Ilha Sul, NZ, com crianças

Dois meses viajando pela Ilha Sul da Nova Zelândia de carro parece um sonho? E foi! Viajamos os 2 meses com crianças e foi maravilhoso! Clique para ler tudo!

Um pin para facilitar a vida!

A gente teve 2 meses maravilhosos na Ilha Sul da NZ, de maio a agosto de 2016. A Ilha Sul inteira é maravilhosa. Eu morei na Ilha Norte por 6 anos e amava tanto que nunca nem quis visitar a Ilha Sul. Mas a gente foi. E tudo mudou.

Eu AMEI! A-M-E-I! Do começo ao fim, foi incrível. A Ilha Sul tem mais estrelas, os rios têm um azul incrível, as árvores são infinitamente coloridas, as cidades e as estradas são charmosas, a comida foi maravilhosa, as montanhas contrastando com o mar foram um poema.

Eu não consigo mais me imaginar morando na Ilha Norte de novo. Quando a gente voltar, eu quero ficar no Sul.

Como foi viajar com crianças por 2 meses – na Ilha Sul da Nova Zelândia!

A gente teve:

70 dias

+/- 38000 km dirigidos

0 problemas no carro

8 tanques cheios de gasolina

O pôr do sol em Golden Bay 

9 casas

18 compras de mercado

8 encontros com animais selvagens (kea, gambá, leão marinho, lobo marinho, baleia, golfinho, albatroz e fantail)

mais de 90 horas no carro

1 vez atolados na lama

0 mergulhos na praia

1 tentativa de nado em lago

2 problemas técnicos resolvidos

1 brincadeira na neve

1 banheiro externo

1 visita ao hospital

0 problema de saúde sério

1 pássaro atropelado

5 ratos em 2 casas consecutivas

golden bay

A gente chegou no final de maio em Picton e fomos pra Pohara. Foi o caminho mais lindo que eu já vi na vida, mas graças ao enjôo por causa da balsa, eu não consegui aproveitar. Foram 4 horas (246 km) da balsa até Pohara, onde ficamos por 12 dias. É uma cidade pequena em Golden Bay, do ladinho da floresta de Abel Tasman. A gente não estava nas melhores condições: eu fiquei doente pelos 3 primeiros dias e todo mundo ficou doente nos últimos 5 dias. Ainda assim, a gente teve dias incríveis lá. O melhor foi a praia Totaranui. Se existe uma praia perfeita, seria essa.

O Angelo ficou doente no nosso último dia lá e, mesmo assim, dirigiu as 5 horas (e 352 km) de Pohara à Kaikoura. O ponto alto de Kaikoura foram os lobos marinhos. Eles são lindos e todo mundo se apaixonou por eles. Além disso, o Whale Watch foi muito legal. A gente teve uma semana em Kaikoura e foi demais! Kaikoura é cheia de animais selvagens incríveis, foi um lugar maravilhoso para as crianças: calmo, pequeno, e cheio de atividades. Foi aqui que o Angelo precisou de hospital: ele estava com labirintite.

 

moeraki boulders

Moeraki Boulders, Thais e Coral

 

De Kaikoura, fomos para Christchurch. Uma viagem de 2 horas e meia, 182 km e a gente estava lá. Estava CONGELANDO! Kaikoura era quentinho perto do meio dia, mas Christchurch estava congelando – e a gente chego às 2 da tarde. Eu estava com tanto medo dos terremotos que não queria nem passar uma noite lá, mas ficamos por uma semana. E eu amei. Se eu pudesse, moraria em Christchurch. Lá tem o equilíbrio perfeito entre todas as comodidades de uma cidade grande, o charme de uma cidade pequena e muita natureza e as paisagens da Ilha Sul. Foi simplesmente perfeito. As crianças amaram o Imagination Station. Eu amei tudo.

De lá, fomos para Dunedin. Foi uma viagem longa, com uma parada em Moeraki Boulders. Demoramos umas 6 horas para completar os 365 km, contanto o tempo que ficamos nas pedras. Elas eram incríveis, mas foi meio triste ver que eram tão poucas. Cada uma era uma maravilha, mas eram bem poucas.

Dunedin não nos impressionou muito – talvez por causa do tempo chuvoso ou por causa do banheiro externo (que não é legal quando está chovendo, escuro e frio). Não que não seja um lugar lindo, mas a gente não viu muito dele. A gente amou as dunas e os leões marinhos de Sandfly Bay.

 

milford sounds

Milford Sounds, que mesmo em um dia ruim, estava lindo

 

Invercargill foi uma história diferente. A gente foi abençoado com uma semana ensolarada em uma casa incrível. A viagem de 3 horas e meia (252 km) até pareceu curta. Foi muito legal ver o Stirling Point (e o Foveaux Memorial, o ponto mais ao sul da Ilha Sul), mas o Queens Park foi aonde nos divertimos mais. Lá em Invercargill a gente se deu conta de que nossa viagem pela Ilha Sul estava acabando! Dali, a gente começaria a ir para o Norte.

Começando nosso caminho de volta, paramos em Kingston e ficamos por 10 dias. Foram pouco mais de 2 horas e 168 km de viagem, então decidimos passar em Milford Sounds. Foram 3 horas por um caminho lindíssimo, mas o fiorde não foi assim, uma maravilha. Talvez a gente precise ir pra lá de novo.

Mas Kingston foi incrível! Amei ter o lago Whakatipu ali sempre. É o lugar mais lindo que eu já vi na minha vida. Imagine, tem o lago loucamente azul, as montanhas com um pouco de neve em volta, árvores diferentes por todos os lados e VAZIO. Meu tipo de lugar. Angelo amou Arrowtown (e é linda). As crianças amaram a loja de doces The Remarkable Sweet Shop.

 

kaikoura

Kaikoura e sua beleza infinita

 

Passamos 2 dias em Whataroa, depois de Kingston. Foram mais de 6 horas de carro (415 km) e a gente estava cansado, então acabou nem vendo nada do lugar. O caminho entre Kingston e Whataroa foi o único aonde a gente viu neve e foi muito legal. Foi bem rapidinho, mas a gente se divertiu muito.

Depois de Whataroa, dirigimos o recorde de 20 minutos (28 km) para Franz Josef. Sim, você leu certo. Foram 20 minutos. A gente teve uma semana gostosa lá. Vimos os glaciares Fox e Franz Josef, a lagoa Peters Pool e cruzamos a ponte Douglas (Douglas Bridge). Vimos o Monte Cook e o Monte Tasman (de longe). Também tivemos o aniversário de 9 anos do Zé lá.

 

omaui beach

Omaui e sua chuva de cores no pôr do sol

 

Não foi o melhor lugar para nós porque a Coral não chegava na idade mínima para nenhuma atividade e todo mundo resolveu não fazer nada. O que sobrou foram as caminhadas. Eu amei, apesar de tudo.

Nossa última parada foi Blenheim. Foi uma viagem longa, demoramos 7 horas pra cobrir os 494 km. Ficamos 9 dias lá, os dias mais ensolarados e quentes que a gente teve na Ilha Sul. É um lugar lindo. Foi a chave de ouro pra fechar nossa viagem pela Ilha Sul. As crianças amaram a casa e a internet de fibra ótica, eu amei o sol! Angelo amou tanto que quer morar lá.

E o Angelo também fez esse vídeo! Esperamos que vocês gostem! A banda Six60 nos deu permissão para usar a música deles no vídeo (Obrigada!).


Você já se cadastrou para receber nossa newsletter? A gente sorteia 3 cartões postais todos os meses entre as pessoas cadastradas!

SaveSaveSaveSaveSaveSaveSaveSaveSaveSaveSaveSaveSaveSave

6 respostas

Trackbacks & Pingbacks

  1. […] é inverno, e é muito frio aqui na Ilha Sul da NZ. O ruim é que não é um frio constante. Têm lugares que a gente achou que passaria muito […]

  2. […] da Austrália, composto por duas ilhas principais (Te Ika-a-Māui e Te Waipounamu – ilhas Norte e Sul, respectivamente) e outras […]

  3. […] é uma cidadezinha ao norte da Ilha Sul da NZ. Kai, em maori, significa comida, e koura é lagosta. Como o nome diz, é uma cidade com […]

  4. […] de ir pra fora, vamos primeiro para Wellington (NZ) e pra Ilha Sul […]

  5. […] viagem de carro pela Ilha Sul da Nova Zelândia! Passamos 3 meses lá e foi […]

  6. […] com o fim da nossa viagem pela Ilha Sul, chegou o fim do quarto mês da nossa […]

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta