Como a Gente Ensina as Crianças Durante as Viagens

Pin it!

A gente tem outros posts sobre isso, mas como as crianças mudam, o jeito com o qual a gente encara a educação também muda. Então, homeschooling (ou Worldschooling) para nós é muito fluido. Muito muda dependendo de aonde a gente está, como a gente está, os gostos e desgostos de cada um, o que funciona ou não.

Vou tentar explicar como tem sido nos últimos tempos.

A gente está na estrada há um ano, e nos últimos meses, a coisa foi complicada. Eu fiquei doente, a gente estava meio cansado de viajar, e a gente tinha muita coisa pra fazer.

sisters playing chess

Eles aprendem enquanto ensinam uns aos outros, e eles ensinam muita coisa também, como deve ser. Aqui na foto, a Melissa está ensinando a Coral a jogar xadrez.

Eles são, na maior parte, unschooled, que quer dizer que eles seguem os interesses deles, no tempo deles, do jeito que quiserem. Também significa que eles podem ficar um tempão sem fazer nada aparente ou fazer tanta coisa em tão pouco tempo que a gente tem que pedir pra eles descansarem.

Se você ainda tem dúvidas sobre o que é unschooling, eu explico mais aqui.

Quando a gente tem coisas que quer que eles façam, como os vídeos, os posts, ou cursos, a gente discute e, em geral, eles fazem.

No momento, a Mel está inscrita em um curso de escrita e todos nós (menos a Coral e o Angelo) estamos fazendo um curso de quadrinhos.

O curso de escrita, que era para ser só para a Melissa, acabou sendo pra todos (menos a Coral) – tem sido divertido fazer todos juntos. Até pra mim.

inka chess

Os meninos quiseram muito jogar esse xadrez Inca e se divertiram mudando a história, segundo eles, fazendo os Incas ganharem dos espanhóis

Eles também têm o blog deles, que está aqui para quem quiser ver. Quando eles escreviam para o World Trip Diaries, eu marcava o que estava errado e eles corrigiam. Em geral, eram umas 3 ou 4 revisões até estar aceitável. Nesse blog novo, eu não corrijo a não ser que me peçam, então dá pra ver vários erros e está tudo bem – eles vão aprendendo enquanto lêem e vão se corrigindo com o tempo.

Não fazemos nada em especial para matemática no momento, mas a gente converte moedas, fuso horário, e faz contas o tempo todo. A gente joga jogos que usam matemática. Nesses últimos tempos, o João está falando muito em Fibonacci e tem sido legal ver o quanto ele consegue descobrir sozinho. A Mel, que diz que odeia matemática, é rápida pra converter medidas (°C em °F, metros em centímetros, etc).

video editing kids

Eles estavam editando os vídeos pro blog. Até a Coral. Mas o video dela não apareceu. haha

O Zé é mais relutante em ser ensinado, então a gente tenta deixar que ele aprenda sozinho o máximo possível. Com esse curso de escrita, ele teve alguns momentos de estresse, mas a gente tem tempo e pôde esperar até que ele se acalmasse (demorou dias) e ele terminou tudo em menos de 20 minutos quando decidiu fazer.

Coral está aprendendo a escrever. Ela reconhece as letras e os números, e sabe a diferença entre eles. Ela também tem entendido que existem diferentes formas de escrever a mesma coisa (letras maiúsculas, minúsculas,  de forma, cursiva, etc). Ela lê o nome dela inteiro e o primeiro nome de todo mundo da família. Ela também desenha super bem. Aliás, ela aprendeu várias coisas só observando, como amarrar os sapatos, enxaguar a boca depois de escovar, prender os cabelos, até trança ela faz sozinha.

handicraft kid

Essa é a Coral, 5, fazendo garras e caixinhas com papel de origami e manuseando a tesoura como uma adulta

Geografia, História e Ciências são aprendidos no dia-a-dia. Eles entenderam conceitos de altitude e a relação disso com a falta de oxigênio, a temperatura e a força dos raios solares. Aprenderam, aliás, muito mais sobre a América do Sul do que a maioria das crianças de escola. Pelo menos, eles sabem muito mais do que eu sabia na idade deles – e eu era uma ‘boa’ aluna. A gente tem conversado muito sobre guerras, o capitalismo, socialismo, comunismo, e os países que os aplicam (supostamente).

A gente fala sobre muita coisa, na verdade, desde atualidades até átomos, e eu espero que eles estejam aprendendo – não só de mim, mas das pesquisas que eles fazem também.

Eles já conseguem entender muita coisa do espanhol falado, porque o lido era compreensível desde sempre – obrigada, português.

A gente vê muitos filmes, ouve músicas, lê livros, conversa, vê e experimenta culturas. A gente come comidas locais, vê os lugares, as pessoas, e eu tenho certeza de que eles carregam um pouco de cada lugar com eles – mesmo que sejam coisas que a gente não considera importantes.

tying shoelaces

A Coral aprendeu a amarrar os cadarços e foi fofa o suficiente pra amarrar os meus também

Mas muda, como eu disse no começo, então no próximo mês, a coisa provavelmente vai ser diferente.

Você tem perguntas? Manda!

4 respostas
  1. jumezzato
    jumezzato says:

    Estou curiosa para ouvi-los hablando español! <3 Mis amores!

    Ah! Eu, que cursei escola formal a vida toda, sentadinha na carteira, tirando boas notas, não lembro NADA sobre as fórmulas de Fibonacci. NADA. 😉

    Responder
  2. Diogo Carvalho
    Diogo Carvalho says:

    acho sensacional homeschooling, até sigo um canal no Medium para acompanhar.

    bacana o little llamas, queria saber quem fez os desenhos… hehehe

    Responder

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta