Kaikoura, NZ, com crianças

Kaikoura, na NZ, é um lugar incrível! Um paraíso para os amantes dos animais, e aonde as montanhas encontram o mar. Destino perfeito para uma viagem em família!

Um pin para você pinnar e ler depois!

Passamos uma semana em Kaikoura em junho de 2016.

Kaikoura é uma cidadezinha ao norte da Ilha Sul da NZ. Kai, em maori, significa comida, e koura é lagosta. Como o nome diz, é uma cidade com abundância de vida marinha. Quando eu estava fazendo minha pesquisa pré viagem, eu sabia que as crianças iam querer visitar.

Kaikoura era o único lugar que o João queria ver de qualquer jeito. Ele queria muito ver os albatrozes e as baleias, mas os lobos marinhos e os golfinhos eram um bônus e tanto. Merece a fama de paraíso para os amantes de animais.

kaikoura mountains and sea

As montanhas e o mar de Kaikoura

A gente estava na estrada, indo de Golden Bay à Kaikoura, quando vimos o primeiro lobo marinho. Ele estava brincando nas pedras. Só quando chegamos bem perto que percebemos outro, deitado à beira da estrada, dormindo tranquilamente enquanto carros passavam ao lado dele a 100km/h. Não ficou incomodado nem com as pessoas tirando selfies bem de pertinho.

– eles pedem que a gente dê 10 metros de distância dos lobos marinhos, por mais tentador que seja chegar perto deles –

Um pouco mais pra frente, em Ohau Point, vimos outro. Levamos um susto quando descemos do carro e descobrimos não só um, mas vários! Tinha um filhote lindo e corajoso que, na hora que nos viu, começou a correr na nossa direção! Tão lindo! Tudo bem que ele provavelmente estava vindo pra atacar a gente (e proteger a mãe dele), mas eu apaixonei. Uma pena que a gente estava tão perto da estrada que teve que ir embora antes que ele chegasse muito perto dos carros.

fur seal pup in Kaikoura

Filhote de lobo marinho em Ohau Point

E aí chegamos em Kaikoura. Tão linda! Deve ser alguma coisa da Ilha Sul da NZ, com o encontro das montanhas e do mar, mas é incrível como todos os lugares são maravilhosos aqui.

Kaikoura é uma cidade pequena, onde todas as lojas ficam juntas em uma rua. Casinhas pra lá e pra cá, as montanhas e o mar. Como não amar?

Ficamos nesse motel. É básico, pequeno, mas confortável, quentinho e limpo. Os funcionários foram educados, gentis e prestativos. A internet funcionava perfeitamente (e a gente não estava contando muito com isso). Faltou um fogão de verdade (o que tinha era aquele de acampamento) e panelas grandes. Macarrão e sopa foram impossíveis de fazer.

Point Kean to Whalers Bay

As crianças descansando na trilha de Whalers Bay

Nós comemos nesses 3 lugares:

Coopers Catch: fish & chips (peixe empanado frito e batatas fritas) MUITO bom. Tão bom que fomos lá 4 vezes na semana. Vários peixes diferentes para variar. O divertido eram as gaivotas tentando comer sua comida e/ou fazer cocô na sua cabeça.

Why Not Café: só tomamos um café da manhã lá, porque foi super caro, mas a comida e o café estavam bons! Waffles. Só digo isso: waffle.

The Craypot: é um café super fofo e aconchegante, quentinho e com uma área pra criança bem legal. Não comemos nada lá, mas eu tomei o melhor chá dos últimos tempos! Delicioso.

Poppy’s Handmade Ice creams: todos nós escolhemos o sorvete de frutas naturais e eles são gigantes e muito, muito gostosos!

Também fizemos o passeio de encontro com as baleias, o Whale Watch Kaikoura. Vimos 3 baleias, golfinhos, lobos marinhos, albatrozes e outros pássaros. Você pode ver o post completo aqui.

whalers Bay to Point Kean

Indo embora de Whalers Bay

De caminhadas, só fizemos duas:

Point Kean até Whalers Bay: demoramos mais de uma hora só nesse trajeto. Diz o cartaz que demora meia hora. A gente queria fazer a volta toda, mas como dizia que demoram 3 horas pra dar a volta, a gente desistiu e voltou. É uma caminhada bem tranquila, tirando o comecinho que é subida.

Ohau Stream Walk: é uma caminhada curtinha, de  10 minutos ida e volta. MAS claro que todo mundo demora muito mais do que isso! O motivo? Filhotes de lobo marinho brincando na cachoeira e no rio. Que coisa mais linda! Eles são lindos, fofos e completamente alheios aos humanos. O único porém é que eles só estão lá durante o inverno.

Visitamos o aquário. Super pequeno, cheira a peixe e é meio sujo. O ‘tanque’ dos tubarões estava imundo. A gente viu tudo em meia hora.

Kaikoura lookout

A vista de Kaikoura Lookout

O observatório de Kaikoura (Kaikoura lookout) é só mais um lugar onde você consegue uma vista maravilhosa da cidade. Fica lindíssimo ao pôr do sol. Só tome cuidado por onde anda, porque estava CHEIO de cocô de cachorro.

Eu AMEI Kaikoura. Só tinha 2 coisas estranhas: as praias não tinham areia, só pedras. Não eram todas, mas a maioria. E as algas…. estavam em todos os lugares. Em TODOS os lugares. Nas praias, nas ondas, nas pedras, nas ruas…. Coral odiou as praias, não chegava nem perto – a não ser que tivesse um lobo marinho.

Pra terminar, a gente fez um videozinho. É o nosso primeiro video. A gente espera que vocês gostem e, se não gostarem, não esqueçam de deixar o feedback aqui nos comentários!

6 respostas

Trackbacks & Pingbacks

  1. […] Kaikoura é conhecida pelos seus animais marinhos. É incrível. O animal mais comum é o lobo marinho. Quem consegue resistir a um bebê de lobo marinho? […]

  2. […] brincando na cachoeira enquanto a mãe dorme no estacionamento? Sim, é isso que se encontra em Kaikoura. Eles são incrivelmente fofos e não tem medo de humanos, o que é excelente – mas também […]

  3. […] ficou doente no nosso último dia lá e, mesmo assim, dirigiu as 5 horas (e 352 km) de Pohara à Kaikoura. O ponto alto de Kaikoura foram os lobos marinhos. Eles são lindos e todo mundo se apaixonou por […]

  4. […] gente esteve em Tongariro National Park Village, Auckland, Mount Maunganui, Wellington, Golden Bay, Kaikoura, Christchurch, Dunedin, Invercargill e, agora, Kingston, tudo na Nova Zelândia. No último review, […]

  5. […] de Kaikoura, onde estava quentinho (18°C) à Christchurch congelante. A coisa mais difícil que a gente teve […]

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta