Itanhaém e Peruíbe, São Paulo, Brasil

A gente passou boa parte do nosso tempo no Brasil em Itanhaém. Graças ao meu tio-avô-padrinho Nelson, que tem uma casa lá, a gente pode ficar sem precisar pagar aluguel. Ele até levava comida e coco verde para eu poder tomar todos os dias. Então, muito obrigada, tio. Por tudo.

itanhaem beach

Na praia de Itanhaém – estava gostoso até a gente ser atacado por um enxame de abelhas. Foi engraçado, pelo menos.

Itanhaém é uma cidadezinha praiana no litoral sul de São Paulo. Não é um lugar badalado, mas dá pra encontrar tudo por lá.
Eu gostava de ficar lá porque a casa tinha um bom tamanho para a família toda, e tinha 2 banheiros (muito importante). Além de tudo, tinha piscina.

sunset peruibe

Esse pôr do sol incrível foi em Peruíbe

Lá também ficam 2 restaurantes que eu adorei, o Tia Lena e o Asahi. Os pratos de peixe do Tia Lena eram todos excelentes. Nunca comi nada lá que não estivesse maravilhoso. Só o molho de pimenta, que variava de super ardido pra mais ou menos, então é sempre bom tomar cuidado com a quantidade.
O Asahi é um restaurante japonês por quilo. A comida é sempre a mesma, simples e bem feita. Eu adorava lá porque quando só uma parte da família estava com fome, cada um podia pegar o que queria comer e só pagava por aquilo.

itanhaem brazil

No estacionamento do Asahi – acho lindo!

Mas o que eu mais gosto de Itanhaém é o centrinho colorido. Sempre fofo e com várias opções de restaurantes e lojas. A gente ficava bastante tempo na praça porque tinha 5 Pokéstops lá, e a gente nem precisava sair do lugar para pegar todos se escolhesse direito aonde ia ficar.
A praia também estava há alguns quarteirões. A gente viu lá umas bicicletas de família para alugar, e minha irmã disse que dá pra pedalar legal por lá.
A gente foi ver o Convento de Nossa Senhora da Conceição. Precisa subir um morro, mas é uma subida tranquila e a vista lá de cima é linda (além de ter um Pokéstop).

itanhaem town center

O centrinho de Itanhaém visto do convento

Outro passeio que fizemos foi visitar a aldeia indígena de Rio Branco. A estrada é bem difícil e eles levam uma vida bem simples. Vendem artesanato e frutas por lá.

indigenous craft

O artesanato na aldeia Rio Branco – tinha muito mais, na verdade

Durante as férias de verão, eles colocam 2 parques de diversão em Peruíbe, que é a cidade logo do lado. A praça é cheia de vida, lojinhas e restaurantes. A gente geralmente passava o dia em Itanhaém e ia para Peruíbe de noite. Apesar de pequeno, o parquinho era bem divertido.

As praias de Peruíbe eram um pouco melhores (mais limpas) que as de Itanhaém, e dava pra se divertir. Não importa a maré, dá sempre pra brincar. Peruíbe parece um pouco mais arrumada do que Itanhaém, mas eu gostava mais do centro de Itanhaém.

itanhaem central square

A cadeia antiga fica bem na praça central

O único problema era a quantidade absurda de pernilongos e baratas. Leve repelente o suficiente e tudo deve ficar bem.

Ah, e as tempestades! Eu nunca vi tanto raio concentrado em um lugar só como eu vi por lá. Pode ser divertidíssimo para quem gosta dessas coisas, mas para quem tem pavor de raios como eu, era aterrorizante. Na verdade, era só evitar a praia quando estava chovendo.

Itanhaém e Peruíbe em vídeo!

Se seu orçamento é apertado, Itanhaém e Peruíbe são praias baratas e com boas opções, apesar de não serem praias paradisíacas.

1 responder
  1. Maria Zulmira
    Maria Zulmira says:

    Existem certos preconceitos com as praias do litoral Sul, mas é exatamente o que vc disse:“ Itanhaém é uma cidadezinha praiana no litoral sul de São Paulo. Não é um lugar badalado, mas dá pra encontrar tudo por lá.“ Vdd… Lugar tranquilo e com ótimas opções de lazer, adoro! Lindo o agradecimento ao seu tio, ele merece mesmo! bjs

    Responder

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta