Não perca. Você precisa entrar e chamar, já que a moça quase sempre está fazendo alguma coisa na cozinha, mas vale a pena. A sala é tão fresca e tranquila, uma maravilha em um dia quente de verão.

Hoshigaoka Terrace

É um shopping bem legalzinho. É todo aberto, o que não me parece uma boa ideia no Japão, com seus invernos super frios e verões super quentes, mas o shopping em si é bem legal. Tem várias lojas de marca, como a MUJI, e tem um boliche.

Amo essas tampas de bueiro tão lindas e com os ícones da cidade. Tenho tantas fotos de bueiros japoneses… 😀

Aula de culinária no Bonza Cooking Class

Aprendemos como fazer comidas deliciosas com a Ayano-san, do Bonza Cooking Class.

Eu não acho que exista um jeito melhor de se aprender mais sobre a cultura de um lugar do que aprendendo sobre a comida, então essa aula foi para a educação das crianças (e dos pais), mas também por diversão. Aulas de culinária são sempre divertidas!

Infelizmente, a Ayano-san fechou a escola dela e foi morar no EUA, mas ainda existem muitas outras opções na cidade!

Encontre uma aula de culinária em Nagoya aqui!

The decorated rice dough being cut by a child during a cooking class in Nagoya, Japan. Click to know more!
Os bolinhos de arroz decorados que eles aprenderam a fazer na aula de culinária. Delícia!

Castelo de Nagoya

O castelo de Nagoya é a maior atração turística da cidade, mas infelizmente, está fechado. Dá para entrar nos jardins, visitar o Hommaru Palace e tal, mas não a torre principal. A entradaa o complexo é paga.

Um dos quartos do Palácio Hommaru. A maior parte das portas e paredes são cobertas por murais lindos e esculturas maravilhosas. É impressionante.

O palácio é lindo e vale a visita. A parte interna é ainda mais bonita do que o castelo era antes de fechar para restauração. A gente ficou um tempão passeando por lá. Eles têm uns tablets com informações em vídeo em cada cômodo, e os vídeos são bem divertidos.

  • Horário: das 9 da manhã às 4 da tarde
  • Custo: ¥500 por adulto acima de 15 anos.

Kinshachi Yokochô

Essa pequena vila é cheia de restaurantes e lojinhas de lembrancinhas que são especificamente para turistas, mas vale a pena uma parada. Fica na saída (ou entrada) do castelo de Nagoya, então dá pra fazer os dois em um passeio.

São 2 áreas diferentes, com horários diferentes – geralmente no mesmo horário do castelo.

Provavelmente a atração turística mais importante de Nagoya, o Castelo de Nagoya é lindo. Mas o melhor dele são os jardins. É tão lindo. E estava tão lotado quando a gente visitou da última vez…

Museu de Ciências de Nagoya

Com o maior planetário do mundo, esse museu é muito, muito legal. A maioria dos museus de ciências naturais são legais, mas esse é outro nível. A gente gostou ainda mais do que o Miraikan, de Tóquio.

Ele é super interativo e divertidíssimo para crianças de todas as idades – incluindo adultos!

Não perca os shows de ciência que, apesar de serem só em japonês, são muito divertidos. E a sala congelante, chamada Deep Freeze, com temperaturas de -30ºC, aonde você pode ficar por 5 minutos congelando os cílios, é demais. Amamos!

Eles oferecem guias (em papel) em várias línguas, incluindo português!

  • Horário: 9:30 am ~ 5 pm
  • Custo: Museu + Planetário: ¥800 (adultos), ¥500 (15~18 anos); Só o museu ¥400 (adultos), ¥200 (15~18 anos) e menores de 15 anos entram de graça.
Na exibição de astronomia do Nagoya Science Museum. As crianças amaram descobrir como os tornados se formam – e ver um acontecer!

Nagashima Spa Land

OK, não fica em Nagoya, mas é perto o suficiente (na cidade de Kuwana), mas é demais. Imagine um parque de diversões com as melhores montanhas russas. É esse.

Apesar do nome remeter a alguma coisa tranquila e relaxante, esse parque é para os viciados em adrenalina. É um dos lugares mais legais para adultos ou crianças com mais de 1,30m de altura. A gente levou as crianças vários anos atrás e eles não gostaram.

Consideramos revisitar, mas como a Coral ainda não tem altura o suficiente, ficou pra depois. Hoje em dia ele tem uma área de crianças, mas é para crianças pequenas (até 6 anos). Os meus caçulas, apesar de serem pequenos não são pequenos o suficiente. Para mais informações, visite o site em japonês.

Nagoya é cheia de torres, como a Higashiyama Tower ou a TV Tower. A gente não foi em nenhuma porque, adivinha, estavam fechadas.

Porto de Nagoya

A gente estava esperando algo como Odaiba, mas não foi. Estava tudo bem velhinho, caindo aos pedaços. Tem um Aquário, provavelmente o único prédio inteiro, mas a gente não entrou porque evita animais enclausurados.

Também tinha um Centro de Conservação de Tartarugas Marinhas lá, e era gratuito. Resolvemos entrar para ver o que eles faziam e foi horrível. Várias tartarugas em piscininhas minúsculas e sujas. Nunca mais.

Quando o cabelo da filha combina com a ponte, a gente tira uma foto. Ainda bem que consegui antes dela virar e começar a fazer caretas, que é o que ela faz toda vez que percebe que eu estou tirando fotos.

Sakae Dori

A região em volta da avenida Sakae é o ponto alto para quem quer fazer compras. É cheia de lojas famosas, lojas estranhas e diferentes, restaurantes únicos e muito mais. É super animada de noite e de dia, não tem desculpa. A gente costuma parar para comer no Outback Steakhouse (não tem aqui na Nova Zelândia) quando estamos por perto.

Dessa vez, encontramos uma lojinha vendendo tudo de morango, e estava delicioso! Ande por lá que você vai encontrar alguma coisa maravilhosa, com certeza. De lojas de usados à Don Quijote (a melhor loja para lembrancinhas e comidas baratas), a lojas enormes de cosméticos, eletrônicos, karaokês e tudo o mais.

Outras atrações de Nagoya, que a gente não conseguiu ver dessa vez:

Talvez a gente tenha a chance de fazer alguma outra vez… Espero que sim!

Os origamis de Totoro que ganhei na casa de chá do parque Moricoro. Puro amor.
  • Visitar o observatório de Midland Square.
  • Tirar uma foto com a Torre de TV de Nagoya
  • Passar um dia em Shirakawago, a vila mais bonita do Japão (Clique aqui para agendar uma visita à Shirakawago!)
  • Para quem gosta de zoológicos, o Higashiyama Zoo é enorme e tinha vários animais diferentes.

Veja o nosso guia completo do Japão para famílias!

Aonde e o que comer em Nagoya

A comida mais famosa é o misokatsu. A especialidade de Nagoya, é o filé de porco empanado, frito, e servido com um molho de missô. Delícia!

Nagoya Castle at sunset with the tree leaves framing it. It's a beautiful place and the gardens surrounding the castles are the best part for families.
O castelo de Nagoya é visível de vários lugares da cidade. É um dos únicos castelos que a gente visitou que cobra para entrar no complexo

Ma Maison no Tonkatsu

Que delícia de tonkatsu (filé de porco empanado) servido com arroz, picles, sopa de caldo de porco e salada de repolho. Fica no Hoshigaoka Terrace, no último andar, e vale esperar na fila.

Se você não é vegetariano, precisa visitar. A gente amou.

E como bônus, o chá deles é delicioso.

Nagoya Gyoza Seisakusho

Essa era a nossa mistura na maioria dos dias. É uma lojinha pequena com um restaurantezinho, mas a gente sempre comprou os gyozas (pastéis chineses) e comia em casa. É barato, e ficava ainda mais barato se comprasse cru – para fritar em casa.

A gente ama gyozas e experimentou todas as variedades deles. O de shissô (uma folha verde bem gostosa, comum no Japão) é delicioso e vegan. Eles fazem muito rápido – em 5 minutos depois do pedido, nossa comida estava pronta, e ficava tão perto do apartamento…

A path beside a lake with wintery plants and a family walking on it. The path to the house from My Neighbor Totoro is just as lovely!
Esse é o caminho que levava até a casa da Satsuki e da Mei no parque Moricoro. Aquela casa que você vê na foto é a casa de chá japonês.

Jyu jyu Karubi

Churrasco japonês, alguém? Não é para vegetarianos, mas é tão divertido fazer o churrasco à mesa!

A gente escolhe o tipo do churrasco, pede pelo tablet, e come! O tablet também tinha uns desenhos japoneses para crianças.

A gente adora yakiniku mais pela diversão do que pela comida em si.

Gusto

Um fami-resu (ou restaurante para famílias), e a gente só comprou a comida de lá uma vez. É OK para se comer lá, bem tranquilo para crianças. A comida para levar é OK, nada maravilhoso, mas decente. É um lugar quentinho para se passar algumas horas com a família.

Vou confessar que eu costumo não gostar muito de molho de missô, mas esse do Yabaton estava uma delícia. Não sei dizer se eu prefiro o molho de missô de lá ou o molho de tonkatsu normal

Yabaton

Esse restaurante especializado em Katsu é ótimo, e o missokatsu deles é uma maravilha. Tão bom! As porções são grandes, também, o que é incomum no Japão.

É mais caro do que os outros lugares, mas a qualidade da carne é ótima, e tudo foi muito bom

Restaurantes internacionais

Existem várias redes de restaurantes internacionais em Nagoya, como o Hard Rock Café, Outback Steakhouse, Fridays,etc. Para quem precisa ter um gostinho de casa, pode ser uma boa pedida.

Eles costumam ser um pouco mais caros, mas os garçons costumam falar inglês fluente, o que ajuda.

The mom and the 3 older kids in photo spot where we put our faces in the holes to look like we were the animals at Hoshigaoka Zoo in Nagoya, Japan.
Tem um zoológico em Nagoya bem grande. É o Hoshigaoka Doubutsu-en. A gente não visita mais zoológicos, mas se você gosta…

Aonde se hospedar em Nagoya

A gente alugou esse apartamento pelo Airbnb. Infelizmente, ele não está mais disponível. Se você é novo por lá, clique aqui para fazer seu cadastro e receber um desconto no seu primeiro aluguel – e a gente recebe uma comissão também!

Da última vez que fomos, ficamos no Super Hotel Nagoya, que foi OK. Assim, os quartos eram tranquilos, mas a cama de cima do beliche não vem feita, eles têm produtos de beleza, mas você só pode pegar durante o check-in, e o café da manhã foi mais ou menos.

Eles oferecem estacionamento gratuito, o que é ótimo. A máquina de cartão de crédito deles recusou nossos 2 cartões e a gente precisou sair pra tirar dinheiro na loja de conveniência – com o mesmo cartão.

Se você prefere ficar em hotel ou hostel na área, clique aqui para encontrar alguma coisa (link afiliado) 

2 kids running on the observation deck at Nagoya Airport, Japan. It used to be free of charge and there's a great view of the aircrafts leaving and arriving in Japan.
Do último andar do aeroporto de Nagoya, da para ver os aviões subindo e descendo. Para quem tem filhos malucos por aviões, é um lugar divertido para se estar.

Para terminar, vale a pena visitar Nagoya?

A gente precisa voltar lá para ver mais da cidade, mas ela é bem parecida com qualquer outra cidade japonesa. É uma cidade grande, não chega a ser tão cheia quanto Osaka ou Tóquio, então pode ser uma boa alternativa. Até porque tem um aeroporto por lá.

A casa do filme Meu vizinho Totoro vale a visita, com certeza!

  • Cidade / País
  • Estadia Mínima
  • $ ~ $$$
  • Para crianças…
  • Melhor transporte local
  • Segurança
  • Recomendamos?
  • Nagoya / Japão
  • 2 dias
  • $$
  • É tranquilo
  • Trens!
  • Super seguro
  • Sim
A bridge in Nagoya, Japan. There are many bridges in Japan and they' give great views over the bays and the seas.
Existem muitas pontes na região, e elas são lindas. Adorava passar por elas (de carro), apesar de não ser muito fã de pontes.
0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.