Como planejar qualquer viagem

Programando férias em família? Clique para ver como planejar qualquer viagem, com um passo a passo detalhado!

Uma imagem prontinha para facilitar um pouco a vida de quem quer deixar para ler depois. Clique no botão vermelho SAVE no topo da imagem para adicionar ao Pinterest!

 

Planejar uma viagem dá trabalho. Requer muita paciência. Eu tenho paciência, mas ela geralmente é usada com as crianças, sabe. Nesse post, vou te mostrar como planejar qualquer viagem.

Veja também o nosso guia de encontrar hospedagem para famílias e como viajar pagando menos!

Passo a passo: como planejar uma viagem

A primeira pergunta é sempre a mais difícil, onde a gente demora um tempo: PARA ONDE? É a pergunta onde todo mundo tem voz, e a resposta de todos têm o mesmo peso. Depois disso, eu só preciso pesquisar sobre o lugar com as minhas perguntas-chave:

  • Quanto dinheiro a gente pode gastar? Quanto a gente tem? Essa pergunta é chave, e, de vez em quando, ela muda o ‘PARA ONDE’.
  • Quando? É frio? Quente? Quando é a época das chuvas? É muito seco? Quando é cheio e quando é vazio? Qual vale mais a pena para nós?
  • Como? Avião, trem, carro, barco, motorhome, bicicleta, andando? Quanto tempo demora a viagem? Tem trânsito? Quanto custa?
  • Precisa de visto? É fácil de conseguir? Demora muito? Quanto custa?
  • O que fazer? Praia, parque, neve, museus, comida, lugares icônicos, festivais locais….
  • Quanto tempo? De quanto tempo a gente precisa para fazer o que quer?
  • A gente precisa de mais alguma coisa? Vacinas, remédio especial, repelente, presente, roupa de frio, roupa de banho?
  • Todo mundo consegue aproveitar? Tem alguma coisa para todo mundo, mesmo os pequenos (Coral), os grandes (Angelo), os adolescentes (Melissa)? Alguma alergia que precisa de atenção especial? Claro que rola um programa especial para alguém de vez em quando, que o resto da turma não necessariamente gosta, mas no geral, a gente quer que viagens sejam sempre proveitosas para todos.
A collection of free guidebooks collected on the South Island of NZ. Most tourist information centers in the world offer this kind of guidebooks and they are useful!

Os guias gratuitos oferecidos em hotéis e aeroportos são bem comerciais, mas têm algumas dicas bem legais. A gente sempre dá uma olhada. 

Mais dicas de como planejar  as férias

No geral, é assim que eu faço minha pesquisa: começo encontrando um guia (pode ser um guia em formato de livro, um site, um blog, uma pessoa que conheça a fundo o lugar, um fórum) que contenha mais ou menos todas as respostas para as perguntas acima. Dali eu vou procurando outras fontes que confirmem ou neguem as respostas, até eu encontrar a mais provável.

Dou atenção especial a blogs de pessoas que morem no local para onde a gente vai ou posts de pessoas que estiveram lá na mesma época que eu quero ir, do ano anterior. Eu posso demorar de uma hora a meeeeeses pesquisando sobre um lugar. Depende de quão longe é, quanto vai custar e quanto tempo até a viagem a gente tem.

Ah, e eu evito criar expectativas, assim nada pode estragar a viagem. Eu sempre penso que as crianças podem odiar, que a gente pode ter problemas com a comida, com a hospedagem…. Também deixo sempre um espaço livre para atividades de última hora, mudanças de plano, incidentes, etc. Reservo só o essencial (e o que precisa ser reservado antecipadamente) e deixo o resto para decidir na hora.

Parece muita coisa, eu sei, mas confie que fica mais fácil a cada vez que se planeja.

Minha ferramenta favorita é o Pinterest, agora. É só digitar o destino que aparecem milhares de coisas, e eu nem preciso olhar tudo na hora, basta dar um Pin e deixar tudo absurdamente organizado em pastas. Se você nunca usou Pinterest para planejar uma viagem, recomendo muito que você o faça.

I present my destination travel resources: a tablet (now computer and phone only), guide books, library books, and a notebook. That's how to plan for any trip.

Eu, planejando nossa viagem em papel, hahaha – não faço mais isso, uma pena. No papel, para mim, tudo ficava mais claro

Para terminar…

Não tem um jeito único de planejar viagens, e o que funciona para mim pode não funcionar para você. Não fique frustrado/a. Pegue o que funciona para você e deixe o resto de lado!

Tenha em mente que blogs e livros e qualquer outro material não é imparcial: eles oferecem o ponto de vista da pessoa que escreveu. Podem, também, ser bem… velhos. Use como um guia bem por cima, não acredite em tudo como sendo verdade.

E, se não quiser fazer nada disso, só tenha em mente o seu orçamento, o que você quer da viagem, e brinque com as datas – aí veja o que funciona melhor para você e pule todo o resto! Deixe a descoberta dos locais para quando estiver lá! Já fizemos isso várias vezes e sempre foi legal!

Só veja se é a época certa para o que você quer, já que voce não quer esquiar no verão nem surfar em época de furacões, né?

4 of us wearing different color rain coats in midst of trees on the path from the car park to the bay of Milford Sounds. There were just so many sandflies! In NZ.

Aqui, nós em Milfor Sound, na NZ. Não planejamos nada, só fomos impulsivos e fomos. Deu tudo errado, a gente ficou até meio traumatizado. Planejar o básico é importante!!!

 

Comente dizendo como você se prepara para suas viagens! Eu adoraria ler!

 

SaveSave

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.