Invercargill, NZ, com crianças

city walk, invercargill

Walking around town is always a good start to any trip

A gente esteve em Omaui, que fica um pouco ao sul de Invercargill, por uma semana, em junho de 2016.

A gente estava super alegre porque a gente ia ver o lugar mais ao sul da Nova Zelândia – tirando as ilhazinhas, né. A gente tinha ido pra Cape Reinga, o lugar mais ao norte da NZ, em 2013, então ia ser bem divertido ter os 2 extremos cobertos.

Tirando isso, a gente sabia que as ostras de Bluff (a última cidade ao sul da NZ) são famosas, mas a gente não experimentou. E era todo o nosso conhecimento de Invercargill.

Passamos nossa semana nessa casa perfeita. Sério, amei todos os minutos dela, mesmo a água com gosto diferente. Ela é grande, com 3 quartos, uma sala de estar grande, sala de jantar e cozinha separada. Tem uma máquina de lavar roupa e banheira! Estava muito limpa, quentinha e tinha uma vista maravilhosa da praia de Omaui por quase todas as janelas. Apesar de só ter 4 garfos e nenhuma panela ou assadeira grande, todos nós amamos.

Stirling Point, Bluff

Stirling Point’s famous sign.

Enquanto ficamos lá, passeamos por:

– o centro da cidade, claro. É um centro pequeno, dá pra fazer tudo a pé. É charmosa, com prédios de diferentes épocas, o que é interessante.

Queen’s Park. Foi meu lugar favorito da cidade! Lindo parque, com jardins diferentes, bastante espaço pra correr, andar, pedalar, andar de skate e tudo o mais, além de um parquinho incrível. Tinha até um mini zoológico com animais de fazenda e um museu.

– isso nos traz ao Museu e Galeria de Arte de Southland (Southland Museum and Art Gallery) Ele tem um formato de pirâmide, que chamou a atenção das crianças. É relativamente pequeno, mas bem interessante. A gente descobriu que dá para ver a Aurora australis de Invercargill durante o inverno. Não vimos, apesar de tudo.

Foveaux Memorial, Bluff

Thais and the kids at Foveaux Memorial

Stirling Point, que é o lugar onde fica essa famosa placa! Não é o ponto mais ao sul, mas é perto o suficiente. A gente andou até o memorial Foveaux, que é o extremo sul. Foi uma caminhada fácil e gostosa. Demoramos mais ou menos uma hora para ir e uma pra voltar. No caminho, vimos um lobo marinho e vários pássaros diferentes.

Reading Cinema, porque a gente tinha que assistir Procurando Dory. Amamos tudo: o cinema é confortável, a imagem e o som são bons e o filme é lindíssimo!

Queen's Park, Invercargill

Queen’s Park, one of the most beautiful parks in NZ, Invercargill

– passamos pelo War Memorial, que é um obelisco em homenagem aos soldados que morreram longe de casa  durante a guerra. Não tem nada além dele.

Não comemos nada local porque lá tem Burger Fuel e a gente precisava dele – barato, bom e rápido.

A gente não passeou muito por lá, mas o que a gente fez, a gente gostou muito. Durante a semana que passamos lá, o céu ficou com uma cor alaranjada de pôr do sol o dia inteiro. Era incrível.

Foveaux Memorial, Bluff

Coral’s little feet dangling at Foveaux Memorial

É uma cidade pequena, com tudo para fazer da estadia confortável. Não achei uma das cidades mais bonitas (com excessão do Queen’s Park, porque ele é maravilhoso), mas ainda assim é um ótimo lugar para se visitar. E mais, quem não quer ver a Aurora australis?

E nosso vídeo!

2 respostas

Trackbacks & Pingbacks

  1. […] caminho para Omaui, paramos em Moeraki Boulders. São umas pedras gigantes e redondinhas em uma praia na NZ, que foram […]

  2. […] da linda cidade de Invercargill, fomos para Kingston. Kingston é uma cidadezinha na região dos lagos, na parte sul da Ilha Sul, […]

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta