Dicas para viagens de avião longas com crianças

Eu sempre viajei com as crianças, desde viagens de carro a viagens de avião e agora, com 4 crianças, viajando há 13 anos com eles, acho que tenho algumas dicas para dividir que podem fazer a vida mais fácil.
O que a gente carrega muda de acordo com a idade deles, então vou dividir aqui em grupos.

in-flight play

Tsuru de origami: melhor brinquedo de viagem

Para todos:
– Leve uma troca de roupas para TODOS. Acidentes acontecem. Todos os tipos de acidentes. Confie em mim.
– Leve alguns remédios, como colírio, remédio para dor de ouvido, de cabeça, um spray de nariz e alguma coisa calmante natural, como Rescue Remedy.
– Encontre o saquinho de enjôo antes de qualquer outra coisa.
– Use desinfetante de mãos e um guardanapo para limpar controle remoto, encosto de braço, revistas e tudo o que possa estar lá há muito tempo.
– Reserve os assentos perto dos banheiros.
– Leve escovas de dentes e, se quiser, pasta de dentes, tampão de orelha e máscaras de dormir.
– Fones de ouvido são ótimos, especialmente os que bloqueiam os barulhos do exterior.
– Uma garrafa de água vazia é uma maravilha para se manter hidratado, o que é super importante em vôos longos.

seoul airport

Melissa (5) e João (3) no aeroporto de Seoul, esperando a conexão

Com bebês:
– Tenha fraldas suficientes para o vôo, o tempo de espera, o tempo de espera da mala e o tempo até o hotel. E sempre, SEMPRE, leve algumas fraldas extra. Apesar de serem encontradas no mundo todo, procurar algum lugar pra comprar depois de um vôo super longo pode ser bem chato.
– Leve uma troca de roupas para todo mundo que vai cuidar do bebê e para o bebê, porque acidentes acontecem. Confie em mim.
– Leve alguma coisa que eles gostam de comer, como um potinho de comida de bebê. Dê para o bebê algumas vezes antes da viagem, para eles se acostumarem com o gosto e você ter certeza de que não afeta a digestão deles. Também peça pela comida de bebê na compania aérea alguns dias antes da viagem, só para ter certeza de que não vai faltar.
– Leve chupeta, mamadeira e algum item de conforto, como um cobertorzinho, um brinquedo, um livro, qualquer coisa que eles amem.
– Aliás, leve um cobertor (que pode ser uma toalha de viagem grande) para colocar no chão e deixar o bebê brincar um pouco. É bem fácil colocar alguns brinquedos na toalha e, quando for hora de embarcar, só enrola tudo na toalha.

in-flight nap

Coral (4) dormindo no avião: foi só o Angelo levantar para ir ao banheiro que perdeu o lugar

– Se você tem um bebê, peça pelo bercinho e os assentos da primeira fileira, se seu bebê é acostumado com berços. Duas das minhas crianças preferiam dormir no sling nos vôos e as outras duas preferiam dormir no chão, apesar de não poderem sempre. Minhas crianças nunca foram pequenas o suficiente para caber no berço do avião de qualquer jeito.
– Leve brinquedinhos. Eu nunca gostei de comprar brinquedos especiais para as viagens, então sempre deixei levei alguns dos brinquedos que ficam esquecidos em algum canto da casa para eles. Eles sempre se encantavam de qualquer jeito.
– Amamente sempre, mas especialmente na decolagem e na aterrissagem para evitar dores de ouvido. Se não amamentar, use um mordedor ou chupeta.
– Amamente mesmo quando o bebê não pediu e, se não amamenta mais, ofereça água sempre.
– Por último, deixe que as pessoas reclamem. Não é sua obrigação manter os passageiros felizes. Ignore quem precisa ser ignorado e cuide do seu bebê, tente sempre confortá-lo. Bebês choram, gostam de passear, então faça o que puder com e por eles.

in-flight meal time

Coral (4) com os fones dela enquanto o Angelo comia a comida dele tranquilamente

Com crianças:
– Deixe que eles escolham algumas comidinhas para levar, só pesquise se são permitidos no avião. Em vôos nacionais, quase tudo é aceito, mas em viagens internacionais, a coisa fica mais complicada. Cheque antes.
– Deixe que escolham algumas coisas para levar, como brinquedinhos não barulhentos, e brinque com eles, se eles quiserem. Eu sempre levo algumas folhas de papel de origami, papel, lápis (giz de cera funcionam melhor porque não tem tampas e não precisam ser apontados), alguns bonequinhos pequenininhos. Um livro, alguns adesivos, um caderno de atividades também pode ser ótimo se sua criança gosta dessas coisas.
– Leve alguma coisa que eles gostam de ver no computador, celular, tablet, etc E leve um fone de ouvido para crianças, porque é bem chato quando eles querem assistir a um filme e os fones do avião não servem nas crianças. Ah! E não esqueça dos carregadores que, apesar de não dar para carregar na maioria dos aviões, dá para carregar nos aeroportos.
– Lembre todos de tomarem um pouco de água sempre.
– Aliás, leve uma garrafa vazia e encha depois de passar pela segurança. Se possível, leve uma garrafa por criança e lembre-os de tomar tudo durante o vôo.
– Peça pela comida de criança (geralmente feito na hora da compra das passagens, mas definitivamente bem antes da viagem), porque elas vêm antes e geralmente tem uma aparência um pouco melhor do que a comida normal.
– Deixe que vejam filmes e joguem os jogos do avião, mas lembrem a eles de manter a voz baixa e dormir um pouco. Converse antes da viagem sobre o que eles podem ou não assistir e sobre conversar com estranhos nas telas (a maioria dos vôos oferece opção de chat entre passageiros).
– Leve tampões de orelha se seu filho tem sono leve. Uma máscara de dormir também pode ajudar. Algumas companias oferecem, mas algumas não, e como não ocupam quase nenhum espaço, levar o seu é mais seguro.
– Converse com os atendentes e as pessoas à sua volta, seja gentil e respeitoso. Dê o exemplo da pessoa que você quer que seus filhos sejam.

guarulhos airport

Melissa (3) e João (18 meses) esperando o primeiro vôo internacional

Com pré-adolescentes e adolescentes:
– Converse com eles sobre o que se pode e não se pode ver e jogar no avião. Converse sobre algumas regras ou guias sobre barulho, comida, bebida e respeito aos que estão em volta.
– Converse sobre a bagagem de mão (o que pode ir, restrições de peso e tamanho) e dê conselhos sobre o que você acha que eles devem levar (celular, tablet, computador, itens de valor, uma troca de roupa, escovas de dentes, desinfetante de mão, um lanche e uma garrafa vazia) e deixe que eles decidam o que vão levar ou não. Você sempre pode ver o que eles escolheram levar e aconselhar, mas deixar que eles decidam o que vão carregar é uma lição de vida enorme.
– Eu gosto de manter todos os passaportes juntos e comigo porque é mais prático, mas você pode deixar com as crianças se acham que eles são responsáveis o suficiente.
– Peça a comida infantil se eles quiserem (bem antes da viagem).
– Seja gentil e respeitoso com todos em volta – seja a pessoa que você quer que seus filhos sejam.

dubai airport

Zé, com 14 meses, brincando no aeroporto de Dubai enquanto esperava uma conexão

Você tem alguma outra dica? Conte pra nós!

1 responder

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta